sábado, 14 de abril de 2012

Silas Malafaia tem encontro marcado no congresso com ativistas gays

(Foto: Vitória em Cristo via The Christian Post)


Programa do Silas Malafaia, Vitória em Cristo.

Silas Malafaia, conhecido por suas manifestações polêmicas em relação a gays, marcou um encontro que vem gerando muita expectativa. Ele terá uma reunião no congresso com ativistas dos direitos homossexuais no próximo dia 15 de maio.


Ainda sem muitos detalhes divulgados, a pauta do encontro será a relação entre evangélicos e gays.


Além de Silas, estará presente o presidente da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), Toni Reis.


O pastor fez novas declarações sobre o tema em seu programa exibido no último dia 8, pela emissora Record.


Com o título de homofobia e perseguição religiosa, ele insinuou que ao contrário do que dizem, são os homossexuais que perseguem os evangélicos.


Antes de dar início ao seu discurso, a fim de se defender de processos e pedidos de retratação, como já ocorreu anteriormente, ele apresentou a constituição federal e citou o artigo em que diz que a expressão de pensamento é livre, sendo vetado o anonimato.



A partir de então, ele começou a sua fala, afirmando que é preciso diferenciar homossexuais de ativistas gays.


Segundo Malafaia, homossexual todo mundo tem o direito de ser, mas os ativistas gays “se utilizam dos homossexuais para proveito de suas organizações não governamentais, para mamar grana do governo, para viver desse ativismo e querer dizer que o Brasil é um país homofobico”.


Ele disse ainda que a lei da homofobia não é uma lei para dar igualdade, e sim privilégios. O pastor explicou que já existem leis para caso de agressões, seja a vítima do sexo masculino ou feminino, e que criar uma lei específica para gays é dar privilégios. Assista a vídeo:




PorAna Araújo | Repórter do The Christian Post

Nenhum comentário:

Postar um comentário