domingo, 18 de dezembro de 2011

Líderes cristãos são atacados no Vietnã

Membros dessas gangues raramente são identificados


No dia 13 de novembro, Dia Internacional de Oração pela Igreja Perseguida, um bando de homens atacou os líderes da Igreja Batista Ágape que participavam de um culto de renovação espiritual na casa de um evangelista, perto de Hanói.

Os principais alvos eram os pastores e líderes, mas todos os que estavam presentes foram atacados, incluindo mulheres e crianças. Um pastor ficou inconsciente por horas após o ataque e vários outros ficaram gravemente feridos.

O ataque aconteceu na aldeia de Lai Tao. De acordo com relatos à agência de notícias Compass Direct News, havia cinco pastores e quatro pastoras na reunião. O grupo também quebrou várias cadeiras de plástico, o púlpito e roubou peças valiosas de quatro motos antes de esmagá-las.

Para impedir os cristãos de fugir, alguns membros de gangue correram para fora e atraiu o povo, gritando: “Os pastores cristãos estão espancando brutalmente as pessoas!”.

Quando o pastor Nguyen Cong Thanh, presidente da igreja, soube do ataque correu para a aldeia.

“Tudo o que podia fazer era chorar e, mesmo que eu quisesse, não conseguia evitar as lágrimas”, disse Thanh.

Nos últimos anos as políticas oficiais do Vietnã em relação à religião têm se tornado mais tolerante. No entanto, há fortes indícios de que autoridades policiais empregam gangues de ataques anticristãos para realizar atos semelhantes ao ataque a Igreja Batista Ágape. Os membros dessas gangues raramente são identificados.


Fonte: Portas Abertas

Nenhum comentário:

Postar um comentário