sexta-feira, 24 de maio de 2013

Mesa suspende 1° Tesoureiro da CGADB



Pastor Ivan Bastos

As notícias sobre as decisões da reunião da Mesa Diretora da CGADB, encerrada ontem à tarde, dão conta que o rolo compressor continua em ação. Se, no dia anterior, em medida arbitrária, desligaram o pastor Samuel Câmara do quadro de associados, nesta quinta-feira foi deliberada a suspensão do pastor Ivan Bastos de suas funções de 1° Tesoureiro.

Segundo informações já publicadas no perfil “CGADB Para Todos” (veja aqui), foi-lhe oferecido um acordo: caso retirasse a causa que patrocinou, juntamente com a sua convenção, a qual suspendeu os efeitos da AGE de Maceió, não sofreria qualquer sanção. Como a “oferta” não teria sido aceita, o “triturador” foi acionado.

Só que a medida precisa ser chancelada em uma AGE, em virtude de o pastor Ivan Bastos ter sido eleito para compor a Mesa Diretora. Ela já está decidida, embora não tenha sido, ainda, publicada a convocação. Foi prevista para o dia 2 de setembro, na AD do Belenzinho, SP, exatamente na tradicional segunda-feira em que se realiza a Reunião de Obreiros do Ministério todos os meses. É como levar a presa, sem dó nem piedade, para a “toca do lobo”. Não tenho outra expressão melhor.

Quisera que houvesse outro comportamento da Mesa Diretora da CGADB após a eleições de abril, mas percebo, pelo andar da carruagem, que a intenção é esticar a corda até onde der, com o intuito de promover mais uma cisão nas Assembleias de Deus.  Mas acho que não vão conseguir pelo que pressinto das atitudes do pastor Samuel Câmara. Ele mostra-se disposto a lutar pelos seus direitos convencionais, como também os demais líderes vinculados ao projeto “CGADB Para Todos”.


Louve-se por fim a atitude corajosa do pastor Antonio Dionísio, cujo voto foi divergente de seus pares eleitos pela chapa “Amigos do Presidente”. Segundo fontes próximas, ao expressar o voto contrário, ele teria chegado a dizer, em lágrimas, que não “mancharia as suas mãos com o sangue de José”.




Nenhum comentário:

Postar um comentário