quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Mãe de bebê abandonado é identificada e responderá pelo crime em liberdade



A mulher, maior de idade e que reside em Canguçu, atribuiu o crime a motivos financeiros e familiares
A delegada Paula Vieira e o chefe do setor de investigações da polícia civil, Leonardo Garcia, concederam entrevista para a Radio Liberdade AM na manhã desta quarta-feira (21) onde disseram já ter chegado a autoria do abandono do bebê na Estrada da Pedreira, no bairro Vila Nova.


- Não tem questão de drogas envolvidas – disse a delegada.

A prisão preventiva da mulher, maior de idade e que reside em Canguçu, foi indeferida pelo poder Judiciário. Ela então irá responder o processo em liberdade:

- Se ela descumprir alguma das medidas cautelares ela pode ser presa – afirmou Paula.

Segundo a delegada, que preferiu não revelar o nome da mãe do bebê, a autora do crime alega ter se arrependido, e que por isso ligou para a Brigada Militar passando a localização do bebê.

De acordo com o chefe do setor de investigações, Leonardo Garcia, a acusada negou a autoria do fato em um primeiro momento.

- Nós tínhamos algumas informações, embora em um primeiro momento ela tenha tentado negar, mas comparando algumas informações, como o telefone celular, nós conseguimos chegar até ela, que acabou confirmando o fato – explica.

Ela também afirmou ter feito tudo sozinha e não saber quem é o pai da criança. A perícia apontou que o bebê ainda estava vivo quando teve contato com os cães.
Em breve mais informações.



Nenhum comentário:

Postar um comentário