terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Cristãos indianos são alvos de violentos ataques no país



Polícia foi chamada até o local e detiveram o pastor e outros cristãos


Cristãos indianos foram alvos de 140 ataques de violência em 2011, incluindo assassinatos, assaltos, ataques com fogo e destruição de propriedades.

A Congregação Evangélica da Índia (EFI, sigla em inglês), registrou os ataques anticristãos em seu relatório anual de perseguição.

O secretário-geral Reverendo Dr. Richard Howell afirmou: “A comunidade crista na Índia continua a sofrer em nome do serviço e testemunho pelo Senhor Jesus. Com 140 incidentes mais graves contra a comunidade em 2011, têm-se como pontos principais os direitos das minorias e a liberdade religiosa”.

Muitos dos incidentes envolvem a violência por parte dos extremistas hindus que acusam os cristãos locais de converteras pessoas forçadamente. Geralmente, as autoridades, ao invés de rastrear os agressores, tomam medidas contra os cristãos.

O Estado de Karnataka, localizado na região Sul, foi o mais afetado e 49 ataques foram registrados nessa região.

Em um dos incidentes, cerca de 20 hindus extremistas interromperam um culto de Domingo que acontecia na casa de um cristão em Bagalkot, Mudhol, no dia 21 de agosto. Eles atacaram a congregação e violaram o pão e o vinho da comunhão.

Eles bateram no pastor acertando-o no rosto e perdendo um dente, arrastaram-no para o lado de fora da casa e o prenderam a uma árvore. A polícia foi chamada até o local e detiveram o pastor e outros cristãos. O pastor foi acusado posteriormente.


Fonte: Portas Abertas

Pastor do Ministério Internacional da Restauração morre em engavetamento de carros na Flórida

Outras nove pessoas morreram neste acidente, sendo que quatro delas eram da mesma família do pastor, incluindo esposa e uma de suas filhas
















Pastor José do Carmo Jr. e sua esposa Adriana



No último domingo, 29, um acidente em Gainesville, na Flórida, Estados Unidos, matou cinco brasileiros que eram membros da Igreja
que saíram da Geórgia para participarem de uma conferência evangélica.

Entre as vítimas fatais estão o pastor José Junior do Carmo, sua esposa Adriana, a filha Letícia, o irmão do pastor também chamado de José e, sua esposa, Rose. Apenas a filha do pastor do MIR em Atlanta, Lidiane, de 15 anos, sobreviveu, mas está internada em um hospital de Gainesville.

O acidente foi provocado por um engarrafamento que fez com que 10 carros de passeio e pelo menos cinco veículos pesados se chocassem deixando 10 pessoas mortas e ao menos 21 feridas, segundo informou o site do jornal “The Gainesville Sun”.
Duas minivans com membros do Ministério Internacional da Restauração participaram da III Cell Vision Conference, evento realizado em Orlando entre os dias 26 e 28 de janeiro.

Da igreja de José Júnior foram 19 pessoas, sendo que 14 estavam divididas em duas vans voltando para Atlanta quando se envolveram no acidente, já as outras cinco voltariam no dia seguinte. A van maior, que levava nove brasileiros, também colidiu, mas não houve vítimas fatais.


O acidente pode ter sido provocado devido à falta de visibilidade na estrada já que um denso nevoeiro chegou a ser o motivo da Patrulha de Estradas da Flórida interditar a região.

Horas depois as pistas foram abertas, mas uma fumaça vinda de um incêndio próximo ao local do acidente poderia ter prejudicado a visão dos motoristas mais uma vez.

Com informações G1

gospel prime

Pesquisa revela que a fé desenvolve auto-controle e paciência




Pesquisa revela que a fé desenvolve auto-controle e paciência – Um estudo desenvolvido pela Universidade de Queen, no Canadá demonstrou que a fé pode desempenhar um papel prático sobre o pensamento. Entre as características comportamentais atribuídas a quem pratica uma religião está o autocontrole, paciência e habilidades para lidar melhor com o desconforto.

O estudo, que foi publicado na revista Psychological Science, ligada à associação norte-americana de Ciência Psicológica, foi realizado pelo psicólogo Albert Lee e professores da Universidade Queen, Jill Jacobson e Li-Jun Ji.

Em uma atividade prática em que os participantes tiveram que desembaralhar sentenças contendo palavras com orientação religiosa, pôde ser verificado que a influência de ideias ligadas à religião mostrou melhores resultados de autocontrole.

Os participantes tiveram que desembaralhar sentenças formadas por cinco palavras. Algumas frases versavam sobre temas religiosos, e outras não.

Depois de reconstruírem as sentenças, os voluntários realizaram várias tarefas que exigiam autocontrole, como ficar em situações desconfortáveis, retardar o recebimento de gratificações, exercer paciência e refrear respostas impulsivas. Aqueles que desembaralharam as frases com conteúdo religioso demonstraram significativamente maior autocontrole.

“Até agora, eu acreditava que a religião era só uma questão de fé, as pessoas tinham pouco uso prático para ela”, disse o pesquisador Kevin Rounding em um comunicado. “Esta pesquisa sugere que a fé realmente pode ter uma função muito útil para a sociedade”.

Outro experimento que demonstrou o nível de esforço e controle pessoal foi a que orientou os participantes a beber porções de uma bebida de gosto desagradável, sem ser revelado o que era exatamente. Para cada onça de bebida, seria pago um centavo, de acordo com o jornal Toronto Sun.

“Esse número foi usado como medida do auto-controle, com o aumento do consumo representando o esforço e domínio pessoal.

Os pesquisadores puderam auferir que no grupo de pessoas expostas a uma crença, elas beberam sete copos de suco de laranja com vinagre. Já aqueles em um grupo neutro beberam uma media de quatro copos.

“Nossa descoberta mais interessante foi que os conceitos religiosos são capazes de realimentar o autocontrole depois que ele foi consumido por outra tarefa não-relacionada”, interpretou Rounding.

“Em outras palavras, mesmo quando nós prevíamos que as pessoas seriam incapazes de exercer autocontrole, depois de completar a tarefa relacionada à fé eles desafiaram a lógica e foram capazes de se controlar”, completou.

Os resultados dos testes permitiram que o estudioso concluísse que há uma relação entre fé e as atividades práticas.

“Esta pesquisa realmente sugere que a fé tem uma função muito útil na sociedade. As pessoas podem se voltar para a ela não apenas buscando a transcendência, por medo da morte e pela vida após a morte, mas também para questões práticas enquanto estão vivas”, concluiu.

Com informações: Christian Post / Via CPADnews




COPIADO DE: AMIGOS DE CRISTO

Garoto peruano carrega feto

Isbac Pacunda, de 3 anos, carrega um feto de 700 gramas no abdômen.
Caso pode acontecer uma vez a cada 500 mil nascimentos, dizem médicos.




Um garoto de três anos de idade vai passar por uma cirurgia no Peru para retirada do feto de um irmão gêmeo, que ficou alojado dentro de sua barriga.

A operação no jovem Isbac Pacunda estava marcada para esta segunda-feira (30), após exames de tomografia e ecografia terem detectado o feto de 700 gramas e 25 centímetros de tamanho.

Para os médicos que cuidam do caso, a chance de um feto acabar dentro do corpo do irmão gêmeo é de 1 a cada 500 mil nascimentos.


Leonidas Pacunda com o filho Isbac, que carrega
um feto no abdômen. (Foto:Karel Navarro/AP Photo)



Segundo Carlos Astocondor, cirurgião pediatra que participa dos cuidados ao jovem peruano, casos como o de Isbac acontecem quando o óvulo fecundado está se formando e antes do início da criação do embrião.
O feto dentro de Isbac não chegou a desenvolver cérebro, coração, pulmões ou intestinos, mas possui couro cabeludo no crânio, ossos de membros superiores e inferiores e ossículos nas mãos e nos pés.
O pai do garoto, Leonidas Pacunda, saiu com o filho de Ajachin, uma comunidade de índios aguarunas na região amazônica de Loreto, e viajou por 375 quilômetros até a cidade de Chiclayo, capital da região de Lambayeque, a 660 quilômetros a noroeste de Lima.
Há três anos, os responsáveis pelo parto de Isbac disseram a Leonidas que ele seria pai de gêmeos, mas o agricultor nunca chegou a entender o que havia acontecido com o outro filho. Nenhum feto havia sido detectado no corpo de Isbac até Leonidas resolver levar o jovem até o Hospital Las Mercedes, em Chiclayo.


fonte>G1

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Presidente da Argentina é curada de câncer e agradece a Deus

Médicos classificaram resultados dos exames como “milagre”













Presidente da Argentina é curada de câncer e agradece a Deus

Logo no início do ano, Antonio Vázquez, considerado “o maior bruxo do México”, anunciou, entre suas previsões para 2012, que os diagnósticos de câncer nos líderes sul-americanos são fruto de uma “bruxaria”.

Vázquez lembrou que Hugo Chávez, presidente da Venezuela, o ex-presidente do Brasil, Luis Inácio Lula da Silva, o líder paraguaio, Fernando Lugo e a presidente da Argentina, Cristina Kircher, têm sofrido com a doença nos últimos anos.

Na mesma época, o Centro Nacional de Oração da Argentina convidou todos os evangélicos a orarem pela saúde da presidente Cristina Fernández de Kirchner que seria operada nos primeiros dias de janeiro para retirar um câncer na tireoide.

Intercessores evangélicos foram para frente do Congresso de La Nación, que é o centro político, religioso e econômico da Argentina. Em um comunicado, o presidente da organização, Alejandro Rodríguez pediu que todos evangélicos orassem para que “o Senhor possa vir de forma pessoal e agir através dessa situação”.

De modo similar, a Igreja Cristã Aliança Evangélica da Argentina, conclamou publicamente seus membros para orarem pela saúde da presidente.

Durante uma entrevista coletiva, dia 25 de janeiro, a presidente chorou e agradeceu a todos que apoiaram e torceram por sua recuperação. Ela reconheceu as correntes de oração feita pelas igrejas evangélicas do seu país

“Quando o médico me disse que não haviam encontrado células cancerígenas (na tireoide removida), foi a única vez que chorei”, disse Cristina, revelando os detalhes do que aconteceu em seu quarto no Hospital Austral de Pilar, três dias após a intervenção dos cirurgiões.

Ela disse ainda que o cirurgião-chefe Pedro Saco considerou “um milagre” que a análise de carcinoma da tiroide não mostrou vestígios do que havia aparecido nos estudos pré-cirúrgico. Ou seja, a presidente está livre do câncer.

Cristina Kirchner convocou a imprensa para mostrar pela primeira vez a cicatriz de vários centímetros em seu pescoço. Seu relato teve emoção combinada com gratidão aos que demonstraram seu apoio durante este episódio que marcou o início de seu segundo mandato na Casa Rosada.

“A presidente da nação é grata a Deus e a todo o povo da Argentina pelas bênçãos recebidas”, finalizou a mandatária argentina. Depois de ler o relatório médico, Cristina Kirchner recebeu alta médica e foi de helicóptero com seus filhos Florence e Max, para a residência presidencial em Olivos.

Vários mensagens de evangélicos nas redes sociais não tardaram em afirmar que o “milagre” que os médicos reconheciam era o agir de Deus em prol da presidente e uma resposta às orações.

Traduzido e adaptado de Protestante Digital


FONTE: GOSPEL PRIME

Pastor Silas Malafaia critica decisão do prefeito de Guarulhos em cassar licença do mega templo da Igreja Mundial


Na última semana o prefeito de Guarulhos cassou a licença, anteriormente concedida à Igreja Mundial do Poder de Deus, para funcionamento de seu mega templo na cidade. A decisão foi tomada por falta de um laudo do Corpo de Bombeiros.

Diante da decisão do governo municipal de Guarulhos o Pastor Silas Malafaia criticou o prefeito e afirmou que a decisão é incoerente e ainda acusou o prefeito de perseguição religiosa: “A incoerência desse prefeito se dá pelo fato que o mesmo liberou o funcionamento do templo e depois da pressão da mídia, devido à confusão do trânsito na inauguração, este prefeito covarde e perseguidor da igreja vem fazer exigências que não tinha feito anteriormente”, criticou Malafaia.

“Imagine fechar tudo que em seu dia de inauguração cause confusão. Ou qualquer mega evento que traga transtorno. Não teríamos futebol, carnaval, shows, cruzadas, marcha gay, marcha para Jesus, comícios políticos e etc.”, ironizou o pastor fazendo referência ao caos causado no trânsito das proximidades do mega templo no dia de sua inauguração.

De acordo com o Guarulhos Notícias o pastor finalizou sua manifestação sobre o caso dizendo que os evangélicos da cidade devem pressionar o governo contra a decisão: “Espero que os evangélicos de Guarulhos façam pressão sobre este prefeito do PSDB. Vamos dar uma resposta, não somente a este, mas a todos os políticos que, de maneira incoerente, agem contra a igreja evangélica”.

Fonte: Gospel+

Deputado gay Jean Wyllys afirma que pastores evangélicos brasileiros têm as mãos sujas de sangue


Depois de atacar a igreja Católica afirmando que o papa Bento XVI é um “genocida em potencial”, o deputado militante da causa LGBT, Jean Wyllys (PSOL-RJ), acusou pastores brasileiros como Silas Malafaia de ter as mãos sujas de sangue por causa da morte de homossexuais no país.

Na última sexta feira o deputado concedeu uma entrevista ao jornal britânico The Guardian na qual comparou sua luta pela causa LGBT no país com a saga de Dom Quixote de La Mancha. Dom Quixote é um personagem criado por Miguel de Cervantes conhecido na literatura por sair em uma aventura, com uma visão distorcida da realidade, para viver um romance de cavalaria.

O deputado afirmou que sua luta em torno da causa LGBT “é uma batalha difícil de combater”, mas ressaltou que essa seria sua vocação: “Mas esta é a minha vocação. Minha vocação. Eu sinto que eu preciso para estar aqui”, destaca Wyllys.

Wyllys disse ao jornal que faz parte da linha de frente de uma briga cada vez mais venenosa com uma legião de pastores evangélicos radicais. Ele afirmou também que a reputação do Brasil, como uma nação arco-íris aberta e tolerante, é prejudicada pela agitação dos pastores que realizam exorcismos de lésbicas e gays.

O jornal britânico afirmou que ‘radicais da direita religiosa’ odeiam Jean Wyllys, e acusa religiosos, como o pastor Silas Malafaia, de atacarem o parlamentar com mensagens depreciativas.

Wyllys, que é umbandista, disse que “as mãos de Silas Malafaia e desses outros pastores estão cobertas de sangue: ‘o sangue dos homossexuais que morrem em vítimas no Brasil, por ‘homofobia’.” O parlamentar se referia à oposição das lideranças cristãs em relação à mudança da Constituição Federal para permitir o casamento gay.

Fonte: Gospel+

Amor Eterno

Apenas um video que fala do amor que dura por toda uma vida. Que cada um o assista e seja tocado conforme sua trajetória pessoal e sua fé.


Obrigado, Lelê Figueiredo, por enviar o vídeo. Você me deve um lenço.


Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Autor do Texto: Maurício Zágari
Vídeo: Youtube

---


domingo, 29 de janeiro de 2012

Pastor é executado a tiros em frente de sua Residência em Campina Grande. Dupla é procurada


Um pastor da Igreja Assembléia de Deus foi executado com 7 tiros de revólver calibre 38 na tarde deste sábado, em Campina Grande. O crime aconteceu na Rua Tomé de Souza, entre os bairros de José Pinheiro e Monte Castelo.

Segundo informações da Polícia Militar em Campina Grande, o pastor Geraldo Lemos, de 30 anos, estava pintando alguns objetos em sua residência por volta das 13h00, quando dois homens se aproximaram em uma motocicleta e começaram a disparar. A vítima ainda tentou correr, mas não conseguiu e acabou caindo no meio da rua.


Depois do crime, os bandidos fugiram rapidamente e o pastor ainda foi socorrido para o Hospital de Traumas Dom Luiz Gonzaga Fernandes, mas não resistiu aos ferimentos e morreu cerca de 10 minutos depois.


A Polícia faz rondas na região da Zona Leste de Campina Grande para tentar identificar e prender os assassinos, no entanto, até agora, ninguém foi capturado.


Os motivos para o homicídio ainda não foram revelados e o caso agora será acompanhado pelos delegados Francisco de Assis Silva e Cassandra Maria Duarte, da Especializada neste tipo de delito.




fonte:Correio da Paraíba

Você é Ovelha ou é Bode?

Ovelhas
Desculpe-me fazer esta pergunta para você, mas a coisa tá muito seria, e nós precisamos fazer uma autocritica de nós mesmos. 

A situação é a seguinte: muitos se intitulam ser ovelhas de Jesus, mas são bodes do diabo. Como podemos saber que isto é verdade? Pelo seu testemunho de vida e de trabalho. As ovelhas são dóceis, mansas, humildes e obedientes, já os bodes são rudes, agressivos, gostam de dar cabeçadas naqueles que a cuidam. 
Bodes

Fomos chamados para apascentar ovelhas e não entreter bodes. O crente ovelha se sacrifica, se entrega, se dá. A ovelha quando esta sendo atacada pelos lobos ela se dá como morta, prende a sua respiração para que os lobos são a sintam com vida, e logo, como são vorazes e carnívoros e gostam de comer a sua presa quando a matam, vão embora. O bode sai correndo no maior desespero de vida, e acaba morrendo de um jeito ou de outro. 

A ovelha é levada para o matadouro e não abre a sua boca (Is 53.7). O crente bode abre o bocão e não leva desaforo pra casa, morre com Saddam amaldiçoando os seus inimigos. 

O crente ovelha escuta e guarda no seu coração todas as coisas. O crente bode mal escuta já sai falando para todo mundo. O crente ovelha é pudente, o crente lobo é tolo e estúpido. 

Existe uns “crentes ovelha” de nossa senhora, que são uns caladinhos, umas coisinhas tão bonitinhas, tão jeitosinhas, aparentemente, mas cuidado para não tocar neles, pois podem manifestar a sua verdadeira fase de bodes, e em muitos casos até de lobos. 

O crente bode é falso, covarde, vingativo, insensível e muito perigoso, daí para se transformar num lobo é só um pulo. Já O crente ovelha é verdadeiro, honesto, não guarda magoa, nem desejo de vingança no seu coração. Por mais que seja ofendido, jamais ofende alguém. 

O crente ovelha ora, o crente bode “reza”. O crente ovelha Jejua, o crente bode é glutão. O crente ovelha adora a Jesus, o crente bode adora a si mesmo. O crente ovelha louva a Deus, o crente bode canta para os seus males espantar. A crente ovelha entrega os seus dízimos e ofertas, o crente bode empresta para Deus. O crente ovelha Serve o crente bode que ser servido. O crente ovelha trabalha o crente bode dá trabalho. 

O crente bode não obedece ninguém, nem pai, nem mãe, nem marido, nem esposa, nem líder e pastor; esses dois últimos é que ele tem mais raiva. Ele diz assim: “tô ouvindo, mas não tô escutando, tô vendo, mas nem me importo, tô nem ai! 

O crente ovelha se apresenta para fazer o serviço, sem que tenha que receber algum tipo de recompensa ou mérito, o que realiza não o faz para se mostrar e nem para aparecer. Faz porque entendeu pela bíblia QUE É OVELHA DE JESUS CRISTO e não de nossa senhora. 

O que você é de verdade ovelha ou bode? 

Se não quiser responder fique a vontade! Você não é obrigado a provar nada para ninguém, mas se tiver coragem de sua resposta.

Não sou o dono da verdade, e sim Jesus. 

Se falo, não é por mim, mas por aquele que me inspira a falar, Jesus.
Se não gostarem, reclame com Deus! 

To só começando!

Pr. Edmundo

sábado, 28 de janeiro de 2012

Haiti experimenta um avivamento dois anos após terremoto

Centenas de haitianos estão abandonando o vodu depois de conhecer a Cristo

Dois anos depois de um terremoto devastador ter atingido a ilha do Haiti e matado cerca de 300.000 pessoas, o cristianismo está rapidamente substituindo o vodu na vida do povo, revela um missionário.

De acordo com os estudiosos, no Haiti existe uma estranha fusão de crenças. Embora quase 80% das pessoas afirmem ser
católicas, e 16% afirmam ser evangélicas, estima-se que mais da metade da população ainda pratica o vodu.

No entanto, uma série de missionários e organizações de caridade cristãs que foram para a nação caribenha ajudar os milhões de necessitados em 2010, estão contribuindo para um número crescente de conversões.

Um desses grupos é a Haiti Fundation of Hope [Fundação Esperança do Haiti], ONG cristã que atende as necessidades físicas, emocionais e espirituais das pessoas nas comunidades rurais empobrecidas do norte do Haiti. Desde que chegou ao país, a ONG criou uma série de programas comunitários de saúde nas aldeias locais e viu, com isso, muitas pessoas abandonando o vodu e encontrando a Cristo.

“A crença religiosa mais comum do Haiti há 200 anos é o vodu. Trazido da África, essa forma de bruxaria foi integrada ao catolicismo. A minha experiência é que, quando os haitianos conhecem o amor de Cristo, logo abandonam as práticas do vodu”, disse Linda Markee, secretária-executiva da Fundação que vive há dois anos na ilha.

“Depois do terremoto, especialmente, as pessoas começaram a procurar pelo Senhor. Todo mundo que mora no Haiti sentiu o terremoto… A maioria das pessoas que estavam seguindo o vodu sabem agora que seus deuses não têm poder . Perceberam que eles não ganham nada com o vodu, Quando os cristãos vieram trabalhar aqui, nas diferentes aldeias, algumas mudanças aconteceram rapidamente”, completou.

Markee ressalta que mesmo que os evangélicos estejam crescendo no país, ainda existem muitos conflito entre os missionários e as pessoas que não querem que essas mudanças ocorram. “O conflito surge com os feiticeiros, não com as pessoas da nossa aldeia. Uma das coisas que nós começamos e deu certo foi um programa de saúde da comunidade. Tínhamos 10 trabalhadores comunitários na área da saúde em três aldeias bastante próximas entre si… No ano passado, uma mulher que acabara de dar a luz sofria com uma infecção grave e estava morrendo… o bebê também, porque ela não tinha leite, e eles estavam definhando na cabana de um feiticeiro… Nossos agentes de saúde ouviram falar sobre isso, foram até lá e tiveram de enfrentar o feiticeiro.

Nos últimos anos, ninguém tinha coragem de enfrentar os feiticeiros. Todos tinham medo. Mas eles falaram com ele e disseram que a mulher precisava ir a uma clínica, ou iria morrer “, conta.

“Finalmente, o feiticeiro disse: ‘Tudo bem, mas se você sair daqui vai morrer.” Os trabalhadores, no entanto, levaram a mãe e o bebê a um hospital, onde deram-lhe antibióticos. Eles sobreviveram e hoje frequentam a igreja”, finaliza.

De acordo com a missionária, há um verdadeiro avivamento no Haiti, pois todos foram afetados pelo testemunho dos missionários e viram o amor de Deus através de seu trabalho. Ao mesmo tempo foram percebendo que o vodu não tem todo esse poder.

Ela disse que há inclusive relatos de feiticeiros que se converteram, pois lançaram pragas contra os cristãos e nada aconteceu. Muitos desses ex-feiticeiros vodu agora admitem que não tinham o mesmo poder da igreja cristã.

Traduzido e adaptado de Christian Post

fonte: gospel prime

Cresce interesse dos israelenses pela religião, sobretudo por Jesus

Facebook e Google ajudam judeus a encontrar Jesus online


Para muitos, Israel tem se tornado um país cada vez mais liberal. Especialmente quando Tel Aviv foi escolhida, ano passado, como um dos melhores destinos de viagem para gays. Ao mesmo tempo o país está se tornando cada vez mais religioso.

Uma pesquisa realizada pela Foundação Guttman-Avi Chai, cujos resultados foram publicados semana passada, revela, após mais de dois anos de análise, que mais de 80% dos judeus israelenses acreditam em Deus.

A Fundação faz esse estudo periodicamente há mais de duas décadas e a mais recente revelou o maior nível histórico de pessoas que dizem crer em Deus.

Além disso, mais de 70% dos judeus israelenses aceitam na promessa bíblica que seu povo foi “escolhido” por Deus para um destino profético. Entre os entrevistados, 71% defendem o aumento de estudos bíblicos nas escolas israelenses.

Porém, isso não significa que os judeus em geral estão se tornando mais religiosos, ao menos não segundo a forma judaica ortodoxa. Apenas 37% dos judeus israelenses disseram que viam como “um problema” os judeus não seguirem os mandamentos bíblicos, e quase 70% defendem que mais espaços de entretenimento devem ser abertos durante o sábado – dia santo em que tudo fecha no país.

Os números coincidem com outros estudos e confirmam que os israelenses estão cada vez mais ávidos por uma vida espiritual profunda. Isso é visto com surpresa em uma nação onde parece haver uma disputa crescente entre os religiosos que buscam a Deus e os que defendem firmemente o humanismo liberal.

Segundo outra pesquisa recente, as estatísticas do Google mostram que os israelenses procuram o termo “Yeshua” (Jesus, em hebraico), mais de 25.000 vezes por mês. Enquanto a frase “Brit Hadasha” (Novo Testamento) é procurada mensalmente mais de 5.000 vezes.

O Israeli Messianic ministry One for Israel [Ministério messiânico israelense unidos por Israel] publicou em seu relatório anual que os israelenses são muito mais ativos na Internet do que a média dos ocidentais. Os dados do comScore mostram que os israelenses passam 11,1 horas por mês no Facebook, mais que o dobro da média global de 5,7 horas. Além disso, 94% dos internautas israelenses são ativos nas redes sociais.

O ministério “One for Israel” aproveitou isso para fazer uma campanha publicitária no Facebook, no Google e em outros sites de alto tráfego. Criaram anúncios para uma série evangelística postadas em sites na língua hebraica (como iGod.co.il) que tentam explicar aos não-crentes de Israel quem é Jesus, segundo as profecias.

Percebendo que o israelense médio não conhece bem a Bíblia, e portanto ignora a maioria das profecias, criou-se um novo site, TheOne.co.il (em Inglês), que usa uma abordagem muito simples para correlacionar a mensagem profética com Jesus ( o Messias) e os problemas que Israel sempre enfrentou.

Em um ano, o site em hebraico dedicado a evangelizar os judeus foi visitado mais de 150.000 vezes. Além disso, os israelenses fizeram milhares de downloads de uma versão digital do Novo Testamento em hebraico. Em média, houve um pedido de cópia física do Novo Testamento por dia, distribuídos gratuitamente pelo site. Em um país onde é proibida a conversão a outra religião, esses índices significativos revelam que muitos judeus estão curiosos para saber mais sobre o cristianismo.

Traduzido e adaptado de Israel Today e Notícia Cristiana

fonte,http://noticias.gospelprime.com.br/cresce-interesse-dos-israelenses-pela-religiao-sobretudo-por-jesus/

Casinha [Retrato dos nossos dias]

Ouça "Casinha", do saudoso Janires, do Rebanhão.

Um belo retrato dos nossos dias... 


Grupo militar de elite responsável pela morte de Osama Bin Laden resgata missionária na Somália


Jessica Buchanan, de 32 anos, é uma missionária norte-americana que atua em trabalhos voluntários no continente africano. Ela trabalhava como voluntária na organização Danish Demining Group, que pertence ao Conselho Dinamarquês para os Refugiados, onde era conselheira regional de educação.

Segundo o Reverendo Don Meyer, reitor da Universidade Valley Forge, a missionária “se apaixonou pela África”, ele afirma que “ela mal conseguia falar sobre a África, sem ficar com lágrimas nos olhos”.

Buchanan foi sequestrada no dia 25 de outubro de 2011 junto com seu colega dinamarquês Poul Hagen Thisted, 60, quando os dois estavam na cidade de Galkayo. Os dois trabalhavam juntos para o grupo dinamarquês de retiradas de minas terrestres.

Durante os três meses que a missionária ficou no cativeiro sua família e amigos fizeram correntes de oração pedindo por sua vida: “Por favor, orem por Jessica e sua família. Ela é ex-aluna da Valley Forge e vendeu tudo que possuía para se tornar missionária na Somália. Ore para que Deus a guarde e a traga de volta em segurança”, dizia um pedido de oração feito no site de sua igreja.

A família recorreu também aos órgãos públicos dos EUA, quando o sequestro foi noticiado na mídia americana o Departamento de Estado foi acionado e, segundo o porta-voz do Pentágono, George Little, uma missão arriscada foi planejada.

De acordo com o portal Terra o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, autorizou uma missão de resgate executada pelo comando de forças especiais da Marinha de Guerra dos Estados Unidos (SEALS), da mesma unidade que em abril matou em uma incursão no Paquistão o chefe da organização terrorista Al Qaeda, Osama Bin Laden. A missão foi organizada com urgência por causa das preocupações crescentes com o estado de saúde de Buchanan.

Depois do resgate o presidente Obama escreveu uma declaração na qual disse: “Graças à coragem extraordinária e à capacidade de nossas Forças de Operações Especiais, Jessica Buchanan foi resgatada e está a caminho de casa”. O próprio presidente comunicou por telefone ao pai da missionária que ela havia sido resgatada.

Um colega da missionária, John Hravatic, que trabalhou com ela em Nairobi, disse que ela é “aventureira e cheia de vida” e, por ela amar a África, não será surpresa se voltar para lá e terminar sua missão.

Fonte: Gospel+

Psicóloga cristã Marisa Lobo responde à pastora gay Lanna Holder: “o cristianismo tem regras e princípios a serem seguidos”


A psicóloga Marisa Lobo comentou a recente entrevista concedida por Lanna Holder em que a agora pastora de uma igreja inclusiva afirma sentir-se à vontade, feliz e livre da visão fundamentalista das igrejas tradicionais.

Marisa afirmou que “o fato de se sentir bem, feliz , não significa estar no centro da vontade de Deus. Depende apenas do sistema cerebral de recompensa dado por Deus que estimula hormônios responsáveis pelo bem estar, toda a vez que você realiza um desejo, é dado ao homem independente de sua religião e ou fé”.

Lanna afirmou que em sua igreja Cidade do Refúgio não se impõe o homossexualismo às pessoas. Porém, no texto publicado no blog Nação Pró-Família, a psicóloga cristã Marisa Lobo entende que “a partir do momento que você cria uma doutrina de refugio fora dos princípios de Deus, está induzindo sim, pessoas a acharem que existe libertação fora dos princípios de Cristo é isso é criar um mito, uma heresia. Uma seita”.

Em uma extensa colocação sobre o que entende ser errado por parte de Lanna Holder, Marisa Lobo afirma que questionar a homossexualidade da pastora é algo a ser colocado em segundo plano, frente aos fatos controversos que ela protagonizou.

“Não vou de forma alguma questionar a homossexualidade de Lanna Holder, pois creio ser esse um problema sexual seu, e não devo nem posso achar nada em relação a esse fato que é escolha sua . Porém como cristã e líder de influência me sinto na obrigação de esclarecer algumas coisas e digo que, o maior erro da Lanna, foi pregar sobre libertação do homossexualismo sendo consciente de que não era liberta, e nem acreditava no que a bíblia diz quanto a esse fato, já que a mesma diz claramente que em sua vivência pessoal que entre ela e os seus, o homossexualismo não é pecado, e pregava algo que não vivia. Deveria pregar sobre a luta interior desde início e não usar a igreja e eventos para se promover”, pontua a psicóloga.

Menosprezando o ataque de Lanna às igrejas, Marisa afirma ainda que o grande problema da entrevista concedida pela pastora homossexual é que ao adaptar a Bíblia à sua visão pessoal, ela está fugindo dos princípios bíblicos e seria melhor criar uma nova religião: “A questão na entrevista nem é o valor moral atribuído as igrejas tradicionais, nem se somos exclusivistas ou não, a questão é que não posso de forma alguma adaptar o evangelho aos meus desejos pessoais, pois o cristianismo tem regras e princípios a serem seguidos não é uma questão de doutrina de igreja, e sim de realidade bíblica e princípios cristãos, ou aceitamos ou criamos outra religião outro deus como fazem muitos. Aí pague o preço, mas assuma estar vivendo uma mentira cristã”.

A psicóloga ressalta ainda o tamanho da dificuldade que existe relacionada à sexualidade do ser humano e garante pensar a respeito de uma forma bastante solidária: “Lendo a entrevista fico consternada me solidarizo porque sei que não deve ser fácil resistir aos desejos homossexuais como não deve ser fácil para um padre resistir aos desejos heterossexuais para servir a Deus. Porém muitos renunciam sua sexualidade, acreditando estar no centro da vontade de Deus e deslocam seus desejos, sua sexualidade para a servidão para realizar a vontade do mestre simplesmente por acreditar. Isso é fé”.

Sobre a tese de Lanna, em que a pastora homossexual afirma achar que a doutrina cristã contrária ao homossexualismo é questão de contexto no Velho Testamento, Marisa rebate dizendo que “não podemos interferir nos princípios com nossos ‘achismos’ .O ser humano é tendencioso sempre tenta adaptar a palavra de Deus aos seus desejos, e o faz para sentir culpa.Com essa atitude sempre abri remos precedente, pois tudo pode ser adaptado a nossa vontade. E não a vontade de Deus”.

Marisa frisa que o assunto sexo não se resume ao ato em si, ou à escolha por gêneros: “Temos que ter em mente que sexualidade não se resume em sexo, que nossa libido pode se quisermos ser deslocada para realizações pessoais como cultura, artes, esporte e porque não, para servir a Deus. O ser humano é um todo, sua libido não está apenas na área sexual. É um erro focarmos somente neste aspecto. A vida, a felicidade tem que estar além. Jesus Cristo por acaso teve mulheres? E não era assediado por elas? Com certeza sim, e resistiu, claramente renunciou seus desejos, sublimou e deslocou para servir a Deus pensando na eternidade.

Fonte: Gospel+

Teologias do inferno



Sou megaultrahiper a favor do estudo Teológico. Já fiz dois seminários e defendo com unhas e dentes o estudo da Teologia. Mas estou preocupadíssimo. Tenho visto instituições de ensino e certos professores falarem cada absurdo que minha vontade é começar a concordar com os irmãos que dizem que basta ter Jesus no coração e cantar umas músicas num festival gospel que tá tudo certo. Pois a verdade é que há muitas instituições ditas evangélicas de ensino teológico cujos desensinos têm me arrepiado todo. Por mais que seja uma contradição em termos, parecem teologias do inferno.
 
Continue lendo (clique abaixo)

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Fé, simplesmente

É belíssimo o conceito de fé. Talvez o mais belo que exista, por seu poder de contradizer tudo. Simplesmente um dos conceitos presentes na raça humana que mais encantam aqueles que conseguem alcançar seu significado não no raso de suas definições frias e pragmáticas, mas aqueles que conseguem ir fundo na sua essência profunda. Pare para pensar: desde que nascemos somos condicionados a mover-nos segundo a ideia de que tudo tem uma explicação racional e que tudo o que devemos fazer precisa necessariamente ser baseado em provas iluministicamente estabelecidas. E de repente desponta diante de nossos olhos duas letras subversivas, revolucionárias, capazes de mudar o destino de pessoas, de transmutar realidades, de provocar guinadas em caminhos, de nos fazer saltar no vazio… de fazer tudo novo: FÉ.

Fé é simplesmente admitir como total possibilidade o impossível. Aliás, deixe-me aperfeiçoar o pensamento: fé é simplesmente admitir como total realidade o impossível. Fé é assumir que é impossível o impossível ser impossível.

Continue lendo (clique abaixo)

Considerações sobre Silas Malafaia e a teologia da prosperidade



Respeito o pastor Silas Malafaia. Gosto de suas argumentações sobre a defesa da vida e dos valores morais esposados na Palavra de Deus. Considero Malafaia uma pessoa preparada para representar os evangélicos em audiências públicas a respeito do PLC 122, do aborto, etc. Tenho também amigos na igreja pastoreada por ele: a Assembleia de Deus Vitória em Cristo, na Penha-RJ.


Foi por isso que sempre evitei citar o nome de Malafaia, neste blog. Mas tenho uma palavra para ele e acredito que não ficará indignado contra mim, haja vista ser a minha mensagem bíblica e respeitosa.


Recentemente, Silas Malafaia concedeu uma entrevista à revista Igreja (novembro de 2011) e deu uma resposta que o tornou repreensível, à luz da Palavra de Deus. Peço a todos que admiram esse renomado pastor que não vejam este artigo como um ataque pessoal. Atentem para as referências bíblicas que vou citar e as considerem como palavras inspiradas do Senhor que se aplicam a todos que o servem.


“O senhor está sendo duramente criticado pelo setor mais conservador da igreja por causa da teologia da prosperidade pregada por alguns convidados de seu programa, como Morris Cerrullo e Mike Murdock. Como o senhor responde a estas criticas de que a teologia da prosperidade não tem base bíblica e é uma heresia?” — perguntou o entrevistador, da revista Igreja.


Antes de discorrer sobre a resposta de Malafaia, é importante corrigir duas coisas na pergunta acima. Primeira: não é somente o setor mais conservador da igreja que critica Malafaia por causa da teologia da prosperidade. Não se trata de extremistas combatendo extremistas. Na verdade, todos os cristãos equilibrados, que têm a Bíblia como a sua fonte primária de autoridade, são contrários à falaciosa teologia da prosperidade. Outra correção: tal heresia não tem sido pregada apenas por Morris Cerrulo e Mike Murdock. O próprio entrevistado é um dos seus propagadores.


Vamos à resposta do pastor Malafaia: “Primeiro quem fala isto é um idiota! Desculpe a expressão, mas comigo não tem colher de chá! Por que quando é membro eu quebro um galho, mas pastor não: é um idiota. Deveria até mesmo entregar a credencial e voltar a ser membro e aprender. Para começar não sabe nada de teologia, muito menos de prosperidade. Existe uma confusão e um radicalismo, e todo radicalismo não presta”.


Quem assiste às mensagens de Silas Malafaia, sabe que ele tem estilo próprio. Ele não escolhe muito as palavras. Mas tudo tem limite. Aliás, nosso limite está na Palavra de Deus. E o que está escrito em 1 Pedro 3.15? “Antes santificai a Cristo, como Senhor, em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós”.


Eu não sou perfeito. Silas Malafaia não é perfeito. Nenhum de nós é perfeito. Mas somos todos servos do Senhor. Qual é a recomendação do Senhor aos seus servos, em sua Palavra? Em 2 Timóteo 2.24,25 está escrito: “E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor; instruindo com mansidão os que resistem”.


Que mansidão e temor vemos em xingamentos a pastores? Alguém dirá: “O Silas é assim mesmo. É o jeito dele. Eu o conheço há muito tempo”. Reconheço que cada um tem uma personalidade. Mas, para que existe o fruto do Espírito, isto é, o Espírito Santo agindo em nós? Para moldar o nosso caráter e mudar o nosso interior, a fim de que sejamos astros nesse mundo tenebroso (Mt 5.13-16; Fp 2.14,15) e demonstremos a todos que temos amor, humildade, verdade, alegria, paz, longanimidade, justiça, benignidade, bondade, fé, mansidão, domínio próprio, etc. (Gl 5.22; Ef 5.9; 1 Pe 5.5).


“Há casos em que é preciso botar pra quebrar. Não dou colher de chá para pastores” — Malafaia poderá argumentar. Concordo, em parte. Jesus, o nosso paradigma (1 Jo 2.6; 1 Co 11.1; 1 Pe 2.21), realmente foi firme, quando necessário. Chamou os fariseus de hipócritas e condutores cegos (Mt 23) e Herodes de raposa (Lc 13.32), bem como verberou contra os maus pastores de algumas igrejas da Ásia (Ap 2-3). Entretanto, Malafaia precisa reconhecer — não para concordar comigo — que a sua resposta aos oponentes da teologia da prosperidade tem sido generalizante e desproporcional.


Muitos homens de Deus respeitadíssimos se opõem à teologia da prosperidade e ao pensamento mercantilista de Mike Murdock e Morris Cerullo. São todos eles idiotas que precisam entregar a credencial? O próprio Silas Malafaia, durante muitos anos, foi um ferrenho oponente da teologia da prosperidade. Há, inclusive, vídeos no YouTube que apresentam sua verberação contra essa heresia. Mas ele não entregou a sua credencial de pastor nem voltou a ser membro para aprender. Pelo que tudo indica, a sua mudança de crítico da aludida heresia para propagador dela ocorreu por influência do telemilionário Murdock e outros.


Concordo que todo o extremismo é perigoso, como disse Silas. Não é porque sou contrário à teologia da prosperidade que serei, por causa disso, favorável à teologia da miséria. Afinal, a Bíblia diz que devemos nos contentar com o que temos, e não nos conformar com o que temos (Fp 4.11-13; 1 Tm 6.8-10). Conformar-se é uma coisa. Contentar-se, outra. Posso estar contente com um carro velho, pois o contentamento vem do Senhor. Mas não preciso me conformar com isso, pois Deus pode me dar um carro melhor.


Por outro lado, é evidente que a teologia da prosperidade é uma aberração, à luz da Bíblia. Por quê? Porque ela é reducionista e prioriza a prosperidade material. Ela faz com que toda a mensagem da Bíblia gire em torno de conquista de dinheiro, bens, riquezas. E induz o crente a supervalorizar as coisas desta vida terrena e passageira, em detrimento das “coisas que são de cima” (Cl 3.1,2; 1 Co 15.57).


Sinceramente, penso que o pastor Silas Malafaia é um grande comunicador, uma pessoa muito influente. Gostaria muito que ele fosse mais equilibrado, coerente e adotasse uma conduta em tudo pautada nas Escrituras. Lamento — lamento muito mesmo — por ele ter abraçado a teologia da prosperidade e por usar impropérios contra quem se lhe opõe. Se usasse os dons que Deus lhe deu e o seu carisma para pregar o Evangelho de maneira contundente, com verdade (Jr 23.28), seria muito mais respeitado por cristãos e não-cristãos.


Com temor e tremor,


Ciro Sanches Zibordi


FONTE:BLOG DO CIRO

Coréia do Norte: cristão refugiado conta a história de uma Bíblia escondida


A Coréia do Norte é considerado atualmente o país mais isolado para o cristianismo. As missões que levam o evangelho para o país precisam de muita discrição e planejamento estratégico para não cometer erros, pois caso contrário, tanto missionários quanto norte-coreanos que forem pegos falando sobre a religião cristã, podem sofrer consequências graves.

Um refugiado cristão relatou à missão Portas Abertas sua história de vida com relação ao cristianismo. Lee Joo-Chan contou que na sua infância, seus pais esperavam anoitecer para desenterrar a Bíblia: “Todas as noites eles iam até o jardim e desenterravam um pote. Eles tiravam um livro de capa preta e o liam. Eles sempre nos disseram para nunca falar desse livro para outras pessoas. Eu sabia que eles não estavam brincando conosco e que seríamos mortos se outras pessoas soubessem do livro proibido. Às vezes minha mãe dizia que Deus estava vivo e que nós tínhamos que obedecê-lo”.

Como a Coréia do Norte é regida por um sistema totalitário, as decisões tomadas pelo governo são absolutas e não há meios para recorrer, principalmente para os camponeses, que vivem isolados do mundo no interior do país.

Em um determinado dia, a família de Joo-Chan foi levada para trabalhar no campo, e esse isolamento durou anos. O refugiado relata que as circunstâncias eram horríveis. Em todo esse tempo, a Bíblia permaneceu escondida no pote enterrado no jardim da antiga casa.

Quando foram liberados, a missão Portas Abertas pode então, ajudá-los a se restabelecerem através dos contatos que são mantidos na Coréia do Norte. “Eles eram tão gratos, eles nos deram essa Bíblia”, afirmou Simon, referindo-se à Bíblia do pote. Simon, que não teve seu segundo nome revelado para mantê-lo discreto, é o principal correspondente da Portas Abertas para os cristãos perseguidos na Coréia do Norte. “Claro que nos certificamos que eles recebessem uma nova bíblia”, afirmou o missionário, que pretende um dia levar todos os materiais ligados ao cristianismo que são enviados para fora do país pelos cristãos da Coréia do Norte, de volta ao território norte-coreano: “Então poderemos mostrar ao povo norte-coreano o infinito e indestrutível poder da Palavra de Deus”, disse.

Fonte: Gospel+

Após desabamento de um prédio no Rio de janeiro sobrevivente agradece a Deus por ter escapado com vida

Após desabamento de um prédio no Rio de janeiro sobrevivente agradece a Deus por ter escapado com vida Três prédios desabaram no centro do Rio de Janeiro por volta das 20h30min da última quarta feira (25), próximo ao Teatro Municipal. Cinco pessoas ficaram feridas com escoriações leves e foram atendidas nos hospitais da região, de acordo com o corpo de Bombeiros 12 pessoas morreram no incidente.

Testemunhas e vítimas do desabamento falaram sobre o ocorrido a uma reportagem da Rede Globo e contaram os momentos de pânico que viveram. Vítimas do incidente afirmam que foi Deus que as salvou, outras dissem ter nascido de novo.

“Quando a gente se deu conta, e olhou pra cima o prédio estava vindo em nossa direção, ele começou a tombar”, contou um homem que estava na rua no momento do desabamento que completou ainda: “Nasci outra vez, se estivesse do outro lado tinha morrido”.

Outra sobrevivente disse: “Graças a Deus em mim só foi este pó, que já tirei e nunca vi nada igual, nunca, só na televisão”.

De acordo como portal Terra o engenheiro civil Antônio Eulálio, do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro (CREA-RJ), disse que havia obras irregulares no edifício de 20 andares. O especialista afirmou que o prédio teria caído de cima para abaixo e acabou levando os outros dois ao lado. De acordo com ele, todas as possibilidades para a tragédia apontam para problemas estruturais nesse prédio

Veja a reportagem:




Fonte: Gospel+

Igrejas evangélicas são a nova arma da Argentina contra a violência

Igrejas evangélicas são a nova arma da Argentina contra a violência
Para combater o aumento da criminalidade e da violência policial a cidade de Comodoro Rivadavia na província de Chubut, na Argentina, está contando com a ajuda das igrejas evangélicas locais.
O apoio das igrejas foi solicitado por um dos membros da Câmara Municipal da cidade. A Câmara está estudando a possibilidade de alterar o Código de Processo Penal, conforme solicitado o prefeito Nestor Di Pierro.

O vereador Carlos Vargas foi quem teve a iniciativa de pedir ajuda das igrejas no combate à violência, segundo ele a igreja é uma instituição que ensina bons valores cristãos. De acordo com o Noticias Cristianas Vargas afirmou que a nova gestão da cidade não obteve ainda muitas mudanças na cidade, mas que estão trabalhando na resolução dos problemas sociais.

Com a ajuda das igrejas o vereador espera trabalhar na prevenção de novos crimes, principalmente focando na educação. “Vamos convidar muitas igrejas evangélicas para fazer parte da contenção para as crianças. Como um homem de fé, eu sempre digo que quando as crianças são ensinadas nos princípios religiosos, desde pequeno, aprendem a respeitar a Deus, ao próximo e a natureza”, afirmou Vargas.

O vereador informou ainda que está conversando com lideranças evangélicas em busca de apoio para o trabalho de redução da violência a ser implantado no primeiro semestre de 2012: “Temos conversados com os pastores há muito tempo e agora em março, quando muito, em uma última análise, vamos começar a ter reuniões com eles para começarmos a formar este trabalho”, explicou.

Fonte: Gospel+

Igreja Universal: pastores ungem “canetas para passar em concurso público”

Igreja Universal: pastores ungem “canetas para passar em concurso público” A Igreja Universal do Reio de Deus (IURD) é notória por lançar várias campanhas abençoando objetos como rosas e pulseiras. A denominação costuma também ungir objetos com o objetivo de que seus fiéis conquistem supostas bençãos em áreas específicas.
Um vídeo publicado no Youtube mostra dois pastores da igreja fazendo uma convocação para uma dessas campanhas. A campanha anunciada pelos pastores é destinada a pessoas que querem passar em concursos públicos, para isso o pastor diz que o candidato deve levar uma caneta para ser ungida na igreja e que dessa forma nada dará errado.

“Todos os concurseiros, traz a caneta pra nós ungirmos sábado agora (sic) ”, convoca o pastor que diz ainda que quem já fez a prova deve levar o comprovante de inscrição para ser ungido. Ele pede ainda para que o espectador avise aos amigos e conhecidos sobre a unção.

O pastor afirmou: “Vamos fazer uma prece poderosa! Olha, Deus tem toda a sabedoria, se Deus iluminar você e te der a direção, nada vai dar errado, vai dar tudo certo” (sic).
Depois de anunciar sobre a unção das canetas os pastores pediram ainda para que os fiéis levassem uma garrafa de água à igreja, para que eles pudessem colocar nela o “elemento do milagre.”
Os pastores fazem parte da Igreja Universal de Brasília, Templo maior – Asa Sul.
Veja o vídeo da convocação feita pelos pastores:


 
Fonte: Gospel+

Silas Malafaia: mudança de postura do pastor sobre teologia da prosperidade gera debates e campanhas na internet

Silas Malafaia: mudança de postura do pastor sobre teologia da prosperidade gera debates e campanhas na internet Um dos assuntos mais comentados em sites e blogs cristãos é a famigerada Teologia da Prosperidade. E um personagem que vem sendo muito discutido nos debates sobre o assunto é o pastor Silas Malafaia, devido à sua drástica mudança de postura sobre o assunto. Há pouco tempo o presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, pregava avidamente contra a Teologia da Prosperidade e hoje diz que pastor que não prega isso é burro e deveria perder a credencial de pastor.
Vários textos e vídeos publicados na internet fazem comparativos das pregações de Malafaia nessas duas fases de opiniões tão divergentes do pastor.

Um vídeo disponível no Youtube traz uma pregação do pastor na qual ele afirma: “Deus não olha pra você pela sua capacidade de conquista no mundo material. Vou dizer pra você o que é prosperidade à luz da Bíblia, e não é esse besteirol que a turma do Brasil está engolindo, esse besteirol teológico da América”, na ocasião o pastor prosseguiu citando o capítulo 8 do livro de 2 Coríntios no qual Paulo relata que a igreja da Macedônica, mesmo pobre, dividiu o pouco que tinha par ajudar a igreja da Judéia, onde muitos passavam fome. Malafaia usou esse exemplo bíblico para afirmar que “prosperidade é você compartilhar com o outro, prosperidade é você viver bem com aquilo que Deus tem te dado, prosperidade é mesmo você tendo pouco, você ainda ter forças e capacidade para ajudar alguém que está pior do que você”.

Esse mesmo vídeo traz uma gravação do pastor na qual ele vende uma Bíblia intitulada “Batalha espiritual e Vitória Financeira” e faz se defende de seus críticos dizendo: “Eu fico assim bobo com a ignorância de muitos que estão na igreja, sabe o que eu acho mais engraçado é a hipocrisia, todo mundo quer o dinheiro, mas quer falar mal dele. Outra coisa que eu queria dizer: o dinheiro não é o diabo que dá não, Salomão pediu sabedoria e Deus deu riqueza, Abraão não pediu riqueza e Deus deu riqueza. Se riqueza afastasse o homem de Deus o diabo fazia todo mundo ficar rico… se você está vivendo em miséria tem alguma coisa errada e você precisa descobrir na palavra de Deus, essa é que é a verdade”, afirmou o pastor que, alguns anos antes, apontava esse tipo de afirmação como afronta e covardia com os fiéis.

Devido a essa mudança de postura do pastor e da sua mudança de visual, por ter tirado o característico bigode, tem surgido entre os blogs campanhas do tipo “Silas, volta com o bigode”, insinuando que quando tinha bigode Malafaia “pregava o evangelho de uma forma mais firme”.

Entre as diversas críticas sobre a mudança de postura do pastor surgiram brincadeiras que compara o bigode que ele antes ostentava com o cabelo de Sansão, dizendo que ao perder os pelos faciais o pregador perdeu a força assim como aconteceu com o personagem bíblico depois de ter os cabelos cortados.

“Percebemos também que a sua história se assemelha com a de Sansão, o Juiz israelita e nazireu que era literalmente o homem mais forte de toda a terra, Silas não é o homem mais forte da terra, mas tinha um detalhe que fazia com que pregasse o evangelho de uma forma firme, o bigode”, ironiza um texto reproduzido em vários blogs fazendo uma suposta campanha para que o pregador volte a deixar o bigode crescer. O texto termina com outra comparação a Sansão: “Já pensou se Silas Malafaia se arrepende e volta para Jesus e começa a pregar o verdadeiro evangelho novamente? Ele destruiria as colunas da Rede Globo e eliminaria todos os filisteus”, ironiza o texto.

Malafaia tem aparecido também ao lado de conhecido defensores da Teologia da Prosperidade. Depois de ter chamado esse tipo de pregação de “besteirol teológico da América”, Silas Malafaia apareceu em seu programa de televisão ao lado do pastor norte-americano Morris Cerullo, considerado o “guru dos profetas da prosperidade”.

No programa “Vitória em Cristo” Cerullo aparece prometendo uma unção financeira, segundo ele “a unção financeira dos últimos dias”, para aqueles que fizessem uma “oferta voluntária” no valor de R$ 900.

Veja o vídeo comparando a mudança de postura de Malafaia:

Fonte: Gospel+

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Palavra cruzada de publicação ligada à AD diz que Jônatas e Davi eram amantes

O blogueiro Júlio Severo lembra que a revista é dirigida por um parente do pastor Silas Malafaia e pede aos seus leitores para avisá-lo sobre as mentiras da agenda gay

O relacionamento entre Jônatas, filho de Saul, e Davi divide a opinião de muitos líderes religiosos, mas a grande maioria, principalmente pastores de igrejas tradicionais e pentecostais concordam que eles possuíam uma amizade muito grande.

Mas por um erro de uma revista da Assembleia de Deus de Campo Grande, no Rio de Janeiro, as palavras cruzadas apontam que o relacionamento entre eles era de amante. O erro chamou atenção do blogueiro Júlio Severo que postou o jogo de Palavras Cruzadas em seu blog.

De fato as dicas pedem para que o campo seja preenchido com seis letras sendo que as duas primeiras são A e M. Ao completar o quadro o leitor pode ficar assustado, mas na página de respostas está a palavra AMANTE.

O blogueiro então informa que a revista é dirigida pelo Pr. Daniel Malafaia, parente do Pr. Silas Malafaia e por isso Júlio se questiona se “influência gay e midiática chegou a um ponto catastrófico nas igrejas evangélicas”. Seria esse apenas um erro da publicação ou de fato a AD de Campo Grande acredita que entre Jônatas e Davi rolava algo além da amizade?

“Peço aos leitores do meu blog que enviem ao Pr. Daniel Malafaia uma cópia das excelentes pregações do Pr. Silas Malafaia contra as mentiras da agenda gay. Aliás, mandem uma cópia para toda a liderança dessa igreja, pois se Jônatas e Davi eram homossexuais por serem muito amigos, então o que dizer de nós, homens cristãos, que somos apaixonados por Jesus Cristo?”, escreve o blogueiro.


Júlio Severo é um dos blogueiros cristãos mais conhecidos não só no Brasil como em outros países, além de seu blog pessoal ele também posta em blogs pró-família em diversas línguas, alertando pessoas do mundo inteiro sobre problemas políticos que podem interferir na família como o caso da PL 122/2006 entre outros.

Por sua posição contrária ao homossexualismo o blogueiro já foi diversas vezes ameaçado e precisou deixar o país. Mesmo em outra localidade ele continua sendo a voz não só de evangélicos como também de pessoas de outras religiões que também não apoiam a agenda gay e todas as movimentações políticas para beneficiar a homoafetividade.

fonte:gospelprime

Evangelista é preso e agredido no Sudão

Prisão aconteceu em meio a crescente perseguição que os cristãos têm sofrido no país

A polícia há uma semana prendeu um líder cristão na cidade de Cartum, no Sudão. O evangelista foi muito espancado durante o tempo que ficou preso.

O evangelista James Kat, da Igreja Evangélica do Sudão, foi preso na terça-feira (17 de janeiro) pela manhã por policiais. Ele foi espancado enquanto estava sendo levado para a delegacia de polícia da Divisão Norte, disseram as fontes. Ele foi libertado no mesmo dia.

A polícia prendeu James, que mora dentro da propriedade da igreja, porque aparentemente ele estava usando o edifício da igreja como sua moradia. “Eles forçaram ele a ir para a delegacia”, disse uma testemunha.

A prisão aconteceu em meio a crescente perseguição que os cristãos tem sofrido dentro do país por parte das autoridades sudanesas desde que o país se dividiu em julho do ano passado.

Em uma cara para os líderes da Igreja Evangélica Presbiteriana do Sudão (SPEC), as autoridades ameaçaram prender os pastores que realizassem atividades evangelísticas e que não fornecessem as informações sobre os membros de suas igrejas.

Outro líder de igreja foi preso na segunda-feira passada (16 de janeiro) quando a polícia tentou ocupar a força a propriedade da SPEC, que o tribunal concedeu o direito injustamente de os muçulmanos ocuparem o lugar, segundo informações de cristãos.

As autoridades do país estão apoiando pessoas como o empresário muçulmano Osman al Tayeb, que está liderando a ação para possuir a propriedade da igreja. “O governo está tentando se envolver nos assuntos da igreja, apoiando pessoas que são extremistas religiosos”, disse um líder da igreja.

A violência contra os cristãos tem crescido assustadoramente no Sudão. Ore pelos cristãos que vivem em Cartum, e principalmente pelo pastor que foi preso na semana passada. Ore para que o Senhor dê ânimo para que eles continuem a caminhada que Deus preparou para eles.


Fonte: Portas Abertas

CPAD NEWS

Governo do México abre cadastramento para religiosos

Assembleia de Deus é uma das denominações que têm o maior número de templos no país

O Programa de Credenciamento de Ministros de Culto, no México, quer registrar o maior número de religiosos, considerados aqueles que passaram por preparação teológica em seminários ou escolas de Teologia.

Estima-se que apenas 40% dos religiosos atuantes no país estão credenciados na Secretaria de Governança, que quer duplicar esse percentual com a implantação desse novo programa.

Pesquisa da Secretaria mostra que no país existem 50 associações religiosas e 1,1 mil templos.

Segundo a agência Sipse, a Assembleia de Deus é uma das denominações que têm o maior número de templos no país.


Fonte: ALC

CPADnews

Aumenta o massacre de cristãos na Nigéria

Muçulmanos matam mais de 200 cristãos em guerra santa

Abubakar Shekau, líder da seita islâmica Boko Haram disse recentemente que seu objetivo era exterminar todos os cristãos da Nigéria. Chegou, inclusive, a desafiar o presidente Jonathan Goodluck, afirmando que ele não tinha poder para evitar a insurgência do grupo. O presidente tem sido severamente criticado por não conseguir parar a onda de terror do grupo e há crescentes boatos que o grupo está infiltrado na polícia, militares e em todas as áreas do governo.

A “Boko Haram” que na língua Hausa significa “a educação ocidental é pecado” foi formada em 2002, e tem sua inspiração nos Talibãs do Afeganistão. Eles têm cometido constantes assassinatos de cristãos na região norte do país, de maioria muçulmana. Seu objetivo é implantar a sharia (lei islâmica) como regra acima da própria Constituição.

Na última semana, os ataques já deixaram mais de 200 mortos e deve aumentar, uma vez que há dezenas de pessoas gravemente feridas nos hospitais. Nem a Polícia nem a Cruz Vermelha puderam divulgar números de maneira oficial, pois continuam recolhendo e organizando dados. Nesta segunda-feira, policiais encontraram carros e vans cheios de explosivos na cidade de Kano, três dias depois que a seita islâmica realizou um ataque mortal no local.

Embora tenha se divulgado que os ataques na sua maioria foram contra a polícia militar e o governo, a verdade é que seus alvos principais são os cristãos. Além de matar homens, mulheres e crianças, eles têm queimado igrejas. A seita culpa os que não são muçulmanos de amaldiçoarem o país.

Em um vídeo postado no Youtube recentemente, o líder da Boko Haram justificou os atos do seu grupo “Essa catástrofe é causada pela incredulidade, a agitação é a incredulidade, a injustiça é a incredulidade, a democracia é a incredulidade e a constituição é a incredulidade.”

Vários membros do grupo extremista morreram ou foram presos nos confrontos com a polícia, mas isso não diminuiu seu furor. Com mais de 150 milhões de habitantes, a Nigéria é o país mais populoso da África. Formado por mais de 200 grupos tribais, sua população sofre tensões constantes por suas diferenças políticas e territoriais. Mas não há registro de um conflito religioso que deixou tantos mortos em tão pouco tempo.

A expectativa é que o número de cristãos mortos e igrejas incendiadas só aumentem. Há registros de agências internacionais que uma grande quantidade de cristãos está abandonando suas casas no norte e rumando para o sul tentando preservar suas vidas.

Com informações REUTERS

fonte:http:gospelprime

Cantora famosa diz que autores da Bíblia estavam “bêbados e chapados”

Declaração foi considerada ofensiva e ela teve de pagar multa para não ser presa


Um tribunal decidiu que Dorota Rabczewska, uma das mais famosas estrelas da música pop da Polônia é culpada de ofender os sentimentos religiosos e condenada a pagar uma indenização de 1.450 dólares. A cantora, que usa o nome artístico de Doda, foi considerada culpada por afirmar publicamente que os escritores da Bíblia estavam bêbados e chapados ao escreverem as Sagradas Escrituras.

Doda, 27, fez essa declaração em uma entrevista para o jornal Gazeta Dziennik Prawna. Na mesma ocasião afirmou: “mais pessoas acreditam em dinossauros do que na Bíblia,” e acrescentou: “É difícil acreditar em algo escrito por alguém que estava embriagado com vinho e fumado maconha. ”

De acordo com o site Nerve.com estas palavras enfureceram os grupos católicos na Polônia, que abriram um processo contra ela. Ryszard Nowak, presidente da Comissão de Defesa, entidade que afirma lutar contra as seitas no país, levou o caso a julgamento.

Não é a primeira vez que Nowak processa um artista. Adam Darski, ex-noivo de Doda e líder da banda de death metal Behemoth já sofreu processo similar. Ele rasgou um exemplar da Bíblia durante um show em setembro de 2007 e disse que a Igreja Católica era “o culto aos maiores assassinos do planeta”.

O argumento de Nowak é que a declaração da cantora violou o Código Penal da Polônia, que diz: ”Aquele que ofende os sentimentos religiosos de outras pessoas, por ultrajar em público um objeto de adoração ou no espaço de execução pública dos ritos religiosos, estará sujeita a multa, restrição de liberdade ou prisão por dois anos”.

O julgamento começou em maio de 2011, e os advogados da cantora alegram que o processo não era válido, pois sua cliente tem o direito de liberdade de expressão .

O promotor discordou, dizendo ao tribunal que ela ofendeu os sentimentos religiosos de ”milhões de pessoas”, incluindo judeus, evangélicos, católicos e todos os que creem na Bíblia.

Doda argumentou que falou sobre maconha por ser algo “usado para curar”, porque durante os tempos bíblicos não existia aspirina e que o álcool a que se referiu era o “vinho sacramental”. Também pediu desculpas, dizendo que não tinha intenção de ofender ninguém.

No entanto, as explicações da cantora não convenceram o Tribunal de Varsóvia que considerou Doda culpada por ofender os sentimentos religiosos. Ela pagou e multa e foi liberada.

No final do ano passado, o programa de Jô Soares veiculado na rede Globo mostrou uma entrevista com os músicos Moraes Moreira, Tom Zé e Henrique Dantas. Durante o programa, eles relataram que fumavam maconha em baseados feitos com as folhas de uma Bíblia.

O apóstolo René Terra Nova criticou o episódio em sua conta no Twitter, afirmando que Jô e seus convidados “zombaram da situação e menosprezaram o valor inenarrável da Bíblia Sagrada”.

Logo em seguida iniciou um movimento pela internet, exigindo que eles se desculpassem publicamente. Até agora nem Jô Soares nem os músicos se pronunciaram sobre o caso.

Traduzido e adaptado de Notícias Cristianas

fonte:gospel prime

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

“Anjos do Senhor” são chamados para acabar com o crime na cidade mais violenta do México

Evangélicos mexicanos compartilham o Evangelho de maneira curiosa












Anjos do Senhor” são chamados para acabar com o crime na cidade mais violenta do México




A meia dúzia de assassinatos diários faz de Ciudad Juarez uma das cidades mais violentas do mundo. O tráfico de drogas está por trás da violência extrema desta cidade do México, que faz fronteira com El Paso, Texas.

No passado, os moradores de Juarez já organizaram marchas e protestos para pedir paz, mas tiveram pouco sucesso. Recentemente, “anjos” foram aparecendo para trazer a paz a estas ruas perigosas.

Na verdade são alguns jovens mexicanos que pacientemente pintam parte do corpo com tinta prateada e usam vestes brancas. Chamando a si mesmo de “anjos mensageiros”, essa é a missão levada adiante pelos membros de uma pequena igreja evangélica em um dos bairros mais pobres de Ciudad Juarez.

Sua presença tem atraído a atenção da mídia internacional, como o renomado jornal The New York Times. Seu trabalho parece simples, basta andar nas ruas perigosas de Juarez carregando cartazes que pedem por arrependimento e paz.

“[É] uma coisa muito agradável e também arriscada, mas a Palavra de Deus diz que precisamos ser fortes e corajosos. Eu acredito que precisamos ser corajosos para salvar Ciudad Juarez”, explica um “anjo” chamado Cuevas.

Carlos Mayorga, 33, líder do grupo, disse que tiveram essa ideia no ano passado, quando os jovens da igreja mostraram-se frustrados em viver no meio de tanta violência implacável e queriam fazer algo para mudar isso. Foi então que começaram a pedir doações e a partir de cortinas velhas fizeram suas vestes angelicais. Eles levantaram entre si o dinheiro para maquiagem e as penas que enfeitam suas asas.

Saindo da igreja, dirigem-se para os cruzamentos movimentados da cidade e ficam em pé sobre cadeiras de praia, para parecerem mais altos. Eles ajeitam suas asas e levantam os sinais esperando que os motoristas prestem atenção em sua mensagem.

A estratégia dos anjos é ficarem parados como estátuas, sentinelas em silêncio, com a esperança de serem notados em meio ao caos urbano. O “anjo” Israel Santillan, 15, lembra que há sempre um monte de gente buzinando para demonstrar apoio e outros que perguntam se eles estavam sendo pagos para fazer isso.

“Este trabalho é bom, mas também um pouco cansativo”, disse Daniel Rubalcaba, outro jovem “anjo”. ”Estou feliz porque Deus, que está nos céus, está vendo o trabalho que estamos fazendo. Foi isso que ele nos mandou fazer: levar o evangelho a todas as nações”.

O grupo também se reúne em locais onde ocorrem crimes, assim que sabem onde alguém foi baleado ou morto. Em uma vigília silenciosa, os anjos se oferecem para orar com os vizinhos, pedindo a Deus um fim à matança e a salvação dos seus pecados.

Nesses momentos eles também pregam e veem surgir convertidos como Daniel Diaz, que costumava fazer parte do problema da cidade. “Eu estava no mundo, era um delinquente”, diz o agora cristão Diaz. ”Agora, eu quero te dizer que nessa vida de crime você não vai encontrar nada de bom. Você só vai afundar mais e mais”.

Traduzido e adaptado de CBN e New York Times


FONTE: gospelprime.com.br

Sete igrejas subterrâneas são descobertas na Coreia do Norte







Desde a morte inesperada do líder norte-coreano Kim Jong-Il em 17 de dezembro, que deu o poder do país para seu filho Kim JongUn, a igreja subterrânea da Coreia do Norte tem visto e enfrentando uma crescente perseguição.
“Há três semanas, sete igrejas subterrâneas foram descobertas na Coreia do Norte”, disse Thomas Kim, diretor-executivo do Ministério Cornerstone, que está ativamente envolvido em servir a igreja norte-coreana. “Tem sido muito difícil para eles”, disse ele.
A liderança do país, aparentemente, está com medo que aconteça no país o que aconteceu em alguns países do Oriente Médio durante a Primavera Árabe. “Eles estão com medo da população se revoltar”, observa Kim.
“Ele estão assustados com a expansão da fé cristã, porque os cristãos do país não tem medo de morrer pelo que acreditam”.
As autoridades que estão próximas a Kim Jong-Um estão ansiosas para que a transição de governo seja feita de modo tranquilo, e isso está impactando a igreja. “O regime tem colocado mais pressão sobre a igreja para estabilizar a sociedade”, disse Kim.v Nos meses que precederam a morte de Kim Jong-Il, houve poucas pesquisas para se ter noção de quantos cristãos estão envolvidos em igrejas subterrâneas, mas isso mudou e o governo está fiscalizando tudo de perto agora.
“Agora, o regime está enviando pessoas para que possam se infiltrar nas igrejas clandestinas. Os cristãos norte-coreanos precisam mais do que nunca de nossas orações”, disse Kim.
Kim acredita que uma mudança virá quando os conselheiros de Kim Jong Un forem substituídos por pessoas mais jovens. “As pessoas que estão ao redor de Jong Un estão no governo há muito tempo. É provável que até os conselheiros do presidente sejam mudados”, observa Kim.
A comunidade internacional deve continuar a aplicar pressão sobre a Coreia do Norte para ela conceda mais liberdade para seus cidadãos. Ore para que essa liberdade seja concedida e para que os cristãos possam ter mais liberdade para praticar a sua fé no país.

Notícias Cristãs com informações de Persecution e Tradução de Lucas Gregório em Portas Abertas


FONTE: NOTICIAS CRISTÃS

Políticos evangélicos condenam possível liberação da maconha no Brasil


Na tarde da última sexta feira (20), o Pastor e Deputado Marco Feliciano (PSC), o deputado Eduardo Cunha (PMDB), a psicóloga Marisa Lobo e o Twitter contra a PLC 122 reverberaram um texto do colunista Merval Pereira do O Globo sobre a possível legalização da maconha no país pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

O movimento foi iniciado pela psicóloga Marisa Lobo, que trabalha com dependentes químicos, e foi imediatamente apoiada pelo Twitter @contraPL122. Outros conhecidos líderes evangélicos que ajudaram a divulgar o artigo foram os deputados Marco Feliciano e Eduardo Cunha, membros da bancada evangélica na Câmara dos Deputados.

Segundo o texto do colunista o “STF decidiu deliberar, ainda neste ano de 2012, sobre a descriminalização do consumo de maconha, e tudo indica que a maioria do plenário tenda a favor”. Pereira comenta ainda que “o Supremo tem se colocado na vanguarda da sociedade brasileira no campo dos costumes ao aprovar, nos últimos tempos, questões polêmicas como a união estável entre homossexuais e a permissão da defesa pública da legalização da maconha, retirando desse movimento o caráter de apologia de crime”.

Na liderança da luta pela descriminalização do consumo da maconha está a ONG Viva Rio, apoiando o trabalho do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pela regulamentação do uso da maconha. Além da descriminalização do uso a Viva Rio luta, de acordo com o artigo, em prol do “chamado “pequeno traficante”, aquele que vende drogas para garantir seu consumo, que na opinião desses especialistas não deveria ser preso, mas ressocializado”.

Sob a bandeira da defesa da família esses líderes evangélicos divulgaram o texto sobre a legalização da maconha com o objetivo de mobilizar seus seguidores contra a possibilidade do STF descriminalizar o uso da maconha e até mesmo contra a possibilidade de regulamentar o uso da droga no Brasil.

Fonte: Gospel+

sábado, 21 de janeiro de 2012

Crente que assiste o BBB tem que se converter de novo, diz Silas Malafaia

Não é só evangélicos que criticam a atração da Globo, até personalidades da comunicação contestam a imoralidade transmitida para milhões de brasileiros

O pastor Silas Malafaia resolveu quebrar o silêncio e dar sua opinião sobre o programa Big Brother Brasil que tem dividido as opiniões do público brasileiro desde último sábado, 14, quando depois de uma festa dois participantes foram para o quarto e trocaram beijos e carícias íntimas, o que muitos telespectadores interpretaram como estupro, já que a estudante estava muito alcoolizada.

“Esse programa está promovendo a baixaria, a imoralidade, e tudo o que há de mais destrutivo para a sociedade. É explícito o incentivo a bebedeira, sensualidade, promiscuidade e infidelidade”, opinou o pastor.

As supostas acusações de estupro no reality show Big Brother Brasil tomaram proporções tão grandes que além do Ministério Público e os deputados em Brasília protestarem contra, o Ministério das Comunicações também entrou no caso e ameaça tirar o programa da Globo.

O que aconteceu com os participantes Monique Amin, de 23 anos, e Daniel Echaniz, 31, embaixo do edredom ninguém sabe, mas as proporções desse caso fizeram com que o modelo paulista fosse expulso do programa e agora o Ministério das Comunicações quer analisar essas imagens dois dias 14 e 15 de janeiro.

Os representantes do órgão verificarão se s imagens estão “em desacordo com as finalidades educativas e culturais da radiodifusão”, conforme exigem o Código Brasileiro de Telecomunicações e o Regulamento dos Serviços de Radiodifusão.

Em caso afirmativo o Ministério poderá interromper os serviços da Rede Globo e tirar o programa do ar. Mas como as imagens do suposto abuso foi transmitida apenas pelo canal pay-per-view a fiscalização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) será feita nos termos da Lei Geral de Telecomunicações e também nos canais de TV paga.

Malafaia, assim como outros pastores, não aconselha evangélicos a assistirem esse programa. “O Big Brother é um lixo. Como é que tem crente que ainda perde tempo com isso? Tem que se converter de novo”, diz o pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo.


fonte: gospelprime.com.br/

Depois de sua filha receber uma Bíblia na escola, bruxa protesta para que escolas distribuam livro de feitiços


Ginger Strivelli é seguidora da Wicca, um tipo de bruxaria e se intitula pagã. Strivelli está questionando as autoridades americanas de não tem o mesmo direito que o grupo missionário Gideões em distribuir seu “livro sagrado” nas escolas púbicas.

Os Gideões Internacionais entregaram várias caixas de Bíblias na secretaria da escola North Windy Ridge, onde a filha da bruxa estuda. Todos os estudantes interessados podiam levar um exemplar para casa, e quando sua filha chegou em casa com um exemplar do livro sagrado ela questionou que as escolas não deveriam distribuir materiais de uma religião e não de outras.

Segundo Strivelli a escola respondeu que disponibilizaria da mesma forma textos religiosos doados por qualquer grupo. Porém ela diz que quando apareceu na escola levando livros de feitiços da Wicca foi mandada embora, e por isso decidiu protestar.

A história ganhou notoriedade na mídia e levou o conselho escolar a emitir uma nota oficial dizendo: “No momento estamos revisando políticas sobre essa prática com os advogados do conselho escolar. Durante este período, nenhuma escola no sistema estará aceitando doações de materiais que defendam uma determinada religião ou crença”. A decisão do conselho deve sair até o dia 2 de fevereiro.

De acordo com a Fox News Michael Broyde, professor e pesquisador no Centro para o Estudo do Direito e Religião da Emory University falou sobre o tema. Ele disse que “você deve abrir as escolas públicas para todo tipo de material religioso, ou você pode proibir todo tipo de material religioso”. O processor completou afirmando: “Você não pode dizer: Vamos distribuir material religioso, mas apenas de uma fé em particular”.

Strivelli afirmou ainda que muitos pais cristãos que tem filhos na North Windy Ridge apoiam seu protesto. Ela explica a posição dos pais cristãos dizendo que é “porque, entendem que não gostariam de ver na porta da escola as Testemunhas de Jeová distribuindo suas revistas ou católicos entrando ali distribuindo Rosários”, e enfatiza “do mesmo modo eu não gostei de saber que distribuíram Bíblias”.

Essa questão da mistura entre religião e estado tem causado polêmicas por todo o mundo e a discussão envolvendo escolas já causou problemas também na Alemanha e na Irlanda.

Fonte: Gospel+