sexta-feira, 22 de junho de 2012

Pastor Silas Malafaia nega informação de que a Avon teria suspenso venda de seus livros: “Marca dos ativistas gays, mentira e calúnia”


Pastor Silas Malafaia nega informação de que a Avon teria suspenso venda de seus livros: “Marca dos ativistas gays, mentira e calúnia”Após a divulgação da informação que a empresa de cosméticos Avon teria retirado os livros do pastor Silas Malafaia de seu catálogo, o líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo ironizou a informação em seu perfil no Twitter.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Malafaia afirmou que “há sites evangélicos comendo na mão de sites gays”, devido à ampla repercussão por parte desses veículos da notícia publicada pelo site A Capa.

O imbróglio começou com um abaixo-assinado de ativistas gays pedindo que as publicações do pastor fossem retiradas do catálogo de produtos da Avon.

A empresa, inicialmente se recusou a retirar os livros, afirmando que “um de seus mais importantes pilares é o respeito à diversidade, em todos os seus aspectos”.

Porém, no último catálogo lançado pela empresa, os livros do pastor não constam da lista de produtos disponíveis à venda.

Ao tomar conhecimento da notícia veiculada pelo site A Capa e pelos sites cristãos, o pastor publicou no Twitter seu comentário sobre o assunto: “Há sites evangélicos comendo na mão de sites gays, dizendo que meus livros foram retirados do catálogo de uma grande empresa de cosméticos. Marca dos ativistas gays: mentira e calúnia. Dizem que retiram meus livros de um grande catálogo. Hahaha”.


A empresa não divulgou nota comentando a retirada dos livros do pastor Silas Malafaia de seu catálogo.

Publicado por Tiago Chagas

Fonte: Gospel+


Nenhum comentário:

Postar um comentário