quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Perseguição religiosa.


    Salve Saeed
    O pastor Saeed Abedini, esta preso no Irã desde julho do ano passado, quando visitava o país natal para ajudar na construção de um orfanato cristão.
    O iraniano vive com a família nos Estados Unidos e visita anualmente o Irã. De acordo com o Centro Americano para Lei e Justiça deverá ser condenado a morte por apostasia – o pastor é acusado de abandonar a fé.
    Quero promover no Brasil uma campanha em favor do iraniano para tentar livrá-lo da condenação. Para participar basta assinar a petição pública:
    Entenda o caso:
    O Centro Americano para Lei e Justiça lançou um projeto chamado “Save Saeed” que visa promover uma petição pública em prol da liberdade do pastor americano Saeed Abedini, 32, que está preso no Irã.
    O objetivo do Centro é envolver questões jurídicas, legislativas e cultural através da implementação de uma estratégia eficaz de educação, advocacia e litígio para garantir que esses direitos sejam protegidos pela lei.
    O grupo pretende reunir 300 mil assinaturas e enviá-las para a ONU pedindo a liberdade do pastor, que foi preso em julho, quando Saeed, a esposa e os filhos retornaram ao Irã, para trabalhar na construção de um orfanato cristão. Ele foi preso e sua mulher e filhos mandados de volta para os EUA.
    Saeed é iraniano, mas recebeu a cidadania americana. Desde 2009 ele vai ao Irã visitar sua família e compartilhar do evangelho.
    Jordan Sekulow, diretor-executivo do Centro Americano de Direito e Justiça, emitiu recentemente uma nota onde ressalta que o pastor Saeed poderá receber a pena de morte. Neste momento ele estaria em Evin, um das prisões mais violentas do Irã.
    Assita ao vídeo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário