terça-feira, 13 de agosto de 2013

Goleiro Bruno afirma que tentou suicídio e depois pediu perdão a Deus


Ele chegou a ler a Bíblia quando a corda feita de lençol arrebentou, impedindo que ele tirasse sua própria vida.
Goleiro Bruno afirma que tentou suicídio e depois pediu perdão a Deus
Goleiro Bruno afirma que tentou suicídio
 e depois pediu perdão a Deus
O programa Domingo Espetacular deste domingo (11) mostrou uma reportagem exclusiva com o goleiro Bruno que está preso desde 2010 na Penitenciária de Contagem, em Minas Gerais, condenado pela morte da ex-modelo Eliza Samúdio, com quem tem um filho.
Ao falar sobre seus primeiros dias na prisão, o ex-goleiro do Flamengo afirma que tentou se suicidar e que não conseguiu se voltando então para a leitura de uma Bíblia que ele tinha na sela.
“Eu tentei uma vez o suicídio, onde eu pendurei um lençol e pedi perdão a Deus primeiramente”, disse o atleta que se pendurou na janela, porém o lençol se arrebentou. “Eu fiquei pendurado ali por mais ou menos uns dez ou 15 segundos e arrebentou a corda. Ai eu cai, peguei uma Bíblia e falei ‘poxa como eu posso dizer que sou temente a Deus fazendo uma coisa dessa’”.
Depois desse episódio Bruno passou a pensar em tentar se reerguer e recomeçar sua vida. Ele foi condenado a mais de 22 anos de prisão e continua treinando para quando sair da cadeia ser aceito em outro time de futebol.
Ao jornalista Marcelo Rezende, Bruno falou que desde o começo sabia que Eliza estava morta, mas que não foi o mandante do crime e nem sabe onde está o corpo da ex-modelo. Aproveitando a audiência do programa, ele pediu para que entreguem o corpo para que a família possa enterrá-la com dignidade.
O goleiro foi evangelizado dentro da penitenciária e foi até batizado nas águas. Em novembro de 2012, enquanto se preparava para o julgamento, ele chegou a levar uma Bíblia e ficava lendo alguns trechos antes de iniciar a sessão que o declarou culpado pelo crime.
Assista:

Nenhum comentário:

Postar um comentário