quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Atentado à bomba em evento gospel realizado em Londrina deixa uma mulher ferida


Um evento gospel que foi organizado pela Pastora Bárbara Senna e contou com a presença do prefeito da cidade, Barbosa Neto (PDT), na Concha Acústica do centro de Londrina (PR) no último dia 15/11, terminou com um atentado a bomba. O artefato, de baixa capacidade, atingiu o pé de uma mulher que estava presente ao evento e gerou pânico nos presentes.

Um espectador afirmou que no momento que o evento estava sendo encerrado com uma oração, a bomba foi jogada de um dos prédios no meio dos espectadores. Segundo o site O Diário, um dos espectadores filmou o momento que a vítima era socorrida. “Sou muito ligado à paisagem do Centro Comercial. Eu filmei a primeira parte do evento, do show gospel, e depois fui tomar um café. De repente, ouvi um barulho muito forte e, como sou ligado em matérias jornalísticas, corri para ver o que tinha acontecido. Encontrei a pessoa machucada e o pessoal contando que jogaram as bombas”, relatou José Carlos Farina.

Farina contou ainda que a mulher atingida estava muito nervosa no momento que o socorro era prestado: “A bomba caiu no centro da Concha. Poderia ter atingido o olho, o rosto. O interessante é que o foi o primeiro caso de perseguição aos evangélicos naquela região. Quando a bomba foi jogada, o show tinh acabado e a pastora fazia uma oração. Alguém se incomodou com a oração em voz alta e jogou a bomba”.

Como nem a vítima nem os organizadores do evento registraram queixa, a polícia não está investigando a autoria do atentado.

O vídeo foi postado por Farina no Youtube e a repercussão nas redes sociais gerou comentários contrários e favoráveis à realização do evento no espaço. Na comunidade Londrina, no Orkut, uma usuária afirmou que “Feriado ou não, quem quer rezar que reze dentro da sua igreja como todas as outras religiões… Barulho incomoda e eles devem se tocar disso”. Um outro participante da comunidade se mostrou contrário à atitude violenta: “ridiculo jogarem uma bomba sobre um monte de pessoas pacatas, que não fazem mal pra ninguem, o vagabundo que fez isso deveria ser processado por lesão corporal e por tentativa de homicídio”.

Assista ao vídeo:





Fonte: Gospel+ Publicado por Tiago Chagas em 17 de novembro de 2011

2 comentários:

  1. isto é crime edeveria ter sido denunciado sim pq se fosse um bailao ou outro tipo de cultos que tem por ai a gente é obrigada a ouvir até altas horas estou indignada ea justiça nao faz nada!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Nilma é assim mesmo é mais fácil denunciar uma igreja por realizar um culto ao ar livre, do que alguém que quase mata uma mulher que está assistindo um culto, mas deixa prá lá, o melhor mesmo é entregar nas mãos de Deus, ele é juiz, Deus os abençoe.

    ResponderExcluir