quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Familiares confirmam identidade do casal encontrado carbonizado no 5º Distrito

Foto: Arquivo pessoal
Renato Ehlert e Jaquelaine Beier Ehlert moravam no município de Cristal
Atualizada às 18h20:
Polícia encontrou marcas de sangue e sinais de luta corporal na casa onde morava o casal
Familiares confirmaram na tarde desta segunda-feira (24) que as duas pessoas encontradas carbonizadas em um carro na localidade da Armada, 5º Distrito, são mesmo do casal Renato Ehlert e Jaquelaine Beier Ehlert, conforme suspeitava a Polícia Civil.

Os policiais de Canguçu viajaram cerca de 80 quilômetros até a divisa com o município de Cristal para averiguar um Volkswagen Gol ano 2009, encontrado consumido pelo fogo.

O casal estava desaparecido e, na casa onde moravam, no município vizinho, os policiais encontraram marcas de sangue e sinais de luta corporal. De acordo com a Polícia, os moradores da região descreveram Renato e Jaquelaine como “um casal sossegado, que frequentava a igreja e não tinha filhos”.

O veículo foi encontrado em uma estrada principal, próximo do CTG Sentinela da Armada. No porta-malas estava um dos corpos carbonizados. O outro estava no banco traseiro. O que restou após o fogo não permitiu que a Polícia e Instituto Geral de Perícia (IGP) identificassem as vítimas.

- A Perícia vai trabalhar na identificação das vítimas. Inicialmente, houve dificuldade no recolhimento da arcada dentária e do cabelo, por exemplo. A carbonização deixou poucos vestígios – disse o inspetor da Polícia Civil, Leonardo.

Antes mesmo de sair o resultado da perícia, familiares já demonstravam surpresa pela trágica morte do casal.

- Esse casal nos deixou um vazio em nossos corações, mas também um sentimento de vida, de amor a Deus!! Saudades eternas! – escreveu Tiago Raubach Ehlert no Facebook.

> Veja abaixo fotos do carro carbonizado:

Crimes semelhantes, um ano depoisEm dezembro de 2011, os irmãos Rafael e Felipe Peixoto Picanço foram encontrados carbonizados na ERS-706, no município de Cerrito. Um deles estava amarrado e com um saco plástico na cabeça. O outro havia sido espancado.
Veja mais imagens:


http://www.cangucuonline.com.br/index.php?menu=noticia&categoria=9&noticia=5433

Nenhum comentário:

Postar um comentário