domingo, 26 de maio de 2013

Marcha Para Jesus No Rio De Janeiro Reúne Meio Milhão De Pessoas


Marcha para Jesus no Rio de Janeiro reúne meio milhão de pessoas
Marcha para Jesus no Rio de Janeiro reúne meio milhão de pessoas
Marcha para Jesus no Rio de Janeiro reúne meio milhão de pessoas. Nesse sábado (25) aconteceu no Rio de Janeiro a Marcha para Jesus. O evento começou às 14h em uma concentração na Central do Brasil e, ao embalo de nove trios elétricos reuniu uma multidão de mais de meio milhão de pessoas que marcharam por cerca de cinco quilômetros até a Cinelândia, onde assistiram a diversos shows no palco montado no local.
Os fiéis e os trios, onde se apresentam diversos cantores e grupos evangélicos, percorrem as avenidas Presidente Vargas e Rio Branco, além da Praça Mahatma Gandhi, na Cinelândia. No início da festa gospel houve chuva de papel picado e explosão de fogos de artifício. De acordo com a Polícia Militar, por volta das 17h, cerca de 500 mil pessoas estavam reunidas no local do evento, onde acompanharam a apresentação de grandes nomes da música gospel, como Aline Barros, André Valadão, Talles Roberto, Eyshila, Josiane, Bruna Karla e muitos outros.
Neste ano, de acordo com o pastor Silas Malafaia, a marcha, que tem como tema “Jesus, uma vida com atitude”, ressalta as liberdades de expressão e religiosa, a vida e a família tradicional.
A favor da família tradicional faixasMalafaia foi um dos preletores dessa edição da Marcha, que foi marcada por discursos contra a corrupção, adultério, pedofilia e prostituição, e na chegada à Cinelândia criticou o polêmico Projeto de Lei 122, que trata da homofobia.
- A marcha está fazendo um protesto contra a PL 122, a dita lei da homofobia, mas que, para nós é uma lei do privilégio. É uma lei para botar mordaça na sociedade para ninguém expressar opinião contra os homossexuais. Esse projeto de lei fere a constituição afirmando que, se um homossexual se sentir constrangido, filosoficamente ou ideologicamente, pode levar a pessoa que o constrangeu a pegar cinco anos de cadeia – afirmou Malafaia.
Pelo Twitter, Silas Malafaia comemorou o grande público reunido pela Marcha, e atacou críticos do evento.
- Parabéns ao povo de Deus, a marcha é uma resposta aos intolerantes medíocres q pensam q podem nos calar. Segundo a PM, MAIS DE 500 MIL PESSOAS. Marcha para Jesus um show de ordem, organização, alegria, paz e comunhão do povo de Deus.” Chupa essa manga” capeta e cambada de invejosos kkk (sic) – escreveu o pastor na rede social.
- Cambada de despeitados, engole seco e pode ranger os dentes mais de 500 MIL pessoas na marcha para Jesus. Nenhuma briga, baderna ou drogados – completou o líder da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo.
A maioria dos fiéis acompanhou todo do trajeto da Marcha, mas muitos preferiram ir direto para o local dos shows, como Saulo Arantes, morador de Vila Isabel, na Zona Norte do Rio. Em entrevista ao G1 ele conta que preferiu ir de metrô direto para a Cinelândia e assim garantir um bom lugar na frente do palco para ver, principalmente, André Valadão.
Os organizadores da Marcha contam que a expectativa foi dobrar o público reunido no ano passado. O evento, então, contou com igrejas que participaram pela primeira vez da manifestação, mas também com fiéis que já participam da marcha há muito tempo, como Mauricéia de Souza Moscoso, moradora da Penha, que há 15 anos participa do evento.
- Um show tão bonito assim a gente não pode perder. Fiz questão de fazer a caminhada e, se Deus quiser, terei energia e alegria para ficar até o fim. Essa marcha é em favor das famílias. Espero que a nação se converta a Cristo e a Jesus. Essa é uma festa para famílias – disse Mauricéia.
No total, foram mais de mais de 300 ônibus que trouxeram evangélicos de vários bairros do Rio, da Baixada Fluminense, das regiões dos Lagos e Serrana, e também de outras cidades. Com diversas ruas da cidade fechada, o evento tomou conta de boa parte do centro do Rio, e contou com shows que duraram até por volta das 21h.
Com informações Gospel Mais
 MINHA FONTE : AMIGOS DE CRISTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário