terça-feira, 3 de julho de 2012

Satanistas reclamam de preconceito religioso

 Depredação da casa de membros da igreja de Satanás vira caso de polícia
Satanistas reclamam de preconceito religioso
Luigi e Angie Bellaviste são um casal de satanistas norte-americanos moradores de Denver, Colorado. Em frente a sua casa decorada com uma árvore de Natal toda pintada de preto, crânios humanos, aranhas, pentagramas e o número 666 havia um cartaz que dizia “Vote em Satanás”.

Alguns dias atrás, o cartaz foi arrancado e agora eles alegam estarem sendo vítimas de preconceito religioso e exigindo a intervenção da polícia no que classificam como “crime de ódio”.

Membros da Igreja Satanista de sua cidade, eles alegam serem praticantes, frequentando as reuniões e lendo sua bíblia satanista regularmente. Isso estaria incomodando alguns de seus vizinhos da cidade de maioria cristã.

Luigi declarou ao canal CBS “Sinto que estejamos sendo tratados de maneira injusta, porque nossa religião não é a majoritária”. Angie acrescentou: “Conheço muitas pessoas que têm imagens da Virgem Maria e toneladas de itens sobre Jesus, com frases como ‘Eu amo Jesus’. Então, qual é a diferença?”.

“Se fosse uma estrela de Davi ou um verso do Alcorão, ou algo de outra crença que fosse danificado, certamente a polícia iria dizer que foi um crime de ódio”, finalizou Luigi.

A maioria dos vizinhos defende o direito do casal colocar o que bem entender na frente de sua casa. “Cada um segue sua religião, qual é a diferença?”, declarou um deles.

Até o momento a polícia não identificou os culpados, mas as investigações continuam.

Traduzido de CBS Denver

por Jarbas Aragão

http://noticias.gospelprime.com.br/satanistas-reclamam-de-preconceito-religioso/

Nenhum comentário:

Postar um comentário