segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Pastor Marco Feliciano recebe apoio popular após ser hostilizado em avião em pleno voo: “Aquilo não foi protesto, foi desrespeito”

Pastor Marco Feliciano recebe apoio popular após ser hostilizado em avião em pleno voo: “Aquilo não foi protesto, foi desrespeito”
Após ser hostilizado por ativistas gays dentro de um avião em pleno vôo, o deputado e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) recebeu popular através da internet. Em sites e redes sociais diversas pessoas publicaram mensagens de apoio ao deputado, classificando a atitude dos ativistas como desrespeitosa.
- Oremos Por Marcos Feliciano Acabei de receber uma ligação dele, ele está muito Abalado Por ter sido agredido por Homossexuais dentro do Avião – escreveu o pastor Francisco Junior.
- Não concordar com o Deputado Marco Feliciano não dá o direito das pessoas o hostilizarem. O que fizeram no avião foi um desrespeito… – escreveu Alessandro Neves.
- Não! Não achei graça na “agressão” que o Marco Feliciano sofreu no avião… graça nenhuma! Aquilo não foi protesto, foi desrespeito. – afirmou o pastor e teólogo José Barbosa Junior, editor do site Crer e Pensar.
- Se todos merecessem “atos” por suas burradas… estaríamos todos fritos e entregues à barbárie – completou Barbosa, em resposta a um seguidor que afirmou que Feliciano “fez e faz por merecer coisa muito pior”.
- Militantes gays hostilizam Feliciano dentro de avião. Onde está mesmo a intolerância? Reação seria homofobia? – afirmou através do Twitter o jornalista Reinaldo Azevedo, que também publicou um texto em sua coluna na revista Veja sobre o incidente.
- Muito bem! Estou entre aqueles que acreditam que as pessoas não podem e não devem ser assediadas em razão de sua condição sexual, física ou de suas opiniões — desde que estejam jogando o jogo democrático. E Feliciano está, ainda que se possa discordar dele, ora! (…) Essa gente que assediou Feliciano, estou certo, quer a aprovação do PL 122, aquele que manda para a cadeia os acusados de “homofobia”. Pois é… Com a lei aprovada, se um dos dois assediados tivesse dado um murro na cara — E RECOMENDO EXPLICITAMENTE QUE NÃO SE FAÇA ISSO — dos agressores, estaríamos diante de um caso de “homofobia”? – escreveu Azevedo.
- O que essa gente quer? Igualdade perante a lei ou privilégios, acompanhados da impunidade? O vídeo que eles mesmos postaram — e, pois, orgulham-se disso — dá a resposta – finalizou o jornalista.
- Vi agora o vídeo dos caras perturbando o Feliciano no avião e senti vergonha pelos indivíduos. Tipo de militante que CAGA a causa. – afirmou Yasha Gallazzi.
- Sobre o q aconteceu no avião com o Marco Feliciano: Uma vergonha, desrespeito e repugnante. – afirmou Daniel Resende.
Através do Twitter, os homens que gravaram o vídeo hostilizando Feliciano receberam criticas também de pessoas que, abertamente, afirmam discordar das opiniões do deputado, mas que também não concordam com a maneira com que o suposto protesto foi feito. Diversos usuários da rede social publicaram mensagens condenando a atitude dos responsáveis pelo protesto, mesmo dizendo também não concordar com a postura do deputado.
- Discordo do Feliciano. Mas discordo do que fizeram com ele no avião. – escreveu Ale Chumer.
- Sou contra Feliciano mas também sou contra o que esses caras fizeram com ele no vídeo do avião. É um desrespeito até com os passageiros. – publicou Lodir Negrini.
- Discordo de muitas atitudes do Pastor Feliciano, mas o que fizeram com ele no avião foi baixo e feio, lamentável esse comportamento. – afirmou Kakanatal.
- Sério q cs acham graça nesse povo q dançou robocopgay p Feliciano no avião? Amor c amor se paga, mas desrespeito ñ se paga c desrespeito não – declarou Karoline Pacheco.
- Vergonhoso o que fizeram com Marcos Feliciano no avião. Não votei nele e não concordo com as coisas que ele diz. Mas foi vacilo grande! – publicou Luis Branco.
- Sou contrário aos discursos do Marco Feliciano, mas achei errado o lance no avião. É incoerente pedir respeito com desrespeito. (…) – escreveu Emerson Alecrim.
Muitas pessoas comentaram também o fato de a atitude contra Feliciano ter colocado em risco a segurança dos outros passageiros no vôo, ressaltando que em outros países, como os EUA, uma atitude semelhante a essa seria motivo para prisão imediata.
Por Dan Martins, para o Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário