terça-feira, 3 de abril de 2012

OS TELE-EVANGELISTAS, OS CAVALEIROS DO APOCALIPSE E A POBREZA NA BLOGOSFERA


Recebi um email de um Amigo, lamentando o empobrecimento dos temas e assuntos em nossos blogs evangélicos. Confesso que também tenho estado triste e desanimado com a falta de conteúdo em muitas matérias de nosso espaço na blogosfera. Estamos sofrendo há anos, desde as polêmicas da eleição da Presidenta Dilma e do arrefecimento das questões homo afetivas e kit gay, de uma escassez e de um esvaziamento de temas, proposições e significados nunca visto. Penso que isso tem a ver com os reflexos dessa onda de espetacularização do evangelho promovido pelos espalhafatosos tele-evangelistas, que já estão sendo chamados de os "quatro cavaleiros do apocalipse", anunciando a (falsa) paz, porém, trazendo guerra na mídia e nas igrejas, morte à sã doutrina e escassez da palavra. Os escândalos, sempre oriundos dos mesmos e de forma crescente, têm funcionado como anestésico, causando ausência de consciência e falta de sensibilidade no meio do povo de Deus.


A pobreza da blogosfera bem pode ser fruto do que se vê e ouve nos púlpitos de muitas igrejas hoje. Mensagens secularizadas, eivadas de Psicologia, Sociologia, Antropologia, Filosofia, Teologias e pouco, muito pouco espaço para a Mensagem da Cruz. Nessas igrejas não se fala do Calvário, do Sangue, da Morte Expiatória, da Vitória Sobre a Morte, da Ressurreição Gloriosa de Jesus, da Promessa de Sua Vinda. A Cristologia é rala, superficial, sob a defesa somente de Jesus é o Senhor, não se interessando por questões que aprofundem esse senhorio. Não se cogita a Doutrina da Salvação: Arrependimento, Conversão, Reconciliação, Justificação, Regeneração, Redenção, Adoção, etc. Não há espaço no contexto litúrgico para instrução acerca da Santificação, da Comunhão ou dos Dons Espirituais. Essas igrejas conhecem somente a linguagem do dinheiro, da prosperidade e da vitória, promovendo um evangelho altamente antropocêntrico e destituído de poder salvífico.


Vivemos de publicar escândalos nos últimos anos e o que isso tem mudado? Parece que nossa fraca voz nunca foi ouvida, posto que essas mega-igrejas, movidas pelo poder midiático e pelo dinheiro, prosperam e a disseminação desse evangelho pobre tem proliferado nos quatro cantos de nosso país.


A exemplo do meu Amigo que escreveu-me, também eu estou lamentando e desanimado. Os senhores que antes "batiam" na Rede Globo de Televisão (e a outras emissoras), estão se associando a ela para "promover" shows gospels. Aqueles que antes condenavam a programação da emissora carioca e denunciavam os adultérios, as mentiras, as traições e corrupção, agora terão que silenciar por causa do dinheiro global que vai alimentar suas contas bancárias e "sustentar" seus já poderosos impérios. Assim, o dinheiro, o poder, a fama, a influência midiática desses senhores vão calando aos poucos as vozes proféticas em nossa nação. Ademais, esses senhores vêm "comprando" tudo e todos com seus "talentos" para arrebanhar cantores e pregadores para suas equipes. Tendo um ministério centrado neles, reproduzem obreiros segundo a sua imagem e semelhança. Seus ministros são marionetes, que não escapam às manipulações, trejeitos e voz do manipulador ou ventríloquo, que embora, por vezes, não apareça em foco, facilmente se vê "o criador" na imitação barata de suas "criaturas".


Mas de que adianta falar tudo isso aqui se amanhã explodirá um novo escândalo e a denúncia causará a priori um frenesi espantoso para depois desencadear um sono profundo nos braços de Morfeu ou nos altares de Mamom. Essa teologia é alienante e marginaliza seus seguidores, todavia, os cristãos incautos dão cada vez mais ouvidos "aos cavaleiros" do evangelho que, prometendo paz, fazem guerra, trazem fome, escassez e morte.


Os verdadeiros cristãos deveriam se unir contra essa patifaria que aí está, envergonhando o sacrossanto evangelho de Jesus e denunciar os horrores e males que esses senhores têm trazido para o meio evangélico. Essa teologia é abominável aos olhos de Deus e tem afastado muitos do Caminho do Senhor. Pastores são chamados de ladrões nas ruas e nas praças públicas por causa desses inescrupulosos senhores e por causa deles está cada vez mais difícil convencer as pessoas sobre a Verdade do Evangelho. Se bem que estou me convencendo de que Karl Barth tinha razão ao dizer que o evangelho é a sua própria defesa, mas isso é assunto para outro dia.


E nós, editores de blogs, deveríamos buscar outros caminhos, outras alternativas, outras linguagens, outras figuras e temas que enriqueçam nosso já solapado espaço. Será que não estamos dando ibope demais a esses nomes que envergonham a Igreja? Que Deus tenha misericórdia e nos dê ânimo para continuar na lida.


Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

FONTE:BLOG DO PASTOR GUEDES

Nenhum comentário:

Postar um comentário