segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Cristãos são proibidos de ler a Bíblia no Uzbequistão

Para se ler a Bíblia ou orar deve ter a permissão do Estado


Cristãos são proibidos de ler a Bíblia no Uzbequistão A tão divulgada “Liberdade Religiosa” em alguns países apesar de tê-la em sua constituição não é respeitada, como no caso de diversos países, principalmente os que fazem parte do Oriente Médio. No Uzbequistão para se ler a Bíblia, orar e cantar louvores a Deus só com permissão e em locais determinados.

A polícia do Uzbequistão invadiu o local onde encontrava-se um grupo de 80 cristãos que estavam de férias no resort de Simurgh (Phoenix) Bostanlyk Distrito da Região Tashkent.

A abordagem foi feita com pelo menos de seis diferentes seções do Código de Ofensas Administrativas que foram apresentadas contra quatro pessoas que estavam no grupo que se reuniram para falar sobre a sua fé e cantar músicas cristãs. Durante a invasão, três Bíblias e 100 livros foram confiscados músicas cristãs.

Testemunhas disseram que a polícia na abordagem “insultava os crentes com palavras abusivas … e os ameaçava que eles poderiam apresentar acusações criminais contra os crentes, a menos que eles escrevessem declarações” e tomaram as impressões digitais de todos os presentes.

Quando perguntado por que as autoridades estavam punindo essas pessoas cujo único “crime” foi o de ler a Bíblia e cantar músicas cristãs durante um feriado, um representante da polícia disse que as pessoas “devem fazê-lo apenas em lugares autorizados e especificamente criados para fins religiosos “.

Os oficiais se recusaram a comentar mais sobre o porque a polícia estava violando o direito à liberdade de religião ou crença. ”Eu não estou autorizado a fazer mais comentários”, disse ele.

Todos estes livros, incluindo Bíblias, foram ordenados a ser destruído.

No Uzbequistão os cristãos estão sendo oprimidos e não se permite exercer a liberdade de religião ou crença, para se ler a Bíblia ou orar deve ter a permissão do Estado, uma situação humilhante que se não respeitada por levar a prisão e a té pode acontecer algo mais drástico.


Fonte: Diário Gospel

Nenhum comentário:

Postar um comentário