sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Cristãos mostram força contra ´casamento` gay

Boicote contra rede de fast-food nos EUA por seu presidente declarar-se contra ‘casamento’ gay leva multidão de cristãos a lotarem as mais de mil unidades no país




Cristãos mostram força contra ´casamento` gay Os cristãos nos Estados Unidos deram uma demonstração de força nesta semana. Tudo começou quando foi noticiado que o presidente da rede de fast-food Chick-Fil-A, o evangélico Dan Cathy, afirmou que “o casamento, segundo a Bíblia, é apenas entre um homem e uma mulher” e que, por isso, “Deus poderá punir os Estados Unidos por causa do apoio ao ‘casamento’ homossexual”. A declaração foi considerada “absurda” e “homofóbica” pelas militâncias gays e progressistas nos Estados Unidos, que incitaram protestos em todo o país contra a Chick-Fil-A, que mantém mais de mil unidades em todos os Estados Unidos. Porém, o tiro saiu pela culatra.

Os prefeitos democratas de Boston, Chicago e São Francisco ameaçaram fechar as unidades da Chick-Fil-A nessas cidades. Porém, em poderosa contrapartida, o pastor batista licenciado Mike Huckabee, ex-governador de Arkansas e ex-postulante da candidatura à Presidência dos EUA pelo Partido Republicano, fez uma apelo a todos os cristãos nos Estados Unidos que apoiavam o posicionamento de Cathy que dessem uma demonstração de apoio, tornando a quarta-feira, 1 de agosto, o “Dia de Valorização”, no qual as unidades da Chick-Fil-A em todo o país seriam tomadas por cristãos para comprar os seus produtos. O resultado foi impressionante: filas se formaram em frente às filiais da Chick-Fil-A, que anunciou ontem, quinta-feira, pela manhã, que os cristãos que acorreram ao restaurante para o “Dia de Valorização” levaram a empresa a “um dia sem precedentes, com recorde de vendas em sua história”. Segundo Cathy, os funcionários mal puderam atender à clientela cristã, que em algumas cidades chegou a esgotar os produtos da Chick-Fil-A.

“Estamos muito gratos e humildes pela participação incrível de clientes fiéis da Chick-Dil-A em 1 de agosto em nossos restaurantes em todo o país. Parabenizamos os proprietários e operadores membros da Chick-Fil-A e as suas equipes por terem lutado para servir a todos os clientes com hospitalidade genuína”, disse a companhia em um comunicado de ontem pela manhã. “Apesar de não termos como divulgar ainda números exatos de vendas, podemos já adiantar e confirmar os relatos de que foi mesmo um dia de recorde”.

Mike Huckabee afirmou em entrevista à Fox News que “o comparecimento foi além de qualquer coisa que eu poderia ter imaginado”. Huckabee disse ainda que a chamada para um “Dia de Valorização” foi uma resposta ao que ele descreveu como “bullying econômico” por pessoas que tentam colocar Cathy “fora do negócio”.

Os protestos contra Cathy, inclusive de três prefeitos que ameaçaram não manter os restaurantes da rede em suas cidade, se mostraram em choque com a maioria, já que, em contrapartida ao apelo de Huckabee, militantes do movimento homossexual e progressistas nos EUA programaram para o mesmo dia protestos à frente dos restaurantes da Chick-Fil-A, mas pouquíssimas pessoas apareceram. Enquanto isso, os restaurantes estavam lotados de clientes e as filas se estendiam pelas ruas.

“Foi algo além de qualquer coisa que eu poderia ter imaginado”, disse Huckabee à Fox News. “Cada um dos restaurantes que contatei relataram recordes e vendas históricas ontem. Um monte deles esgotou seu estoque de frangos antes do final do dia”, completou.

Os críticos da Chick-Fil-A ainda argumentaram que a oposição da empresa ao “casamento” gay vai bem além de declarações de Cathy. Segundo eles, ao longo dos anos, seu braço filantrópico, a WinShape, doou milhões de dólares para organizações que ativamente fazem lobby contra os esforços para legalizar o “casamento” homossexual. Só que Cathy nunca negou isso e nem se constitui ilegalidade tal atitude. Além disso, Huckabee lembra que “quando estou fazendo negócios com qualquer empresa, não estou comprando suas políticas. Estou comprando o seu produto”. E ainda brincou, lembrando que não apenas a militância gayzista estava com raiva pela mobilização cristã: “Na verdade, eu acho que as galinhas também não estavam muito felizes, porque elas realmente deram suas vidas em massa nesse dia”.
Da Redação do CPADNews com informações da Fox News



Nenhum comentário:

Postar um comentário