terça-feira, 3 de abril de 2012

Cristãos refazem trajeto de Jesus na entrada em Jerusalém


Milhares de cristãos realizaram em Jerusalém no último domingo uma procissão relembrando a entrada de Jesus na cidade santa, o popular Domingo de Ramos atraiu peregrinos e palestinos cristãos, que deram um ar diferente às ruas da cidade, geralmente dominada pelo clima tenso dos conflitos. Em clima de alegria a procissão saiu da Igreja Betfaqué, que fica no monte das oliveiras, e terminou na Igreja de Santa Ana, refazendo o trajeto de Jesus na entrada em Jerusalém.

A multidão era composta por cristãos de várias partes do mundo, e a diversidade também era notória, latino-americanos e asiáticos deram ritmo e alegria à passeata, enquanto os europeus, mais sóbrios e reservados dedicavam-se à prece mais introspectiva. Porém, mesmo em clima de celebração, a indiferença entre israelenses e palestinos ainda era percebida, fiéis católicos da Cisjordânia precisaram de autorização especial do Exército israelense para participar da procissão.

Em clima de protesto, Xavier Abu Eid, porta-voz da Organização para Libertação Palestina – OLP, declarou à agência EFE, “Enquanto cristãos de todo o mudo podem fazer parte das cerimônias na Jerusalém ocupada, os palestinos cristãos, que são a comunidade cristã mais antiga do mundo, não têm a liberdade de fazê-lo.”. O Exército israelense informou que liberou mais de 20 mil autorizações aos cristãos da Cisjordânia, para que participassem do evento.

Mas, apesar das tensões políticas, a procissão ocorrer de forma tranquila, passando por vários locais por onde Cristo passou quando entrou em Jerusalém, desde o Monte das Oliveiras, passando pelo Vale do Cedrón até as antigas muralhas de Jerusalém.

Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário