quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Véu de Maria e pedaço da manjedoura de Jesus são expostos em igreja católica

Relíquias do nascimento foram levados para Chicago
por Jarbas Aragão

Véu de Maria e pedaço da manjedoura de Jesus são expostos em igreja católicaVéu de Maria e pedaço da manjedoura de Jesus são expostos em igreja católica
Uma igreja católica de Chicago fará uma exposição de artefatos raros como parte da celebração de seu 155° aniversário. São nada menos que pedacinhos da manjedoura de Jesus, o véu de Maria e um fio do manto de José.
Esses objetos foram entregues ao Santuário de Nossa Senhora da Pompéia pelo Vaticano em 1972. Eles agora estão em exibição e devem permanecer na igreja da Sagrada Família, afirmou o padre Richard Fragomeni.
As relíquias recebem atenção especial na época de Natal, mas possuem uma longa história. O pároco, porém já alertou que não há interesse de realizar testes de carbono para verificar  se o material realmente é do primeiro século. “O Vaticano tem seus próprios métodos para determinar a autenticidade das coisas. Estou mais interessado nesse material como objeto de fé”, ressaltou o padre Jeremiah J. Boland, administrador da igreja.
Sua autenticidade está ligada ao fato de as peças terem sido levadas da Terra Santa para Roma no século quinto. “As pessoas poderiam argumentar se as relíquias de Maria e José são autênticas, mas existem diferentes tipos de objetos que foram venerados ao longo dos séculos e são mais ligados à fé que a uma explicação científica”, disse.
A Igreja da Sagrada Família, construída entre 1857 e 1860 é a segunda igreja mais antiga de Chicago. É dos únicos cinco edifícios que resistiram ao Grande Incêndio que praticamente acabou com a cidade em 1871.
Durante o mês passado a igreja inaugurou uma série de presépios com representações do nascimento de Jesus feitas em diverso países, como Quênia, Irlanda, Itália, França, Polônia, Peru, Vaticano, México, Egito e Israel. A partir de agora os objetos sacros serão mantidos em um relicário de cristal na Igreja da Sagrada Família. Traduzido de Huffington Post.

Nenhum comentário:

Postar um comentário