quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Cristãos capelães oferecem apoio às vítimas do furacão Sandy

Os capelães são especialmente treinados para lidar com situações de crise


Capelães cristãos estão oferecendo apoio espiritual nas comunidades afetadas pelo furacão Sandy.
 

Cristãos capelães oferecem apoio às vítimas do furacão Sandy Equipes de Resposta Rápida Billy Graham foram mobilizadas para vários locais em toda a zona do desastre no nordeste dos EUA.
 
Mais de 40 pessoas foram mortas pela tempestade, incluindo 22 em Nova York, e muitas casas ainda estão sem energia.
 
Capelães estão vindo de todo os EUA para servir nas equipes de Resposta Rápida, que estarão inicialmente em Nova Jersey e na Filadélfia.
 
Os capelães são especialmente treinados para lidar com situações de crise e só recentemente foram retirados da Louisiana após o furacão Isaac ano passado.
 
Jack Munday, diretor internacional da Equipe de Resposta Rápida Billy Graham disse: "Infelizmente, parece que os piores temores se concretizaram e milhões de pessoas estão sofrendo como resultado do furacão Sandy”.
 
"Eu não tenho certeza de que há palavras que possam descrever o tamanho do desastre. Nós vamos fazer tudo o que podemos em face desta catástrofe para oferecer cuidados emocionais e espirituais e dar esperança e compaixão em Jesus Cristo".
 
O Exército de Salvação está servindo também nas comunidades afetadas. Ele diz que é "preparado para uma resposta a desastres de longo prazo e operação de recuperação".
 
Kits de hidratação, alimentação e limpeza estão sendo entregues e cantinas móveis.
 
Em Nova York, o Exército da Salvação tem sido apontado como a principal agência de prestação de alimentos em abrigos da cidade de emergência.
 
A Visão Mundial está respondendo com kits de socorro e operações de assistência de limpeza. O ministério foi capaz de continuar sua prestação de ações de emergência apesar de um terço do estoque do armazém de Nova York ter sido destruído pela tempestade.
 
Tim Reeve, gerente-geral do escritório da Visão Mundial em Nova York, disse: "A plataforma de carregamento está preenchido com cerca de quatro a cinco metros de água agora. "O rio leste, que está no fim da nossa rua, começou a vir para dentro do prédio. Há caixas e restos por todo o lugar".
Fonte: Christian Today/Redação CPADNews
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário