quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Pela prevenção à criminalidade, Sociedade Bíblica lança campanha que propõe troca de armas por Bíblias

 Publicado por Tiago Chagas
Pela prevenção à criminalidade, Sociedade Bíblica lança campanha que propõe troca de armas por BíbliasA Sociedade Bíblica da República Dominicana lançou uma campanha em que oferece a troca armas, de fogo, brancas ou qualquer outra classificação, por Bíblias.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Existe no país, de acordo com informações do site Protestante Digital, uma estatística que aponta para um dado alarmante: para cada arma existente, acontece uma morte violenta.

Baseada nessa informação, a Sociedade Bíblica desenvolveu o projeto Bíblia por Armas, e a campanha de divulgação da iniciativa se utiliza do mote de que os que realizarem a troca sairão ganhando.

-Armas e facas trazer a morte, mas a Bíblia traz vida, e é tão poderosa, que poderia ser considerada uma arma, mas a arma que traz a vida ao máximo! Penetrando as juntas e medulas do ser humano, ela julga os pensamentos e intenções do coração e transforma vidas – diz o texto de divulgação da campanha.

A campanha foi lançada recentemente e ainda não há dados divulgados sobre quantidade de armas coletadas e trocadas por Bíblias. O prazo de vigência da iniciativa também não foi divulgado pela Sociedade Bíblica da República Dominicana.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Ciente de seu papel junto à sociedade, o Gospel+ disponibilizou um espaço voltado para divulgação de projetos sociais focados em ajudar ao próximo.

Acreditamos que a transformação da sociedade acontece não só através da palavra, mas também de ações efetivas e eficazes, com demonstração de amor ao próximo.

Se você conhece ou desenvolve um projeto social que precise de divulgação, entre em contato conosco através do endereço redegmais.com.br/contato e nos conte! Informe as áreas de atuação, formas de colaboração, meios de contato e visitas, para que possamos colaborar e servir ao Pai, servindo a seus filhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário