terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Filho de pastor mata os pais e três irmãos nos EUA

Novo massacre usando armas pesadas chocou a população.

Filho de pastor mata os pais e três irmãos nos EUAFilho de pastor mata os pais e três irmãos nos EUA
Em meio ao debate nos Estados Unidos sobre as 23 novas medidas para o controle de armas de fogo implementadas pelo presidente Barack Obama, um novo crime chocou a nação.
Na cidade de Albuquerque, capital do Estado do Novo México, ocorreu o massacre de uma família, vitimando pai, mãe e três crianças. A polícia afirma que o autor é o filho mais velho do casal, de 15 anos.
O adolescente identificado como Nehemiah Griego teria usado várias armas para matar seu pai Greg (51), sua mãe Sarah (40) e os irmãos Zephania (9), Jael (5), e Angelina, 2.  Uma das armas seria um rifle de assalto do tipo militar, justamente o tipo de material que o governo Obama quer impedir a venda a civis. Não está claro como o jovem adquiriu o armamento.
No momento, ele está detido num centro de detenção juvenil. Segundo a polícia, ele matou a mãe e os irmãos primeiro, tendo esperado por cinco horas até o pai chegar em casa para matá-lo também.
As autoridades afirmam que Nehemiah teria posto na van da família várias outras armas e tinha planos de ir até o supermercado mais próximo e fazer mais vítimas. Ele esperava morrer em uma troca de tiros com a polícia. Os vizinhos dizem que o jovem tinha uma personalidade “estranha” e era muito recluso. Alguns relataram que ele era visto seguidamente usando uniformes militares.
A tragédia maior só foi evitada porque ele ligou para um amigo antes, contando seu plano. Este amigo o convenceu a passar primeiro em uma reunião na igreja Calvary, onde seu pai era o pastor. Um dos seguranças da igreja foi avisado e chamou a polícia.
O pastor Greg Griego é filho de um ex-senador do Estado e bastante conhecido. Ele e a esposa tinham dez filhos, mas naquele diz apenas os mais novos estavam em casa. Os sobreviventes da família Griego agradecem as orações, mas não querem falar. Pediram respeito à sua privacidade neste “momento difícil”.
Além de liderar a igreja, Greg Griego foi capelão voluntário no Centro Metropolitano de Detenção durante 13 anos, além de fornecer apoio espiritual aos bombeiros de Albuquerque. Com informações NY Daily News.
por Jarbas Aragão

Nenhum comentário:

Postar um comentário