sexta-feira, 25 de março de 2011

Pastores pedem a Obama que levante o embargo à Cuba

Vinte e cinco pastores, membros do Movimento da Convergência Cristã Social, entregaram na terça-feira, 22, na Embaixada dos Estados Unidos, em Manágua, carta dirigida ao presidente Barack Obama, na qual pedem o levante do bloqueio econômico e tecnológico contra Cuba, liberdade para cinco cubanos presos nos Estados Unidos e paz para o mundo.
Ele manifestam decepção com o governo de Obama, depois de três anos no poder, pela falta de resultados nas mudanças concretas na vida socioeconômica, de paz e democracia que o mundo esperava.
“A América Latina e o Caribe não tiveram a atenção que merecem”, diz a missiva, com cópia ao embaixador de Cuba em Manágua, Eduardo Martínez Borbonet. O grupo de pastores agradece, contudo, a visita de Obama à América Latina e Central e esperam que ela traga benefícios no campo econômico dos países.
“A brecha entre ricos e pobres em nosso subcontinente se aprofunda porque os Tratados de Livre Comércio (TLC) e os investimentos do capital transnacional estão a serviço dos ricos, que acumulam riqueza econômica sem limite, segundo o relatório do Banco Mundial do 2010”, destacam os pastores.
O grupo reitera os imperativos éticos de promoção da paz e justiça no mundo, fomentando programas educativos, diálogo, desenvolvimento do conhecimento, igualdade social, unidade e cooperação entre os povos. “Queremos ver uma nova etapa de relações, uma governabilidade respeitosa dos povos”, demandam.
Além da libertação de cinco cubanos presos nos Estados Unidos “sob critérios políticos parciais” e sem direito à defesa, os 25 pastores da Convergência Cristã pedem que Obama se empenhe para que tratados reduzam a zero os programas e projetos nucleares e a produção de armas convencionais, a fim de assegurar um mundo de paz.

Notícias Cristãs com informações da ALC

Nenhum comentário:

Postar um comentário