quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Pastor Silas Malafaia responde sobre fotos que supostamente o ligariam à maçonaria: “cambada de filhos do diabo”


O pastor Silas Malafaia afirmou que as montagens feitas com imagens dele apenas servem para promovê-lo, afirmando que as pessoas que fazem esses materiais são inimigas dele. “Eu tenho que dar risada dessa cambada de invejoso e filhos do diabo que não suportam ver a benção de Deus sobre a vida dos outros. Por um outro lado, apesar de tanta calúnia e difamação, eu vejo uma coisa positiva: os amigos nos fazem bem, mas são os inimigos que nos promovem”.

As declarações foram feitas ao site Verdade Gospel, em uma matéria que tinha como ilustrações as montagens feitas com imagens em que Malafaia aparece em situações inverídicas.
Em uma delas, o pastor aparece ao lado do “Spray Mata-Capeta” (piada de um site de humor) e em outra, ele aparece segurando uma suposta condecoração maçônica. Esta segunda foi desmentida com a veiculação da imagem verdadeira, feita quando o pastor recebia uma homenagem da Câmara dos Vereadores de Natal, Rio Grande do Norte. “Não é de hoje que tentam, através de vias mentirosas, dizer que sou maçom. Ironicamente, eu digo que para eu ser maçom, só se o grão-mestre é Jeová e a loja maçônica for a sede da Assembleia de Deus Vitória em Cristo”, diz Malafaia.

O pastor inclusive incentiva as pessoas que manipulam as imagens e cita uma passagem bíblica de Lucas: “O que seria de Moisés se não existisse Faraó? O que seria de Josué se não houvessem os povos inimigos em Canaã? O que seria de Davi se não houvesse Golias? O que seria de Daniel se não houvessem os príncipes invejosos? E mais, o que seria de Jesus se não houvesse a morte? Lucas 24:26 ‘Convinha que o cristo padecesse para que entrasse na sua glória’. Continuem a me difamar, caluniar, que Deus, pela sua infinita bondade, me abençoará cada vez mais”.

Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário