terça-feira, 31 de julho de 2012

Novas doses da vacina contra a gripe A foram solicitadas para Canguçu

Vacina é a melhor forma de prevenção contra o virus H1N1
O município, atualmente sem a vacina contra o virus H1N1, já pediu novas doses, mas ainda não sabe se elas virão
A informação é de Vanise Silva Nunes, enfermeira responsável pelas imunizações. Segundo ela, novas doses da vacina contra o vírus foram solicitadas ao governo do estado, mas não se obteve nenhuma resposta até o momento.
Atualmente, o tratamento para os sintomas da doença estão sendo feitos através do Tamiflu. O medicamento está disponível gratuitamente, desde que o paciente possua receita médica, frisou Margarete Moura, do setor de vigilância epidemiológica. .
Se utilizado nas primeiras 48 horas em que os sintomas forem detectados, o antiviral pode ser de grande ajuda para impedir o agravamento de sintomas como febre, dor de garganta e dores nas articulações, musculares ou de cabeça.. Porém, a Organização Mundial de Saúde considera que a melhor arma contra o vírus é mesmo a vacinação.
A Secretaria Estadual de Saúde enviou para todos os funcionários da saúde dicas de prevenção contra a doença. As medidas foram espalhadas, por exemplo, nas portas dos postos de saúde. Veja abaixo as dicas de prevenção contra a H1N1:
- Higienizar as mãos com frequência;
- Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
- Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
- Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
- Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
- Não partilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal;
- Evitar aperto de mão, abraços e beijo social;
- Reduzir contatos sociais desnecessários e evitar, dentro do possível, ambientes com aglomeração;
- Evitar visitas a hospitais;
- Ventilar os ambientes.
 
FONTE: CANGUÇU ONLINE
 
 

Obras públicas derrubam muro de igreja no Nepal

Obra contou com a proteção da polícia para evitar confrontos




Obras públicas derrubam muro de igreja no Nepal A fim de aliviar o transito na região, as autoridades de Kathmandu, capital do Nepal, derrubaram os muros externos de uma das maiores e mais antigas igrejas protestantes do país

O incidente ocorreu às 5 horas da manhã, e prosseguiu até o começo do culto, ignorando as 500 pessoas que chegavam ao local para o culto.

A obra, que também demoliu prédios residenciais, contou com a proteção da polícia para evitar confrontos.

O cristão protestante Rajan Rai diz que a prefeitura considera os templos como se fossem prédios normais, ignorando seu valor espiritual e histórico. "As autoridades não têm respeito pelos sentimentos religiosos, e ignora a importância da fé para nós."

O caso criou tensões entre o escritório de obras urbanas de Kathmandu, responsável pelo projeto, e os líderes da igreja protestante. Eles ainda não fizeram comentários sobre o incidente, mas, de acordo com fontes locais, prestaram queixa na delegacia.
Fonte: Asia News / Portas Abertas Brasil



Missionários Evangélicos coreanos passam de 20 mil no Mundo

A este ritmo de crescimento, a Coreia deve superar os EUA que até hoje figura como o principal país em envio de missionário no mundo até 2020


 


Missionários Evangélicos coreanos passam de 20 mil no Mundo Mais de cinco mil participantes, incluindo 2,5 mil missionários coreanos de 169 países, vieram participar da Conferência Mundial de Missões da Coreia 2012, realizada entre 23 e 27 julho no Wheaton College, em Chicago. O maior encontro de missionários coreanos de todo o mundo foi realizado para comemorar em Chicago/EUA esta semana esta marca histórica de mais de 20 mil missionários no mundo e que apresenta o mais rápido crescimento de movimento missionário já registrado. O número de missionários coreanos em 169 países tem mais do que dobrando em 10 anos. A este ritmo de crescimento, a Coreia deve superar os Estados Unidos que até hoje figura como o principal país em envio de missionário no mundo até 2020.

John Piper, da Igreja Batista Bethlehem pregou a Palavra; Loren Cunningham, co-fundador de Jovens Com Uma Missão, Doug Birdsall, presidente executivo do Movimento Lausanne, e Loni Arnold, diretor executivo do Centro de Billy Graham estava entre os líderes evangélicos americanos que falaram durante a conferência de 23 de julho de julho a 27 realizada no Wheaton College Billy Graham Center, em Wheaton, Illinois.

“Há um grande chamado por Deus para as igrejas coreanas”, disse Piper durante a ministração de abertura da conferência. “Deus tem dado grande benção para as igrejas coreanas em todo o mundo. Onde há grande benção, uma enorme responsabilidade vem a seguir.”

Mais de cinco mil pessoas – metade delas missionários – participou da 7ª Conferência Missionária Mundial Coreana , que analisou a evolução das missões no passado e as tendências de missão para os próximos 10 anos. A conferência de missões, que é realizada a cada quatro anos no Wheaton College Billy Graham Center desde 1988, teve o apoio das três maiores organizações missionárias da Coreia – Conselho Mundial das Missões da Coreia para Cristo, Associação Mundial das Missões Coreanas, e Sociedade Coreana de Missões Mundiais.

O movimento missionário coreano remonta desde o final dos anos 70, mas o seu rápido crescimento se deu a partir de 1990 quando 1.000 missionários coreanos foram mandados para o exterior. Hoje, existem cerca de 25.000 missionários coreanos ao redor do mundo, indicando um aumento percentual de 2.500, em missionários coreanos nas últimas duas décadas.

A oração pode ser um dos fatores que poderiam explicar o impressionante crescimento no movimento missionário coreano no mundo - disse o palestrante Seuk-Hee Goh, secretário-geral do Conselho Mundial das Missões da Coreia para Cristo e um dos membros fundadores da Conferência Mundial das Missões Coreana.

A maior ameaça para as missões cristãs mundiais hoje é o crescimento do Islã no mundo, de acordo com Doug Birdsall. No dia 24 de julho, Doug deu uma palestra sobre as cinco coisas mais importantes que os cristãos modernos deveriam se preocupar, e listou o Islã no topo.

Ele disse que o Islã está prosperando economicamente e se expandindo fazendo missões com o objetivo de criar mesquitas em todo o mundo. Ele descreveu o Islã como uma religião que não confessa a Jesus como Senhor.

“Há duas religiões que se concentram em missões: o cristianismo e o Islã”, disse Birdsall. Uma delas é uma religião que ensina a amar os inimigos, e outra é uma religião sem o perdão, disse ele.

Loren Cunningham, co-fundador da JOCUM, exortou os cristãos sul-coreanos para não hesitar em enviar Bíblias à Coréia do Norte. A Bíblia é a forma que se tem para transformar uma nação comunista, pois ensina a amar o próximo e é só assim que haverá mudança.
Fonte: Creio



Cresce o número de mulheres cristãs sequestradas por muçulmanos

Com o objetivo de forçar a conversão dessas vítimas, os islâmicos seqüestram, torturam e abusam sexualmente de mulheres da igreja copta

Cresce o número de mulheres cristãs sequestradas por muçulmanos
Cresce o número de mulheres cristãs sequestradas por muçulmanosCristãos coptas continuam sendo a maior comunidade cristã do Oriente Médio, por esse motivo são alvos constantes de violência e discriminação. Maior prova disso é a violência sexual cometida por muçulmanos contra as mulheres cristãs egípcias.

Muitas igrejas no Cairo, capital do Egito, tem sido queimadas e as mulheres fisicamente abusadas. “Eu continuo me perguntando, onde eu estaria agora se esses homens não tivessem me poupado”, disse uma cristã copta chamada Ann.

Ela só sobreviveu porque conseguiu proteção na Embaixada dos Estados Unidos e agora busca asilo no país. Ann participou de uma audiência em Washington há algumas semanas falando atrás de uma parede para poder esconder sua identidade e assim proteger sua família que continua no Egito.

Em seu relato para uma comissão parlamentar ela contou que quase foi sequestrada no ano passado, ela teve muita sorte em conseguir escapar o que não aconteceu com dezenas de outras pessoas.
Um novo relatório da Christian Solidarity International informou que o número de desaparecimentos e sequestros entre as mulheres coptas estão em ascensão. O objetivo dessa violência é converter as cristãs ao islamismo.

O deputado americano Chris Smith que organizou a audiência comentou que esses abusos nada mais são do que uma guerra para atingir aos cristãos. Mas há casos onde a violência física não é a única estratégia usada, Michele Clark, da Christian Solidarity afirma que muitos muçulmanos tentam forçar casamento com as mulheres cristãs.

Os mais audaciosos tentam seduzi-las para poder forçá-las a se converterem ao islamismo para assim poderem se casar. “Eles vão e fazem com que as meninas se apaixonem por eles”, disse Michele.
Para Walid Phares, especialista em assuntos do Oriente Médio, essa prática pode ser considerada como uma campanha para impor o que ele chama de agenda islâmica. “A prática de abusar, torturar e forçar conversões de mulheres coptas ou quaisquer outros grupos da sociedade é um ato terrorista”, disse.

Diante de tanta violência o número de petições de asilo nos Estados Unidos está aumentando, tendo muitas vítimas como Ann na lista. “Ainda hoje quando penso no assunto agradeço a Deus por ter sido poupada”, disse ela. “Mas então eu penso sobre nas outras pessoas que não foram poupadas. O que aconteceu com elas?”, conclui.

Traduzido de CBN News

por Isaias dos Santos
http://noticias.gospelprime.com.br/cresce-o-numero-de-mulheres-cristas-sequestradas-por-muculmanos/

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Pastor da Assembleia de Deus afirma que casamento gay foi a causa do dilúvio e critica movimento homossexual


Pastor da Assembleia de Deus afirma que casamento gay foi a causa do dilúvio e critica movimento homossexualUm pastor de uma igreja Assembleia de Deus nos Estados Unidos declarou em entrevista a uma emissora de rádio que o casamento gay foi a causa do dilúvio.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Aaron Fruh, da AD em Knollwood, no estado do Alabama, comentava a onda de boicotes contra uma rede de fast food que declarou não apoiar o movimento homossexual. Na entrevista à emissora American Family, o pastor afirmou que “Deus sabia que as pessoas na Terra iam destruir-se através do casamento com o mesmo sexo e por isso, enviou o dilúvio”.

Segundo o pastor assembleiano, a prática homossexual e o casamento gay são as causas da destruição de diversas sociedades ao longo da história: “Encontre qualquer sociedade na história humana que já tentou essa experiência e sobreviveu para contar como foi. Todas elas foram destruídas”, argumentou.

A polêmica declaração do pastor repercutiu entre entidades de ativistas gays, que criticaram o pastor e sua postura, assim como a iniciativa da rede de fast food Chick-Fil-A.

A empresa pertence a Rick Santorum, político do Partido Democrata que disputou a indicação para concorrer na eleição presidencial contra Barack Obama. A rede conta com 1.600 restaurantes em todo o país, e lançou uma campanha a favor do “casamento bíblico”.

Publicado por Tiago Chagas

Redação Gospel+

Mais de 200 mil muçulmanos se converteram a Cristo desde 2006

Livro de missionário oferece testemunhos surpreendentes



Mais de 200 mil muçulmanos se converteram a Cristo desde 2006
Mais de 200 mil muçulmanos se converteram a Cristo desde 2006Para quem nasce em um país muçulmano não é fácil deixar o Islã. Muitas vezes isso significa colocar em risco a própria liberdade e até mesmo a vida.

Mas segundo Jerry Trousdale, diretor do ministério City Team International. Milhares de pessoas estão fazendo isso. Após anos coletando dados e testemunhos ele decidiu escrever um novo livro “Miraculous Movements: How Hundreds of Thousands of Muslims Are Falling in Love With Jesus” [Movimentos milagrosos: Como centenas de milhares de muçulmanos conheceram o amor de Jesus].

Jerry afirma que nada menos que 200.000 muçulmanos foram convertidos ao cristianismo apenas nos últimos seis anos. Isso inclui desde fiéis comuns até sheiks e imãs, líderes religiosos muçulmanos.

“Há uma insatisfação e desânimo crescentes entre as pessoas que conhecem o Alcorão e por isso estão desesperados pela segurança de vida eterna”, diz Trousdale.

A missão que ele trabalha atua em 42 países ao redor do mundo. Desde 1998, a organização cuidou de obreiros oferecendo treinamento, orientação e capacitando os líderes locais a cuidar dos necessitados nas comunidades onde vivem. Isso inclui contabilizar 600.000 novos cristãos, que na última década deram inicio a mais de 18.000 novas igrejas, principalmente no continente africano.

“Estamos oferecendo a eles um pensamento novo sobre a natureza da igreja”, diz Trousdale. “O modelo dessas igrejas que estão surgindo é muito diferente das igrejas tradicionais. Esses movimentos de formação de discípulos estão alcançando nações inteiras ao redor do mundo. É incrivelmente animador ser parte de ver a vida das pessoas sendo radicalmente alteradas pelo evangelho”.

“Este livro fala sobre essas pessoas, e essas histórias que são verdadeiros milagres!”, comenta Chip Ingram, pastor sênior da Igreja Cristã em Ventura. “Há um movimento para a mudança de paradigma. Deus quer que toda e qualquer pessoa empenhada em fazer discípulos possa aplicar isso.”

Trousdale diz que viu mesquitas inteiras se convertendo ao cristianismo. Ele conta diferentes histórias, como a de dois discipuladores que se recusaram a desistir de uma cidade, após verem cinco cristãos serem mortos ali. Sete anos depois, havia sete igrejas naquela cidade.

Além dos testemunhos pessoais, muitos muçulmanos tem conhecido a Jesus através de sonhos e visões, mas na maioria das vezes não podem falar muito sobre o assunto em público por causa das perseguições.

Mais informações podem ser obtidas no site do livro miraculousmovements.com.

http://noticias.gospelprime.com.br/mais-de-200-mil-muculmanos-se-converteram-a-cristo-desde-2006

Grupo quer publicar versão mais precisa do Antigo Testamento

Projeto visa disponibilizar a versão mais completa das Bíblias rabínicas

Grupo quer publicar versão mais precisa do Antigo Testamento
Grupo quer publicar versão mais precisa do Antigo TestamentoO professor Menachem Cohen, da Universidade Bar Ilan está próximo de completar um projeto que tem a ambição de produzir o que espera ser a versão mais precisa do Antigo Testamento de todos os tempos.

O projeto, desenvolvido há mais de 30 anos, foi chamado de “Mikraot Gdolot-Haketer”, ou em uma tradução livre, “as grandes escrituras”, e pretende ser a versão mais precisa e completa das Bíblias rabínicas. Ele é realizado por Cohen e uma equipe de cerca de 12 pesquisadores do departamento da Bíblia da universidade israelense.

Este projeto une um modelo de Antigo Testamento, chamado de Tanakh a outros três elementos: a Masora, tradução do aramaico e a interpretação de rabinos, segundo a explicação de Cohen em seu escritório da universidade.

O judaísmo rabínico é o nome dado ao judaísmo tradicional, que aceita o Tanakh como revelação divina e a Torá Oral também como fonte de autoridade. O nome vem pelo fato de os ensinamentos rabínicos terem grande valor; tais ensinamentos foram codificados principalmente no Talmud, livro sagrado dos judeus que reúne comentários dos rabinos, ou sacerdotes da religião judaica.

O projeto inclui um processo de digitalização por um programa de computador para definir o texto a partir de ângulos diferentes.

Até o momento foram publicados 21 volumes e faltam quatro livros para a coleção ficar completa. A Bíblia será distribuída gratuitamente em escolas.

Cohen conclui sobre a missão do trabalho: “queremos garantir a versão completa e precisa do Antigo Testamento para as gerações futuras”.

Primeira versão

A primeira versão de uma Bíblia desse tipo data do século XVI, 50 anos após a invenção da imprensa por Gutemberg.

Foi feita por Jacob Bem Haim, é baseada em manuscritos e fontes rabínicas.

Segundo Cohen, apesar de ser um dos textos mais reproduzidos e estudados no mundo, as edições do Velho Testamento e as anotações e explicações que muitas vezes o acompanham estão repletos de imprecisões.

“Pesquisei os manuscritos da Idade Média e descobri que os textos anteriores utilizados para a publicação da primeira versão compilada de Ben Haim não eram totalmente precisos e decidi tentar resolver esse problema”, explica o estudioso.

O projeto “Mikraot Gdolot-Haketer” prevê sua conclusão para 2013.

Traduzido de eluniversal.com.mx

por Jussara Teixeira


http://noticias.gospelprime.com.br/grupo-quer-publicar-versao-mais-precisa-do-antigo-testamento/

Colunista afirma que “bênção evangélica” ajuda a Rede Globo a impulsionar a causa gay

Colunista afirma que “bênção evangélica” ajuda a Rede Globo a impulsionar a causa gayO colunista cristão Paulo Teixeira publicou um artigo em sua coluna no Gospel+ criticando a postura da Rede Globo em ressaltar que os “evangélicos gays” são discriminados dentro da igreja evangélica.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelO colunista comenta sobre a tentativa de aproximação da emissora com o público evangélico, através de amplas coberturas das Marchas Para Jesus e da transmissão do Festival Troféu Promessas. De acordo com Teixeira essa aproximação é uma tentativa da Globo, que estaria “de olho no crescimento evangélico” em “lograr êxito mercadológico com esse público”.

Em seu artigo Paulo Teixeira critica líderes também evangélicos que, segundo ele, adotaram a incumbência de “des-satanizar a Globo à comunidade evangélica”. Nessa crítica ele cita o pastor Silas Malafaia e o deputado federal Arolde de Oliveira (PSD), dono da Rádio 93, FM evangélica do Rio.

De acordo com Teixeira, depois de ter conquistado tal público e tendo as críticas a si neutralizadas entre os evangélicos a emissora começou a externar suas ideologias, até agora represadas, a favor da agenda gay, mostrando um casamento entre lésbicas que se declararam evangélicas e entrevista com o pastor gay Alexandre Zambom, pelo apresentado Jô Soares.

- Existem inúmeras celebridades do mundo secular que defendem a causa gay, mas a Globo está priorizando dar voz aos ‘evangélicos’ gays – ressalta o colunista.

O colunista diz ainda que é necessário que os líderes evangélicos, principalmente os que ajudaram a impulsionar a emissora diante do público evangélicos se manifestem contra o posicionamento da emissora de utilizar a imagem de supostos evangélicos para apoiar a agenda gay.

- Os executivos globais já descobriram que podem morder e pisar na mensagem bíblica, à vontade, pois sabem que qualquer ato reacionário será logo aplacado com o oferecimento de mais um Festival Promessas ou a cobertura jornalística de alguns eventos evangélicos – conclui Teixeira.

Redação Gospel+

domingo, 29 de julho de 2012

Família pega caranguejo com imagem imagem do rosto de Jesus Cristo gravada no corpo

Por Dan Martins

Família pega caranguejo com imagem imagem do rosto de Jesus Cristo gravada no corpoDurante um passeio num estuário para observar caranguejos, em Seattle, no Estado americano de Washington, uma família filmou um caranguejo que acabou chamando atenção em relação aos outros animais observados no local. Um caranguejo pescado pela família Canfield tinha em seu ventre uma imagem do rosto de Jesus Cristo.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
De acordo com o Huffington Post, John Canfield afirma só ter percebido a imagem em casa, quando revia as gravações feitas com a família durante o passeio. A gravação é a única evidência sobre o animal, que foi devolvido ao mar por se tratar de uma fêmea, visto que a pesca de fêmeas desse crustáceo é proibida no local.

Diferente dos Canfield, algumas pessoas, como os editores do site Gawker, afirmam que a imagem na verdade se trata do rosto do terrorista Osama Bin Laden.

Pesquisadores da Northwestern University estão tentando explicar por que as pessoas estão vendo as imagens de Cristo em alimentos como pizza e torrada e em outros objetos. O pesquisador Joel Voss disse à NBCNews.com que isso acontece porque o cérebro humano tem a tendência de buscar familiaridade em imagens abstratas.

Redação Gospel+

Marina Silva é homenageada na Abertura das Olimpíadas de Londres

Ex-senadora foi lembrada com uma das personalidades que lutam pela paz mundial
por Jussara Teixeira

Marina Silva é homenageada na Abertura das Olimpíadas de Londres
Marina Silva é homenageada na Abertura das Olimpíadas de LondresA ex-senadora Marina Silva foi homenageada durante a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Londres como uma das pessoas que lutam pela paz mundial. Ao lado de sete outras personalidades, Marina, que é evangélica, levou a bandeira com os arcos olímpicos no Estádio Olímpico de Londres surpreendendo inclusive a presidente Dilma Rousseff, presente ao evento.

Ao lado de personalidades como o ex-boxeador Muhammad Ali e Haile Gebrselassie, maratonista da Etiópia, Marina brilhou na festa que mesclou história, música e artes cênicas.

Os outros homenageados foram o diretor argentino Daniel Barenboim, fundador da israelense-palestina West-Eastern Divan Orquestra; a vencedora do prêmio Nobel da Paz liberiana Leymah Gbowee; o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon; o ex-fundista etíope Haile Gebrselassie, embaixador do programa de solidariedade de Londres 2012; e as defensoras dos direitos civis britânicas Sally Becker, Doreen Lawrence e Shami Chakrabati, que também foram escolhidos para conduzir a bandeira antes do acendimento da pira olímpica.

Marina Silva é internacionalmente reconhecida por seu trabalho em favor da preservação ambiental.
Recebeu inúmeras condecorações, incluindo o Eco & Peace Global Award durante a conferência ECO 2008. Atualmente é conhecida como uma das pessoas mais influentes do Brasil por diversas publicações nacionais e estrangeiras.
Homenageados carregamento a bandeira olímpica.
Cerimônia

A abertura teve momentos marcantes com muita música, encenações, danças e algumas pitadas do famoso humor inglês. O aparecimento das argolas olímpicas, que brilharam acima do estádio como se tivessem sido forjadas a ferro foi de muita emoção e beleza estética.

A história do país não deixou de ser contada, com a encenação da Inglaterra rural, a passagem pela revolução industrial e a era moderna, com o rock’n’roll e as conhecidas bandas que fizeram história.

A musicalidade foi um dos marcos da cerimônia. Ao lado de músicas do Queen, David Bowie, The Clash, Duran Duran, Eurithmics e outras bandas, a orquestra sinfônica tocou Chariots of Fire, de Vangelis, música tema do filme Carruagens de Fogo.

O momento foi um dos pontos altos da ocasião e contou com a participação de Rowan Atkinson, que interpretou seu famoso personagem Mr. Bean. O público riu com a encenação preparada, onde Bean se mostra entediado de tocar a mesma nota ao piano para a música.

Ele chega a adormecer tocando, e sonha estar participando da famosa cena dos corredores na praia do filme. O comediante mostrou seu carisma e talento em meio à emoção e momentos de puro lirismo da ocasião.

A cerimônia foi encerrada pelo aguardado show de Paul McCartney, que cantou Hey Jude acompanhado pelos milhares de pessoas presentes.

http://noticias.gospelprime.com.br/marina-silva-homenagem-olimpiadas-londres-2012/

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Comparando os Estados Unidos a Sodoma e Gomorra, Billy Graham fala sobre a decadência moral do país


Comparando os Estados Unidos a Sodoma e Gomorra, Billy Graham fala sobre a decadência moral do paísEm um artigo escrito para a revista Charisma, o evangelista Billy Graham, listado entre os homens mais influentes dos Estados Unidos, criticou a decadência dos padrões morais do país, e comparou a situação da sociedade norte-americana com a de Sodoma e Gomorra.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
No texto, o pastor conta há alguns anos atrás sua esposa, Ruth, estava lendo uma versão preliminar de um livro que ele estava escrevendo, no qual falava da queda dos padrões morais, quando afirmou que os Estados Unidos mereciam uma punição
- Se Deus não castigar os Estados Unidos, Ele terá de pedir perdão para Sodoma e Gomorra – teria afirmado Ruth Graham.

De acordo com o evangelista, sua esposa estava provavelmente pensando na passagem de Ezequiel 16:49–50 onde Deus diz que destruiu essas cidades: “Ora, este foi o pecado de sua irmã Sodoma: Ela e suas filhas eram arrogantes, tinham fartura de comida e viviam despreocupadas; não ajudavam os pobres e os necessitados. Eram altivas e cometeram práticas repugnantes diante de mim. Por isso eu me desfiz delas conforme você viu.”

- Fico tentando imaginar o que Ruth pensaria dos Estados Unidos se ela estivesse viva hoje. Nos anos desde que ela fez aquele comentário, milhões de bebês foram legalmente abortados e os EUA, em grande parte, não parecem estar nem aí. Os americanos só pensam nos seus próprios prazeres, são arrogantes e não sentem nenhuma vergonha do pecado. Esses pecados são agora emblemas do estilo de vida americano – afirmou o evangelista, segundo tradução feita pelo ativista Julio Severo.

Ele conta ainda que numa importante cidade do Sul dos EUA, capelães cristãos que atuam em delegacias de polícia receberam ordens de não mais mencionar o nome de Jesus em oração, e que durante um recente evento patrocinado pela polícia, a única pessoa que recebeu permissão de orar foi alguém que dirigiu sua oração para “o ser na sala”.

- A sociedade americana está se esforçando para evitar qualquer possibilidade de ofender alguém. Só não se importa de ofender a Deus – ressaltou.

Porém Graham comparou a situação do país à Nínive, ressaltando que ainda pode haver arrependimento e mudança de vida entre o povo norte-americano.

- Quando o profeta Jonas, finalmente, viajou para Nínive e proclamou a advertência de Deus, as pessoas ouviram e se arrependeu. Eu acredito que a mesma coisa pode acontecer novamente, desta vez em nossa nação – concluiu Graham.

Por Dan Martins

Redação Gospel+

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Ditador da Coréia do Norte, Kim Jong Un, mantém 70.000 cristãos presos em campos de concentração


Ditador da Coréia do Norte, Kim Jong Un, mantém 70.000 cristãos presos em campos de concentraçãoCom a morte do ditador Kim Jong II, da Coréia do Norte, os olhos da comunidade internacional se voltaram para o país, esperando que seu sucessor, seu filho Kim Jong Un, iniciasse um processo de abertura política. A esperança de que o novo comandante de país diminuísse, ou eliminasse de vez, uma série de restrições para os cidadãos foi reforçada quando proibições sobre alimentos ocidentais, como pizza e batatas fritas, e as restrições ao uso de telefones celulares, por exemplo, chegaram ao fim.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
- O novo governante foi mostrado na televisão estatal, sorrindo estranhamente e visitando um parque de diversões – explica Ryan Morgan, analista do International Christian Concern, sobre a postura exibida por Kim Jong Un.

Porém apesar da mensagem de esperança de um futuro de tolerância no país, Morgam afirma que nenhuma melhoria foi notada na condição da igreja cristã perseguida no país comunista. De acordo com o analista, um cristão fiel e toda sua família ainda podem ir para a prisão no país pelo crime de possuir uma Bíblia.

- Não ouvimos qualquer relato de melhora para os cristãos no país e não temos motivos para acreditar que alguma coisa mudou – afirma.

De acordo com o WND, o analista comentou sobre o recente relatório da Comissão Sobre a Liberdade Religiosa Internacional, que afirma que o regime norte-coreano está cada vez mais tratando as religiões como “ameaças potenciais à segurança do país”. Ele falou também sobre os campos de concentração, para onde esses religiosos acabam sendo enviados.

- O regime norte-coreano ainda tem mais de 70.000 cristãos aprisionados em campos de concentração – detalha.

Segundo o ministério Portas Abertas, a Coreia do Norte ainda está em primeiro lugar na lista dos maiores perseguidores dos cristãos no mundo. No país, qualquer forma de adoração à outra pessoa além do ‘Grande Líder’ (Kim II-Sung) e do “líder supremo” (Kim Jong-II) é vista como traição.

- Acredita-se que pelo menos 25% dos cristãos esteja definhando em campos de trabalho forçados por que se recusaram a adorar o fundador da Coreia do Norte, Kim II-Sung [avô do atual líder – afirma ainda o ministério, que ressalta também que cerca de dez milhões de habitantes do país estão desnutridos, e milhares de pessoas estão sobrevivendo apenas comendo grama e cascas de árvore.

Por Dan Martins

Redação Gospel+

quarta-feira, 25 de julho de 2012

A “gospelização” está em alta

Pense num beco estreito e sombrio, com calçamento de paralelepípedo, cercado de galpões. Imagine-se entrando por uma das portas, de madrugada. Você avista jovens dejeans rasgado e camiseta preta, cabelo eriçado, bracelete, tatuagem e piercing. Com latinhas de energético à mão, eles dançam sorridentes e saltitantes. Casaizinhos em cantos escuros trocam carícias e beijos...

A descrição acima é de um encontro evangélico (evangélico?) que está se tornando cada vez mais comum, e com o apoio das lideranças, nesses tempos pós-modernos. Estou falando da “balada gospel”, diferente da balada original, mundana, visto que foi “gospelizada” pelos seus frequentadores, pertencentes à “geração gospel”.

Muitos cristãos (cristãos?) do nosso tempo têm usado o adjetivo “gospel” para “santificar” atitudes, posturas, comportamentos, condutas e eventos que outrora estavam relacionados a pessoas que não conhecem o Evangelho. Parte-se da premissa de que o crente tem liberdade para fazer o que quiser e se divertir do jeito que bem entender — mesmo que imite o mundo —, e ninguém tem nada a ver com isso.

“Não me diga que você é um daqueles protestantes retrógrados que ainda pensa que participar de festa junina é impróprio para o cristão. Deixa de ser legalista, meu chapa! Acorda, rapá!”, diria um famoso telepregador gospel. Isso mesmo: já existe o “arraiá gospel”, também conhecido como “festa jesuína”, inclusive em algumas pretensas Assembleias de Deus. O mesmo se aplica a baile e desfile de carnaval, música erotizante (que simula o ato sexual), esporte (esporte?) violento e sanguinário — cuja “bola” a ser chutada ou golpeada com a mão é a própria cabeça do “esportista” —, Halloween (conhecido como “Elohim”), “pegação”, etc.

Como se depreende da leitura deste artigo, “gospelizar” é, pretensamente, “tornar evangélico”. Uma vez “gospelizado”, o que outrora era considerado pecaminoso pode ser praticado livremente, sem peso de consciência. 
O lema dos crentes da “geração gospel” é: “Vamos curtir a vida. Afinal, Jesus não é careta”.

Os líderes e membros das igrejas “gospelizadas” se conformaram com o mundo. Seus cantores se inspiram em astros mundanos, como declarou, há algum tempo, o integrante de uma famosa banda gospel: “A gente ouve Bob Marley, mas só para se informar”. A tônica das mensagens “evangelísticas” pregadas nessas igrejas é: “Venha como está e fique como quiser”.


Empreguei o termo “gospelização” pela primeira vez em abril de 1994, em um texto que escrevi para o jornal Mensageiro da Paz. À época, escrevi: “Os que quiserem podem até pular carnaval, pois já existem blocos de ‘samba evangélico’. Para os apreciadores de bebidas fortes já existe a ‘cerveja gospel’, sem álcool, é claro. E não ficaremos surpresos se lançarem o ‘cigarro gospel’, sem nicotina”. Naquela época, esse texto soou como profético para os conservadores, e ácido demais para os liberais, em razão de o processo de “gospelização” ainda estar em seu início.

Não tenho conhecimento de que o “cigarro gospel” tenha sido inventado. Em compensação, hoje temos o 
 “carnaval gospel” , o  “arraiá gospel” , o  “dia das bruxas gospel” , as  “lutas de gladiadores gospel” , o “barzinho gospel” , a  “balada gospel” ,  “funk pancadão gospel” ... Como diz um “meme” do Facebook (imagem acima), “Só está faltando o inferno gospel”.

Ciro Sanches Zibordi

terça-feira, 24 de julho de 2012

“Anticristo” é atacado por homem com chave de roda

Briga entre vizinhos quase reproduz trecho de Apocalip                                                               “Anticristo” é atacado por homem com chave de roda
Um homem de Palm Bay, Flórida, atacou seu vizinho com uma chave de roda no último final de semana. O que poderia ser apenas uma briga comum na vizinhança acabou chamando atenção pelo motivo inusitado para a violência.

Kenneth David Peterson, 51, foi preso por assédio e agressão agravada depois de ameaçar seu vizinho, Fred Padilla.

Alegando que era Jesus Cristo, Peterson usou a chave de roda de seu carro e uma arma que lembra uma pistola de paintball para agredir Padilla, acusando-o de ser o anticristo.

Segundo a polícia, Peterson vinha ameaçando seu vizinho desde fevereiro, e esse foi o nono episódio em que a polícia é chamada. Das outras vezes, Padilla reclamou de danos à sua propriedade e ameaça de violência contra ele.

De acordo com registros do tribunal, já existe um pedido de Padilla na justiça para que Peterson não se aproximasse dele. Os dois devem se reencontrar dia 16 de agosto perante o juiz. Até lá, Peterson ficará na Penitenciária de Brevard County e deve passar por um exame psiquiátrico. Se quiser sair, terá de pagar uma fiança de US$ 150,000.

Traduzido e adaptado de Raw Story e Click Orlando

por Jarbas Aragão

Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/anticristo-e-atacado-por-homem-com-chave-de-roda/


Assembleia de Deus mira crescimento político nas próximas eleições: “Nosso projeto é ter um vereador em cada cidade do país”, afirma pastor Lélis Washington


Assembleia de Deus mira crescimento político nas próximas eleições: “Nosso projeto é ter um vereador em cada cidade do país”, afirma pastor Lélis WashingtonA Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) planeja que em cada cidade do Brasil ao menos um candidato a vereador filiado à denominação seja eleito em 2012.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
A projeção foi feita pelo pastor Lélis Washington Marinhos, presidente do conselho político nacional da CGADB: “Temos igrejas em 95% dos municípios e isso favorece a divulgação dos candidatos. Nosso projeto é ter um vereador em cada cidade do país”, afirmou ao jornal Folha de S. Paulo.

A Assembleia de Deus é a igreja que mais cresce em todo o país, de acordo com informações do Censo 2010, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o relatório, do total de 42 milhões de fiéis evangélicos, 12 milhões são assembleianos.

As pretensões políticas, no entanto, apesar de ousadas, não são completamente orquestradas: “No Estado de São Paulo, monitoramos 250 candidatos a vereador. Mas, além deles, muitos outros membros da igreja entraram na disputa sem o nosso conhecimento, por iniciativa própria”, revela o pastor Lélis. Outro fator é a divisão da estratégia política das Assembleias de Deus, entre CGADB e a Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil (Conamad), popularmente chamada de Ministério de Madureira. Embora atuem separadamente nas campanhas, no Congresso Nacional os parlamentares ligados a esses blocos agem em conjunto na bancada evagélica.

O cientista político Cesar Romero Jacob afirma que as Assembleias de Deus tem postura diferente das demais denominações pentecostais, o que resulta em maior credibilidade junto aos fiéis: “A Assembleia de Deus atrai fiéis com o discurso da austeridade, a defesa da família, enquanto outras igrejas pentecostais apostam na teologia da prosperidade, a promessa de melhoria de vida. Na ausência do Estado, onde a população não tem acesso à educação ou saúde, vivendo amedrontada pela violência, a igreja é o espaço que oferece um tipo de segurança a essas famílias”, aponta.

O pastor Abner Ferreira, um dos líderes na Conamad, aponta a mudança de mentalidade da liderança e dos fiéis como um dos fatores que podem determinar o crescimento do poderio político, além da pluralidade partidária na denominação: “A mentalidade mudou nos últimos 20 anos. Antigamente, ouvir rádio ou ver TV era considerado pecado. Hoje entendemos que são dois veículos
extraordinários para a pregação do evangelho [...]Nós não temos apenas um líder. A igreja não é centralizada na figura de uma só pessoa. O objetivo é formar líderes para chegar onde o povo está. Por isso em qualquer gueto tem um templo da Assembleia de Deus”, ressalta Ferreira.

Publicado por Tiago Chagas

Redação Gospel+

Número de índios evangélicos cresce 42% em dez anos


Número de índios evangélicos cresce 42% em dez anos

O Censo 2010 divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) constatou que o número de evangélicos indígenas cresceu 42% nos últimos dez anos. Os índios evangélicos já somam 210 mil pessoas, ou 25% do total da população indígena.

Segundo a Folha de S. Paulo, o crescimento entre essa população segue a tendência geral dos brasileiros, que registrou 61% de aumento entre 2000 e 2010.

Missões
Um dos fatores que tem aumentado o número de evangélicos entre a população indígena são as missões de evangelização que atuam em áreas isoladas onde vivem os índios.

Segundo Carlos Travassos, coordenador-geral do setor que monitora tribos isoladas e de recente contato na Funai (Fundação Nacional do Índio), a organização dessas missões têm aumentado. Os grupos missionários contam com recursos como aviões.

Uma dessas organizações é a Asas de Socorro, uma das 15 agências evangélicas filiadas à Associação de Missões Transculturais Brasileiras.

A missão possui voluntários que fazem ações de ensino, assistência social e treinamento de lideres indígenas.

Segundo os detalhes da pesquisa censitária, a maioria dos índios evangélicos é ligada à igreja Assembleia de Deus, ou seja, 31% ou 64.620 pessoas. Em segundo lugar vêm os batistas, com 17%, cerca de 35,5 mil pessoas.

Já o percentual de católicos indígenas caiu de 59% para 50,5% na última década.

http://noticias.gospelprime.com.br/numero-de-indios-evangelicos-cresce-42-em-dez-anos/

Tribo inteira se rende aos pés de Jesus

Pastor Adão Madeira, presidente da Associação Missionária Gideões Missionários, com sede em Pelotas, Rio Grande do Sul, visitou a obra missionária no Paraguai.
Indo à aldeia indígena foi recebido por mais de 400 índios da tribo Aché , Colônia Ipetemi.

Realizou mais um batismo, e sendo assim, já contam com quase 500 membros em comunhão. Alvim Pires é o pastor responsável pela área indígena. Oramos pela obra missionária no Paraguai. 
Segue abaixo, fotos da visita do Pr. Adão Madeira:














Por ser uma das paginas mais acessada resolvi postar novamente, pois a obra missionária ela tem e sempre terá neste blog,prioridade, que Deus abençoe todos apaixonado por missões


Conheça nossa igreja e algumas de nossas congregação na cidade e no interior de canguçu RS. uma obra missionária a serviço de Deus.e se você sentir-se tocado por Deus, junte se a nós, Visite nosso blog,
http://igreja.gideoescangucu.com.br/

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Kit gay chega às escolas e cristãos se revoltam

A família Bolsonaro denunciou nesta segunda-feira em seu site que o "kit gay" já chegou às escolas e alertou para o estímulo ao homossexualismo que contém o material. Trata-se do livro didático chamado “Menino Brinca de Boneca?” adotado pelo Ministério da Educação como referência para alfabetização das crianças até 6 anos de idade.

  • kit gay
  •  
  • De acordo com o site da família, cujo líder Jair Bolsonaro é conhecido por sua oposição feroz às ações dos grupos LGBT na política, o livro já está sendo utilizado em algumas escolas particulares em São Paulo. O livro ainda deve expandir para todo o Brasil, segundo a orientação do Governo Federal.

  • “Caso seus filhos tenham este exemplar em suas mochilas, fiquem atentos pois certamente estão recebendo carga de informações estimulando o homossexualismo em suas cabeças”, alerta a família em seu blog.

  • O site também mostra fotografias do “Menino Brinca de Boneca?” onde a família expõe palavras obscenas num conteúdo para crianças como “vulva” e “pênis”, citadas na página 16 do livro. Além disso, a família Bolsonaro aponta para a contra-capa, onde diz-se que Frei Betto é incisivio ao dizer que a obra criada estimula o público infantil a decidir-se por si só sobre sua sexualidade.

  • Um outro livro apontado no site foi o “Porta Aberta” de Geografia e História, que é voltado ao público do primeiro ano, e segundo os Bolsonaro também estimula o homossexualismo.

  • “A lição mostra uma brincadeira intitulada de “Gavião, na qual um homem adulto agarra uma criança, ambos nús, orientando que os meninos e meninas brinquem daquela maneira com seus amigos. Uma clara afronta que estimula a pedofilia”.
  • Além disso, o livro possui na página 225, um jogo da memória formando famílias de pais homossexuais.

  • “Além das mensagens diretas, em ambos é nitidamente fácil constatar as mensagens subliminares envolvendo o homossexualismo e pedofilia, que são exploradas durante todas as tarefas ensinadas”, afirmam os Bolsonaro no site.

  • “A sanha dos ativistas homossexuais que desde o início mentem e dizem que o kit-gay não seria para o público infantil é desmascarada, e já tomou também as escolas privadas do Brasil. É isso que queremos para nossos filhos?”

  • O material vem depois que um outro material contra homofobia, conhecido como kit-gay e lançado pelo Ministério da Educação, foi vedado pela presidente Dilma Rousseff, após pressão da bancada evangélica.

  • O pedagogo Felipe Nery, que primeiro detectou a inclusão de livros com tal conteúdo nas escolas, levou a questão à Frente Parlamentar Evangélica no início do mês de julho. O pedagogo, que é membro do Instituto de Ensino Superior de São Paulo apresentou outros dois livros: “Porta Aberta”, voltado para alunos de seis anos, da autora Mirna Lima e editado pela FTD e “Aprendendo a Viver, Sexualidade”, voltado para alunos de 10 e 11 anos, das autoras Patricia Mata e Lydia R. e editados pela Ciranda Cultural.

  • Segundo Nery, a distribuição dos livros está sendo feita nas escolas que não possuem um projeto pedagógico. Ele também alerta que os pais devem acompanhar o material que é usado na educação dos filhos.

  • Explicações são esperadas do atual ministro da educação, Aloízio Mercadante (PT-SP) à pedido do deputado federal Filipe Pereira (PSC-RJ).

http://portugues.christianpost.com/news/kit-gay-chega-as-escolas-e-cristaos-se-revoltam-12122/


fonte:
The Christian Post

domingo, 22 de julho de 2012

Deus não, mas e VOCÊ?




Deus não rejeita ninguém que quer abandonar o pecado.
Não importa o estado que ela está, Deus transforma-lá-a em uma nova criatura.


Contudo o Homem olha para o exterior e contempla as marcas do tempo da ignorância e do pecado, julga se deve ou não deve amar, aceitar, pregar…


A Bíblia diz que não havia um justo sequer, nenhum que fosse digno, e isso inclui eu e você!


Negamos a salvação para aqueles que nos parecem diferentes, mesmos ´Bíblia dizendo que todos estamos marcados pelo pecado.


Todos nós somos indignos da salvação, das bênçãos, favores de Deus.


Hino antigo diz uma grande verdade:

“Amai-vos uns aos outros, pois, quem ama cumpre a lei,
Amai-vos uns aos outros como eu vos amei!”



Jornal da Assembléia - "A Voz do Povo de Deus"







Lançamento do CD de Fernando Salvador

Grupo de hindus extremistas obriga cristãos a adorarem outros deuses

Eles foram agredidos e ainda expulsos da aldeia onde viviam no distrito de Dakshin Bastar, na Índia.
Grupo de hindus extremistas obriga cristãos a adorarem outros deuses

De acordo com o ministério Portas Abertas, no mês de junho cristãos de uma aldeia no Estado de Chhattisgarh, na Índia, foram obrigados a participarem de rituais hindus e depois disso foram expulsos do local onde viviam.

O ato aconteceu no distrito de Dakshin Bastar, 150 extremistas hindus levaram 15 cristãos para o templo Pendevi e ali foram obrigados a adorar as divindades daquela religião.

 As
informações foram passadas por Akhilesh Edgar, da Aliança Evangélica da Índia, que também confirmou que os raptores chegaram a agredir os cristãos.

Depois de serem expulsos da aldeia, os cristãos foram pedir ajuda para o pastor John Nag, conhecido por trabalhar em defesa dos cristãos, que foi até a Associação Evangélica da Índia pedir ajuda para Asaram Bech, que é cristão e que oferece sua casa para a realização de reuniões de oração.

Eles tentaram falar com o líder da aldeia, suplicando para que essas 15 pessoas pudessem voltar para suas casas, mas o líder se recusou a permitir o retorno dessas pessoas. Diante da resposta negativa os aldeões expulsos se refugiaram na aldeia do pastor Nag.

Todos os cristãos que sobrem perseguições na Índia podem procurar a Associação Evangélica da Índia para prestar queixa, já que muitos ficam com medo de ir até a polícia com medo de causar uma tensão religiosa. Órgãos como esses trabalham em diversas regiões do mundo para ajudar e apoiar aqueles que são perseguidos por causa da fé.

Não deixe de orar pela Igreja Perseguida, acesse o site do ministério Portas Abertas e veja a classificação dos países de acordo com o grau de perseguição.

http://noticias.gospelprime.com.br/grupo-de-hindus-extremistas-obriga-cristaos-a-adorarem-outros-deuses/




sábado, 21 de julho de 2012

Silas Malafaia afirma que programa Na Moral fez apologia ridícula ao exibir casamento entre “lésbicas evangélicas”


Silas Malafaia afirma que programa Na Moral fez apologia ridícula ao exibir casamento entre “lésbicas evangélicas”O pastor Silas Malafaia comentou, através de seu site, a edição dessa quinta feira (19) do programa Na Moral, que apresentou uma cerimônia de união civil entre duas mulheres que viviam juntas há 17 anos, e se declaram evangélicas.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Em seu artigo, Malafaia afirmou que não se pode esperar de pecadores a mesma atitude de quem conhece a verdade, mas que não poderia deixar de manifestar sua indignação e protesto contra a quebra de princípios instituídos por Deus. Ele criticou o programa, que ele classificou como propaganda ostensiva e ridícula em prol da causa gay, e o apresentador Pedro Bial que, de acordo com o pastor, tem feito um papel medíocre.

- Pedro Bial, que já tem feito papel de medíocre e ridículo no Big Brother Brasil, agora para mostrar que é mais ridículo ainda, vem fazer programa de uma verdadeira propaganda de união gay,

enganando a sociedade ao mexer no emocional das pessoas, quando na verdade, por trás das câmeras, estas relações são terrivelmente problemáticas – afirmou Malafaia, que afirmou ainda que nas próximas gerações serão vistos os efeitos de crianças criadas por homossexuais.

O texto afirma ainda que o programa retratou uma realidade distorcida, apelando para a emoção para tentar comover o telespectador.

Malafaia afirmou ainda que por muito tempo profetizou para que Deus destruísse a Rede Globo, mas que agora profetiza para que os evangélicos tenham espaço na emissora.

- Se o diabo já tem usado, então, que Deus possa nos abrir portas para usarmos este veículo para a Glória de Deus – justificou.

- É inaceitável que um veículo de comunicação desta grandeza venha fazer uma apologia tão ridícula ao casamento gay – concluiu Silas Malafaia, que pediu ainda que seus leitores enviassem seus protestos à Globo.

Por Dan Martins

Redação Gospel+

Programa Na Moral, da TV Globo, apresentou casamento gay entre lésbicas que se declaram evangélicas. Assista na íntegra


Programa Na Moral, da TV Globo, apresentou casamento gay entre lésbicas que se declaram evangélicas. Assista na íntegraA edição de ontem do programa Na Moral, da TV Globo, apresentou uma cerimônia de união civil entre duas mulheres evangélicas que viviam há 17 anos juntas.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
O tema do programa foi a união entre pessoas do mesmo sexo, e durante as conversas sobre o assunto, as noivas eram preparadas para a cerimônia por um casal de cabeleireiros gays que ficou reconhecido no movimento homossexual como o primeiro a conseguir o direito a adoção de uma criança, chamada Theodora.

Embora tenha sido anunciado pelas mídias que os pastores gays Fabio Inacio e Marcos Gladstone, da Igreja Cristã Contemporânea do Rio de Janeiro participariam da cerimônia, o programa não os apresentou. Inacio e Gladstone são líderes de Aline e Simone na igreja inclusiva, de acordo com informações repassadas pelo pastor gay Fabio Inacio ao Gospel+.

A atração contou com a presença da atriz Glória Pires e do ativista gay e estilista Carlos Tufvesson, que ficou conhecido ao ter seu pedido de casamento com seu parceiro negado pelo juiz. Pedro Bial apresentou um vídeo do juiz explicando o motivo de não ter concedido o direito ao casamento civil à dupla, e afirmou que embora alguns juízes entendam que é permitido, em seu entender a lei não autoriza casamentos dessa natureza.

Durante o programa, o apresentador Pedro Bial apresentou diversos pontos de vista sobre o assunto, sempre com conotação favorável à causa do movimento gay, e criando ligações com a história de Aline e Simone, a dupla lésbica que se casou no programa.

Em determinado ponto do programa, o apresentador afirmou que “o ativismo gay é uma minoria que faz muito barulho, mas existe uma maioria silenciosa que é maioria”, referindo-se ao fato de que muitas pessoas não concordam com as exigências do movimento homossexual.

Os filhos de Simone falaram sobre a relação de sua mãe com sua parceira Aline, e exaltaram a convivência da família e o desprezo pela crítica de pessoas que não concordam com o estilo de vida adotado pelas duas. O filho de Simone, que a conduziu ao altar, disse considerar Aline como um “verdadeiro pai”.

A menina Theodora foi a dama de honra da cerimônia realizada pela desembargadora Maria Berenice Dias, que fez referência à determinação de Aline e Simone em se casarem: “Eu queria agradecer a vocês por essa coragem. Coragem de sonharem pelo amor, pela felicidade. Hoje vocês estão dando um passo muito importante para nós construirmos um Brasil mais cidadão, mais igual, mais livre”, discursou.

As duas noivas assinaram os papéis e fizeram seus votos de fidelidade e Simone ressaltou a seriedade com que encarava a circunstância: “Até que a morte nos separe”.

Embora o programa tenha apresentado a cerimônia de casamento entre duas lésbicas, o beijo gay não foi mostrado. No dia da gravação, o pastor gay Fábio Inacio especulou que a edição do programa poderia suprimir o ato: “A gravação foi emocionante, com direito a beijo e tudo no final… Vamos torcer que não seja cortado na edição”, havia dito. Em vez de mostrar o tradicional beijo de casais, o programa mostrou apenas um “selinho” entre as noivas.

Vídeo: Na Moral sobre casamento gay. Programa na íntegra


Publicado por Tiago Chagas

Fonte: Gospel+

sexta-feira, 20 de julho de 2012

‘Nós vamos encontrar a pessoa que matou Maiara’, aposta a promotora de Justiça

Foto: Diego Vilela
Instituto Geral de Perícia recolheu objetos no local do crime que podem pertencer à Maiara
Camile Balzano de Mattos listou as informações a serem passadas pela Perícia que devem ajudar a solucionar o crime
A Polícia Civil aposta todas as fichas no registro de ligações do celular de Maiara Kohler para chegar aos responsáveis pelo crime que chocou Canguçu. A jovem possuía dois números no aparelho, um da operadora Oi e outro da operadora Claro.

Na noite de 7 de julho, quando ela saiu do trabalho e não foi mais vista, a família telefonou para estes números, mas as ligações indicavam que o celular estava desligado, o que não era uma atitude comum de Maiara, segudo familiares. Foram as primeiras suspeitas levantadas pelo pai Claudiomar e pela Mãe Leni.

- Poderemos saber com quem a Maiara falou e onde (ela estava) pelas ligações que recebeu – disse a promotora de Justiça Camile Balzano de Mattos, que acompanha a investigação, em entrevista à Rádio Liberdade AM nesta quarta-feira (18).

A quebra de sigilo telefônico da vítima pode ser tão decisiva quanto o laudo final do Instituto Geral de Perícia (IGP), que deve ser enviado à Polícia nos próximos dias. As informações identificadas pelo perito, no entanto, já estão com a investigação.

- A forma como ela foi morta, se foi uma pessoa ou mais de uma pessoa (envolvida no crime), o que ela comeu, com quem ela comeu, quantas horas antes (de ser encontrada morta) ela jantou... Nós temos todos esses dados em razão da Perícia – explica Camile.

A promotora de Justiça de Canguçu ainda mandou um recado ao responsável pelo crime.
- Se essa pessoa se apresentasse à Delegacia, poderia dar a sua versão dos fatos. Hoje, isso seria o melhor para ela – insinuou.

Maiara Kohler foi encontrada quase três dias depois do desaparecimento com as mesmas roupas que usava ao sair do trabalho. As peças de roupa poderão indicar, por exemplo, as localidades do Município em que ela esteve e quando passou por lá.

A jovem que pretendia ir a um baile na casa dos pais, na Florida, 2º Distrito, foi encontrada morta em um matagal no Rincão dos Maias, 1º Distrito, na tarde de 10 de julho.
Conforme as informações precisas vão enriquecendo o trabalho da Polícia, a investigação caminha para um desfecho esclarecedor.

- Realmente acredito que nós vamos encontrar a pessoa que matou a Maiara – aposta Camile Mattos

fonte: http://www.cangucuonline.com.br/index.php?menu=noticia&categoria=49&noticia=4283

Por gentileza, não leia este post!

 
Não adiantou nada pedir, não é? Repare: eu fiz um pedido (não impus um mandamento), solicitei com educação (e não ameaçando com o fogo do inferno), não foi uma imposição feita dentro de uma igreja institucional maquiavélica por pastores tirânicos e ainda assim… cá está você, lendo este post. E por quê? Ninguém te obrigou, você certamente poderia estar fazendo muitas outras coisas neste momento, não vai render dinheiro ou conceder prestígio a você ler este artigo… enfim, não havia absolutamente nenhuma razão para você descumprir um pedido que fiz com tanta objetividade e educação: “Por gentileza, não leia este post!”. Então por que cargas d’água você o está lendo? Simples: pois ocorre dentro de você, de mim e de todas as pessoas uma guerra, cujo estopim é algo chamado “pecado”. É esse tal “pecado” que faz com que nós sempre queiramos fazer o que nos dá na telha e assumir as rédeas da nossa vida.

A resposta nua e crua é: você está lendo este post simplesmente porque você quis. E fim de papo.

Pecar é exatamente isso: uma tentativa de tomar das mãos de Deus a autoridade de decidir o que fazer. É dizer para Deus: “Quem manda aqui sou eu!”. Deus diz “não” e eu digo “sim”: pronto, pecado. Deus diz “azul” e eu digo “vermelho”: pronto, pecado. Deus diz “vida” e eu digo “morte”: pronto, pecado. Ou seja: pecar é dizer ao Criador que Ele tem mais é que ficar na dele, quietinho, e não se intrometer naquilo que estou a fim de fazer – e provavelmente farei. Quem manda aqui sou eu!

Estamos entranhados desse mal desde a mais tenra infância. Pode observar um bebê de seis meses de idade: você lhe diz “come” e ele dá um tapa na colher. E isso mesmo sabendo que descumprir normas é errado (Rm 3.20). Sabemos exatamente o que é certo e o que é errado só que, para o homem natural, tanto faz, desde que ele se dê bem.

Mas aí… ah, aí acontece uma coisa curiosa, estranha, miraculosa, emocionante: um certo dia, do nada, sem que esperemos, o Espírito Santo de Deus caminha até você, estende a mão, toca em seu coração, sopra em seu ouvido e diz… “Vem!”. Ah, que evento glorioso! Na hora em que Ele faz isso, as mãos e os pés de Jesus de Nazaré são cravados na cruz, o Messias grita de dor lancinante e cumpre-se Rm 4.25: “Ele foi entregue à morte por nossos pecados e ressuscitado para nossa justificação”.

Sim! Pelo sofrimento agonizante do Cordeiro sem mancha somos justificados! Regenerados! Adotados! Salvos! Naquele momento glorioso nosso nome é escrito no livro da vida e recebemos as chaves da glória eterna! E, a partir daí, viveremos por todos os próximos anos libertos do pecado, caminhando pela graça, sem cometer mais atos malignos, sem destratar o próximo, sem desobedecer Deus, quase como anjinhos tocando suas liras em pureza de coração. Não falaremos mais mal de ninguém, não mentiremos mais, não odiaremos, não sentiremos inveja, não cobiçaremos a mulher ou o homem do próximo, pois estamos li-ber-tos-do-pe-ca-do! Aleluia!

Epa… peraí.

Calma.

Essa descrição não bate muito com o que eu vivo e com o que vejo ao meu redor entre os meus irmãos em Cristo. Agora fiquei confuso. Dezesseis anos atrás o Espírito Santo de Deus me disse “Mauricio, vem”. E eu fui. Racionalmente eu sei e confesso com meus lábios com toda certeza de coração: Jesus Cristo é o único Caminho, a Verdade e a Vida, não se vai ao Pai senão por Ele, que é meu Senhor e Salvador e, sem Ele, eu não teria nenhuma maneira de ir ao Céu: só pelo mérito de Jesus, por seu sacrifício na cruz, tenho acesso à vida eterna. Então, se isso tudo aconteceu… por que eu ainda minto, odeio, cobiço a mulher do próximo, sinto inveja, sou egoísta, dissimulado, materialista, tenho vontade de arrebentar algumas pessoas… por quê? Por que minha mente é povoada de pensamentos de ira, lascívia, rancor, desesperança, depressão, egocentrismo? Não era para eu ter sido liberto automaticamente de tudo isso?

Paulo diz em Rm 6.22: “Mas agora que vocês foram libertados do pecado e se tornaram escravos de Deus, o fruto que colhem leva à santidade, e o seu fim é a vida eterna”. Ora, fui libertado do pecado! Eu sou escravo de Deus! Colho frutos de santidade! Então por que ainda tenho tanta vontade de pecar? Por que todos os dias eu moooooooorro de vontade de fazer um monte de coisas erradas? Será então que não fui salvo? Será que me desviei? Será que o diabo é mais forte que eu?

Nada disso. Há uma boa explicação.

A verdade é que quando somos justificados isso não nos livra da carne podre de que somos formados. Nosso espírito passa por uma metamorfose, da morte para a vida, mas nossa carne permanece igualzinha ao que era antes. Logo, onde antes não havia conflito (visto que carne e espírito queriam ambos chafurdar na lama e passear pelos campos de lixo, saltitantes, de mãos dadas) agora há uma guerra. Meu espírito manifesta em si o fruto do Espírito Santo de Gálatas 5.22,23, mas a minha carne anseia por toda concupiscência descrita em Gálatas 5.19-21, toda sorte de podridão.

Ou seja: a conversão é o início de uma guerra em nós. De nós contra nós.

É por causa dessa guerra que você não respeitou meu pedido educado de não ler este post. Pois embora seu espírito diga “faça ao seu próximo o que gostaria que fizessem a você”, sua carne diz “que se dane, quem vai saber? Faze o que tu queres pois é tudo da lei”. E a guerra não para: você quer manter seu corpo santo mas a carne te faz acessar sites pornográficos na internet. Seu espírito lhe leva a perdoar a ofensa, mas a carne quer vingança. Seu espírito regenerado é generoso, mas sua carne é gananciosa. Seu espírito quer honrar seus superiores, mas sua carne quer falar mal dos teus chefes e dos teus pastores. E vivemos nesse cabo de guerra diariamente.

Você se identifica com essa realidade que estou descrevendo?

Se você respondeu sim, quero te dar uma noticia: parabéns, você faz parte do seleto grupo de pessoas que foram chamadas à salvação. Pois o homem que não foi chamado por Deus para estar entre os eleitos não enfrenta essa guerra. Ele faz o que é mau e não sofre nem um pouco com isso. Já os eleitos para a salvação fazem o que é mau mas se rasgam, se humilham, sofrem, se cobrem de cinza e pó, buscam no joelho o perdão dos pecados. Paulo mesmo confessou: “Pois o que faço não é o bem que desejo, mas o mal que não quero fazer, esse eu continuo fazendo.” (Rm 7.19).


Nunca conheci um homem de Deus sequer que não pecasse. Nunca conheci uma mulher de Deus sequer que não desobedecesse o Senhor. Eu, você, todos nós vivemos um conflito que durará até nosso último suspiro. Enquanto estivermos presos ao corpo desta morte, que é o pecado, vamos pecar. A diferença entre nós e os que não receberam o chamado do Espírito é que nós nos importamos, pois somos convencidos diariamente do pecado, da justiça e do juízo – e isso não vem de nós, é dom de Deus. E por nos importarmos, buscamos o perdão junto ao advogado que é Cristo e continuamos no campo de batalha. Pecando. Caindo. Sendo levantados. Na guerra. Atirando, recebendo socos, desferindo golpes, sendo feridos. E assim vamos, pelo Caminho estreito, rumo à Porta estreita, para o dia em que a carne deixará de existir e aí haverá só espirito. E só então será assinado o armistício e a guerra será ganha.

Jesus, na verdade, já ganhou a guerra, quando disse “está consumado”. Mas nós continuamos na batalha, até sermos convocados para entrar na morte, que é o início da vida eterna. Até lá, meu amigo, minha amiga, esta desgraça chamada carne continuará fazendo com que você leia posts que alguém pediu que você não lesse. Ou a ter pensamentos sexuais com aquela pessoa que não é seu cônjuge. Ou a escorregar um dinheirinho ilicito para o seu bolso. Ou a dizer para seus pais que vai passar a noite na casa do amigo para sair na balada. Ou a odiar quem é odioso quendo deveria amar. Ou a fazer qualquer outra coisa que deixa triste o coração de Deus.


É uma guerra terrível. E nessa guerra, existe um traidor em nosso meio. Existe alguém que faz parte do nosso exército e que milita contra nós. Seu nome é Justificativa. Sempre que pecamos, chega Justificativa querendo dar um jeitinho. Argumentar. “Deus perdoa”, lembra ele. “Ah, vai, você merece”, sugere. “Ninguém vai saber mesmo”, pisca o olho. “Você levantou a mão na hora do apelo, já está salvo, um pecadinho não vai fazer mal”, sussurra. “Você vai todo domingo ao culto, não é só esse pecadinho que vai te prejudicar”, garante. E assim, Justificativa vai arranjando sempre uma boa desculpa que te leve a pecar. Você, então, começa a dar ouvidos a ele e a fazer o que o traidor diz. Mas, de repente…
De repente chega o Espírito de Deus e diz, com voz mansa e suave: “Se continuarmos a pecar deliberadamente depois que recebemos o conhecimento da verdade, já não resta sacrifício pelos pecados, mas tão-somente uma terrível expectativa de juízo e de fogo intenso que consumirá os inimigos de Deus” (Hb 10.26,27). E ao ouvir isso, tremo de cima a baixo. E me pergunto: da próxima vez que eu ler “Por gentileza, não leia este post!” qual será minha atitude?

Nessa hora de tentação, lembro que, no dia em que o Espírito me disse “Vem” ele me presenteou com armas que eu poderia usar nessa guerra. E, antes que eu leia qualquer post que me pediram para não ler, antes que adultere, que minta, que furte, que odeie, que cobice, que inveje, que mate, que defraude, que calunie, antes que cometa qualquer ato contra a santidade de Deus, vou procurar lançar mão das armas do Espírito: Oração. Jejum. Bons conselheiros. Bons livros. O cinto da verdade. A couraça da justiça. O evangelho da paz. O escudo da fé. O capacete da salvação. E a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus.

E com essas armas na mão, Jesus só te pede uma única e singela gentileza: Vá e não peques mais.

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

apenas

Blog de Maurício Zágari