domingo, 26 de fevereiro de 2012

Filipinas: Pastor afirma que parou tsunami “em nome de Jesus”

Oração foi atendida e impediu tragédia maior

Quando um terremoto atingiu as Filipinas no início deste mês os deslizamentos de terra soterraram duas aldeias na ilha de Negros Oriental, ceifando a vida de mais de 50 pessoas. Muitas outras ainda estão desaparecidas. O desastre derrubou casas, pontes e outras construções da região.


Após o terremoto, as fortes ondas conhecidas como “tsunami” atingiram a província, varrendo mais de 100 casas. A igreja do Pastor Severino Fuentes não escapou das ondas. Ela agora está reduzida a um punhado de madeira, espalhadas por vários metros ao redor do terreno onde o templo permaneceu por 16 anos.


O pastor Fuentes não chorou de tristeza pela perda do prédio, mas sim de gratidão porque sua esposa e sua neta, que estavam sendo levados pela correnteza forte, sobreviveram. Ele disse que essa calamidade deu-lhe mais um propósito na vida.


“Eu não estou desistindo. Creio que Deus nos salvou para que possamos continuar a Sua obra”, disse à CBN News. “Tudo o que temos vem dele. Nossa vida, nosso intelecto, mas às vezes usamos isso para agradar o mundo”, explicou Fuentes. ”Tudo isso é um lembrete de que Deus é o Deus de toda a terra e Ele é o mais poderoso”.


O pastor Pio Ancol, da Assembleia de Deus local, contou que no meio daquela grande confusão, teve uma prova inegável do poder divino, Quando viu uma grande onda indo em direção à sua igreja, tomou uma atitude impensável.


“Eu dei uma ordem para aquela onda. Eu disse, ‘Pare em nome de Jesus e volte para onde você veio! A onda parou e voltou para o mar”, conta emocionado. O pastor acredita que a onda iria devastar seu vilarejo e Deus acabou impedindo uma tragédia ainda maior.


“A minha oração era “Senhor, salve as pessoas. Abra seus olhos espirituais. Deixe-os conhecer a verdade. Jesus Cristo é a verdade. Eu orei para que elas deem suas vidas para Jesus e que todas as pessoas possam servir somente a Ele”, disse Ancol.


Essa oração de Ancol também foi respondida, quando as equipes da Operação Bênção, ministério ligado à CBN Internacional, chegaram e montaram em sua igreja um posto de distribuição de alimentos e água potável.


O pastor aproveitou a oportunidade para compartilhar a palavra de Deus com as vítimas do terremoto que vieram pedir ajuda. No primeiro dia, mais de 200 pessoas oraram aceitando a Jesus Cristo como seu salvador.


O ministério distribuiu comida aos sobreviventes e também montou um programa de alimentação especial para 72 crianças subnutridas. Em breve, além de comida, haverá médicos e enfermeiros cristãos na área para ajudar as pessoas a se recuperarem da tragédia.


Fonte: Gospel Prime

Nenhum comentário:

Postar um comentário