sábado, 30 de março de 2013

PAIXÃO DE CRISTO - As sete Palavras da cruz - Uma reflexão


                                                  PAIXÃO DE CRISTO - As sete Palavras da cruz - Uma reflexão





AS SETE PALAVRAS DA CRUZ

1 - PERDÃO

"Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo" (Lucas 23.34a).

A primeira palavra proferida por Jesus na cruz, faz-nos entender que não há evangelho sem perdão. Ora, se o Mestre perdoou os seus algozes, no mesmo momento em que praticavam, injustamente, atrocidades contra ele, fica claro que estava cumprindo na pele quando nos ordenou a perdoar os nossos inimigos. Precisamos refletir sôbre isso, quando muitos estão esperando sentir algo "da parte de Deus" para praticarem o perdão. Isso não é bíblico, afinal o perdão é um dos princípios do evangelho de Jesus Cristo. Que o Eterno nos conceda a graça de perdoar sem exigir qualquer coisa em troca, assim como o fez Jesus por todos nós.

2 - RESGATE

Na cruz, Jesus disse afetuosamente ao seu colega de infortúnio:

- Eu lhe garanto: "Hoje você estará comigo no paraíso" (Lucas 23.43).

A segunda Palavra proferida por Jesus Cristo na cruz do Calvário, resgata a irreparável perca do ser humano lá no Éden. Quando Adão e Eva pecaram, dando ouvido a satanás. através da incorporação na serpente, foram expulsos do Jardim do Éden. Naquele primeiro momento, a expulsão do jardim foi o mais doloroso sofrimento imposto ao primeiro casal por causa do pecado. Perderam tudo, inclusie seu habitat natural. Agora, Jesus do alto da cruz, mostra a todos que, a partir do seu sacrifício, está restaurado o direito de resgate dessa benção perdida pelo homem, quando promete ao ladrão arrependido que está ao seu lado, no mesmo dia estar com ele no paraíso.

3 - RESPONSABILIDADE SOCIAL

À sua mãe, conforta: “Aí está o seu filho”,
Ao discípulo amado, pede: “Aí está a sua mãe” (João 19.26-27).

Durante todo o seu ministério, Jesus sempre se referiu Maria, sua mãe carnal, como "MULHER". Na verdade, Jesus sabia da sua ligação com Maria, porém, propositalmente, separava as coisas. Como filho de Deus não tinha mãe, mas agora, terminando seu ministério terreno, assume a postura de filho, e transfere a responsabilidade social do amparo e cuidado de Maria, sua mãe terrena, a João, o discípulo amado. Jesus, uma vez ressuscitado, portanto, glorificado, não poderia mais cumprir essa função, e ou responsabilidade de filho terreno, mas nem por isso, esqueceu-se de tão grande responsabilidade que era o cuidado de sua mãe, e compensando a João, com o fato de que ela deveria também respeitá-lo com filho. Lindo exemplo deixado pelo Mestre a todos nós, que temos o dever de cumprir com as nossas responsabilidades sociais nesta tera, mormente com a nossa família. A Bíblia diz: "Aquele que não cuida dos seus, principalmente dos da sua família, negou a fé e é pior do que o infiel"

4 – DESAMPARO

- "Eloí, Eloí, lama sabactâni?" (Mateus 27.46).
- "Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste?" (Salmo 22.1).

A quarta Palavra proferida por Jesus na cruz, deixa claro que sentiu o abandono. Ainda que isso fosse necessário por causa da escuridão e das trevas do nosso pecado, fica claro que Cristo teve esse sentimento. Abandono não tem a ver com bens materiais, mas com sentimento de solidão, de sermos deixado de lado por todos. Jesus sentiu por nossa culpa. Qualquer de nós que nos sentirmos abandonados, podemos nos ancorar no Mestre amado, afinal de contas ele antes de todos, se sentiu abandonado, e isso com o exclusivo fim de nos salvar e, portanto porde perfeitamente nos confortar e amparar.

5 – HUMANIDADE

Depois de uma longa caminhada sob o sol, depois de perder sangue, no auge de sua exaustão, pede água. É o que seu grito pressupõe:

- "Tenho sede". (João 19.28)

A sede é uma necessidade que se instala pela falta de água no organismo. Lembremo-nos que nossa composição física é de percentual elevado de água. Essa palavra "Tenho sede", demonstra que, mesmo sendo Deus, Jesus estava alí na cruz, como cem por cento homem, portanto suas necessidades físicas eram iguais as nossas. Ele foi levado ao mais elevado stress físico, de forma que não há como negar que sofreu sobremaneira pra nos salvar.


6 - DEVER CUMPRIDO

- "Está consumado"

Nada há mais que possa ser feito. Tudo estava cumprido, para sempre, pelos séculos dos séculos. As profecias acerca da restauração do homem estavam cumpridas naquele ato. Glórias ao Senhor. O termo indicava a assinatura do autor que terminara a composição, do artista que acabara a pintura, do escultor que completou a sua obra. TUDO ESTÁ CONSUMADO. Com essa Palavra, Jesus deixou claro que ninguém poderia fazer qualquer coisa pela restauração do ser humano com Pai, afinal Ele fez por completo por toda a eternidade. Glórias ao Senhor Jesus Cristo. No grego, Jesus expressou: TETELESTAI

"TETELESTAI" é uma expressão grega que pode ser traduzida como "está consumado", "totalmente pago" ou "dívida cancelada". No século I, quando um criminoso era preso, seus delitos eram registrados em um papiro conhecido como "cédula de dívida" ou "escrito de dívida". Ao cumprir a pena e chegando a ocasião de sua liberdade, o juiz responsável pela soltura do condenado, riscava a cédula, especialmente na parte onde os crimes estavam apontados, e, no rodapé, escrevia TETELESTAI. Pronto! O indivíduo não devia mais nada à justiça. Estava livre da condenação e, agora, poderia desfrutar da paz e da liberdade." (Palavra do leitor)

"... havendo riscado o escrito de dívida, que era contra nós nas suas ordenanças, o qual de alguma maneira nos era contrário, e o tirou do meio de nós, cravando-o na cruz..."
Cl 2:14

7 – CELEBRAÇÃO

Pai, nas tuas mãos entrego o mu espírito” (Lucas 23.46).

Acabara a separação e a volta para o Pai estava determinada. Quando o reino das trevas se alegrava pela sua morte, Jesus dá o maior golpe no mundo espiritual das trevas, entregando seu espírito nas mãos do Pai. Vejamos que em pouco tempo, aquele sentimento de abandono acaba, e Ele sabe que talvez o Pai tenha até virado o rosto, mas nunca o desamparado, tanto que vence de uma vez o inimigo, entregando seu espírito Suas mãos. Estava concluída a obra.

Reflitamos sôbre as sete Palavras de Jesus Cristo na cruz do calvário, não somente hoje, mas todos os dias, de forma a valorizarmos a cada amanhecer o sacrifício da cruz.

Soli Deo Glória

Pr. Carlos Roberto Silva - Point Rhema

sexta-feira, 29 de março de 2013

Pesquisa revela que 77% das pessoas atribuem a perda de valores à falta de leitura da Bíblia

Pesquisa revela que 77% das pessoas atribuem a perda de valores à falta de leitura da Bíblia
A falta de leitura da Bíblia é o motivo da perda de valores morais na sociedade norte-americana. Essa, é a opinião de 77% das pessoas entrevistadas pela “The State Of The Bible 2013 (em tradução livre, “O Estado da Bíblia em 2013”), uma pesquisa anual feita pela American Bible Society (ABS), equivalente nos Estados Unidos à Sociedade Bíblica do Brasil (SBB).
O relatório divulgado na última terça-feira, 26 de março, mostrou que a maioria dos norte-americanos acredita que a queda dos valores morais na sociedade se deve à falta de leitura da Bíblia.
A pesquisa constatou ainda que existe uma polarização a respeito do conteúdo bíblico: 66% dos entrevistados reconhecem na Bíblia uma fonte de conhecimento e orientação para a vida, enquanto que 58% dos entrevistados disseram não desejar aplicar a sabedoria bíblica em suas vidas.
O documento da ABS aponta ainda que 57% dos norte-americanos leem a Bíblia menos de cinco vezes ao ano, e detalha a posição a respeito do papel da Bíblia na sociedade e nos lares, mostrando que o livro ainda é um valor de forte influência nos Estados Unidos.
Entre as constatações da pesquisa, estão os fatos de que a Bíblia continua sendo o livro mais vendido nos EUA; 17% dos entrevistados disseram ter comprado ao menos um exemplar da Bíblia no último ano; 80% dos norte-americanos classificam a Bíblia como um livro sagrado; A média de Bíblias por lar é de 4,4 exemplares; 56% dos adultos entrevistados pela pesquisa creem que a Bíblia deveria ter um papel de maior destaque na sociedade norte-americana; e que a leitura da Bíblia proporcionou a adesão de seis milhões de pessoas ao cristianismo em 2012.
O presidente da ABS, Doug Birdsall resumiu as informações da pesquisa dizendo que falta prática do que se aprende com a Bíblia: “Os americanos na sua grande maioria reconhecem a decadência moral que vive o país [...] A falta de conexão entre a crença e a ação após a leitura da Bíblia é preocupante”, afirmou, antes de completar citando uma constatação da pesquisa: “A boa notícia é que a Bíblia é o melhor guia para obter instruções sobre como viver uma vida com princípios morais. Infelizmente, mais da metade dos norte-americanos raramente ou nunca a leem”.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Especialistas afirmam que caso Feliciano é uma amostra da força política dos evangélicos no Brasil


Especialistas afirmam que caso Feliciano é uma amostra da força política dos evangélicos no Brasil
Especialistas entendem que a indicação de Marco Feliciano para a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados expõe a consolidação do poder político das religiões no Brasil, sobretudo da evangélica, que tem registrado crescimento vultuoso na sociedade brasileira.
A informação acima foi publicada pela agência alemã Deutsche Welle, que mensurou o crescimento político dos evangélicos: em 20 anos, o número de parlamentares da bancada evangélica se multiplicou, passando de 23 em 1990, para 73 em 2010.
Para Christina Vital, professora de ciências sociais da Universidade Federal Fluminense (UFF), “os católicos sempre foram hegemônicos no Brasil, você não precisava nem dizer que pertencia a essa religião. Mas, com o crescimento dos evangélicos, há um desequilíbrio nessa equação. A disputa foi para além dos limites do campo religioso, porque estar na política é garantir espaços privilegiados”, afirma.
Este poderio político cristão no Brasil se consolida no Legislativo através da aliança entre católicos e evangélicos, que juntos somam 95 parlamentares que se impõe contra questões como aborto, casamento gay e liberação das drogas.
A definição contemporânea de Direitos Humanos coloca os religiosos num quadro de contestação por parte dos ativistas gays, por exemplo. A matéria da Deutsche Welle, no entanto, destaca que após a redemocratização, evangélicos e católicos foram importantes “para o avanço dos direitos humanos e pautas da minoria, como temas ligados à terra, melhoria das condições de trabalho e dos direitos cidadãos”, e pondera lembrando que “os assuntos, no entanto, não afetavam a reprodução e a sexualidade”.
A Frente Parlamentar em Defesa da Vida e Preservação da Família reúne 192 deputados, entre políticos eleitos diretamente por sua atuação religiosa e outros que de alguma forma se identificam com os princípios conservadores de preservação da vida, representado 40% do Congresso Nacional.
“Não são somente eles que são conservadores. Eles vocalizam boa parte do que a população brasileira pensa sobre aborto, direitos das mulheres e de homossexuais”, constata a professora Christina Vital.
Numa comparação com a Alemanha, o professor Frank Usarski, que leciona ciências da religião na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), afirma que, o pluralismo das forças religiosas é menor no Brasil, entretanto a influência da religião se mostra mais forte: “O enraizamento das igrejas na consciência e na realidade social dos brasileiros é maior”, diz.
Christina Vital observa ainda que a questão do Estado Laico no Brasil é confusa, levando em consideração que o termo é muito abrangente. A professora ilustra a questão citando o fato de que aqui, não há contribuição direta do Imposto de Renda para instituições religiosas, como em alguns países da Europa, mas há por parte do Estado um diálogo com as religiões, por exemplo: “Por esse lado, o Estado é laico. Mas, por outro, se laicidade não é a presença da religião ou não ter a interlocução da religião com o segmento político, aí o Brasil não é laico. No Brasil, há uma enorme presença do elemento religioso no espaço público”, resume.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+


quinta-feira, 28 de março de 2013

Jesus é levado para ser crucificado

Jesus é levado para ser crucificado
Jesus é levado para ser crucificado


esus é levado para ser crucificado.
Lucas 23.26-32

Então os soldados levaram Jesus. No caminho, eles encontraram um homem chamado Simão, da cidade de Cirene, que vinha do campo. Agarraram Simão e o obrigaram a carregar a cruz, seguindo atrás de Jesus.

Uma grande multidão o seguia. Nela havia algumas mulheres que choravam e se lamentavam por causa dele. Jesus virou-se para elas e disse:

— Mulheres de Jerusalém, não chorem por mim, mas por vocês e pelos seus filhos! Porque chegarão os dias em que todos vão dizer: “Felizes as mulheres que nunca tiveram filhos, que nunca deram à luz e que nunca amamentaram!” Chegará o tempo em que todos vão dizer às montanhas: “Caiam em cima de nós!” E dirão também aos montes: “Nos cubram!” Porque, se isso tudo é feito quando a lenha está verde, o que acontecerá, então, quando ela estiver seca?

Levaram também dois criminosos para serem mortos com Jesus.
Fonte: Sociedade Bíblica do Brasil


Jesus é condenado à morte



Lucas 23.13-25 Jesus é condenado à morte

Pilatos reuniu os chefes dos sacerdotes, os líderes judeus e o povo e disse:

Jesus é condenado à morte
Pilatos reuniu os chefes dos sacerdotes,
 os líderes judeus e o povo e disse:
— Vocês me trouxeram este homem e disseram que ele estava atiçando o povo para fazer uma revolta. Pois eu já lhe fiz várias perguntas diante de todos vocês, mas não encontrei nele nenhuma culpa dessas coisas de que vocês o acusam. Herodes também não encontrou nada contra ele e por isso o mandou de volta para nós. Assim, é claro que este homem não fez nada que mereça a pena de morte. Eu vou mandar que ele seja chicoteado e depois o soltarei.

[Na Festa da Páscoa, Pilatos tinha o costume de soltar algum preso, a pedido do povo.] Aí toda a multidão começou a gritar:

— Mata esse homem! Solta Barrabás para nós!

Barrabás tinha sido preso por causa de uma revolta na cidade e por assassinato.

Então Pilatos, querendo soltar Jesus, falou outra vez com a multidão. Mas eles gritavam mais ainda:

— Crucifica! Crucifica!

E Pilatos disse pela terceira vez:

— Mas qual foi o crime dele? Não vejo neste homem nada que faça com que ele mereça a pena de morte. Vou mandar que ele seja chicoteado e depois o soltarei.

Porém eles continuaram a gritar bem alto, pedindo que Jesus fosse crucificado; e a gritaria deles venceu. Pilatos condenou Jesus à morte, como pediam. E soltou o homem que eles queriam — aquele que havia sido preso por causa de revolta e de assassinato. E entregou Jesus para fazerem com ele o que quisessem.

Fonte: Sociedade Bíblica do Brasil



Devocional: Os guardas batem em Jesus e Jesus diante de Pilatos.

Devocional: Os guardas batem em Jesus e Jesus diante de Pilatos.
Devocional: Os guardas batem em Jesus
 e Jesus diante de Pilatos.


Devocional: Os guardas batem em Jesus e Jesus diante de Pilatos.
Lucas 22.63-71

Os homens que estavam guardando Jesus zombavam dele e batiam nele. Taparam os olhos dele e perguntavam:

— Quem foi que bateu em você? Adivinhe!
E diziam muitas outras coisas para insultá-lo.
Jesus diante do Conselho Superior
Quando amanheceu, alguns líderes dos judeus, alguns chefes dos sacerdotes e alguns mestres da Lei se reuniram. Depois mandaram levar Jesus diante do Conselho Superior. Então lhe disseram:

— Diga para nós se você é o Messias.

Ele respondeu:

— Se eu disser que sim, vocês não vão acreditar. E, se eu fizer uma pergunta, vocês não vão responder. Mas de agora em diante o Filho do Homem se sentará do lado direito do Deus Todo-Poderoso.

Aí todos perguntaram:

— Então você é o Filho de Deus?

Jesus respondeu:

— São vocês que estão dizendo isso.

E eles disseram:

— Não precisamos mais de testemunhas. Nós mesmos ouvimos o que ele disse.

Lucas 23.1-12.

Em seguida o grupo todo se levantou e levou Jesus para Pilatos. Lá, começaram a acusá-lo, dizendo:

— Pegamos este homem tentando fazer o nosso povo se revoltar, dizendo a eles que não pagassem impostos ao Imperador e afirmando que ele é o Messias, um rei.

Aí Pilatos perguntou a Jesus:

— Você é o rei dos judeus?

Jesus respondeu:

— Quem está dizendo isso é o senhor.

Então Pilatos disse aos chefes dos sacerdotes e à multidão:

— Não encontro nenhum motivo para condenar este homem.

Mas eles insistiram:

— Ele está causando desordem entre o povo em toda a Judeia. Ele começou na Galileia e agora chegou aqui.

Jesus diante de Herodes

Ouvindo isso, Pilatos perguntou:

— Este homem é da Galileia?

Quando soube que Jesus era da região governada por Herodes, Pilatos o mandou para ele, pois Herodes também estava em Jerusalém naquela ocasião. Herodes ficou muito contente quando viu Jesus, pois tinha ouvido falar a respeito dele e fazia muito tempo que queria vê-lo. Ele desejava ver Jesus fazer algum milagre. Então fez muitas perguntas a Jesus, mas ele não respondeu nada. Os chefes dos sacerdotes e os mestres da Lei se apresentaram e fizeram acusações muito fortes contra Jesus. Herodes e os seus soldados zombaram de Jesus e o trataram com desprezo. Puseram nele uma capa luxuosa e o mandaram de volta para Pilatos. Naquele dia Herodes e Pilatos, que antes eram inimigos, se tornaram amigos.

Fonte: Sociedade Bíblica do Brasil


quarta-feira, 27 de março de 2013

Pelotas – RS recebe visita da equipe CGADB PRA TODOS


Pelotas-RS, na  Convenção com os pastores do Ministério Gideões Presidida pelo Pr.Adão Madeira e Ligados a CIADDIF.
O material da CGADB PRA TODOS, foi entregue aos participantes . O  pastor Geovani Neres, candidato ao conselho Fiscal da CGADB esteve presente no evento e falou do sonho, ideal e caminhada dizendo aos presentes IMAGINEM UMA CGADB…elencando as principais propostas do Pastor Samuel Camara. deixou os pastores muito motivados para a AGO em Brasília e serem participantes na construçao deste futuro, na volta a alternancia e rotatividade de presidentes. Encerou orando  e  citando Isaias 43.13 .
Pastores em Pelotas mostrando o Livro Construindo o Futuro da CGADB
Pastores em Pelotas mostrando o Livro Construindo o Futuro da CGADB

Médicos dizem ter desenvolvido técnica viável para ressuscitar mortos

Batizada de “efeito Lázaro”, experimentos são conduzidos pelo doutor Sam Parnia.

Médicos dizem ter desenvolvido técnica viável para ressuscitar mortosMédicos dizem ter desenvolvido técnica viável para ressuscitar mortos
O doutor Sam Parnia é considerado um dos maiores especialistas mundiais em estudos científicos sobre a morte, o estado da mente humana e as chamadas “experiências de quase morte”.
Além de ser professor, ele comanda grupos de pesquisas sobre a ressurreição em hospitais do Reino Unido e na Cornell University, em Nova York. Fundou o Projeto Consciência Humana, na Universidade de Southampton e atualmente conduz um estudo acadêmico inovador. Em colaboração com vários centros médicos de todo o mundo, sua finalidade é descobrir cientificamente o que acontece quando morremos.
Os especialistas afirmam que a ressurreição é possível e novas metodologias devem ser espalhadas por todo o mundo. Com isso, será possível salvar mais pessoas. Parnia escreveu um novo livro reunindo todos os conselhos e análise sobre a experiência global desta prática.
O título curioso da obra é “O Efeito Lázaro”, lembrando a narrativa bíblica sobre o homem ressuscitado por Jesus. Segundo Parnia, a técnica mais eficaz é arrefecer o corpo (usando gel, com cateteres) para reduzir a atividade metabólica das células e usando-se uma máquina específica: um oxigenador de membranas, que ativa a circulação e a oxigenação do  sangue . Essas máquinas já estão em uso no  Japão  e Coréia do Sul.
Segundo o autor, tal tecnologia permite que as pessoas levantem do mortos até sete horas após seu coração parar de bater.  O processo ainda é complicado, demorado, e caro, mas já se mostrou possível. As células cerebrais, as mais delicadas, podem ser cultivadas em laboratório até quatro horas após a morte de uma pessoa.
Esse tipo de técnica foi usada por médicos no ano passado para “ressuscitar” o meia Fabrice Muamba (do Bolton), que  foi dado como morto durante um jogo de futebol entre sua equipe e o Tottenham pela Taça de Inglaterra. O jogador  teve um ataque cardíaco fulminante e ficou mais de uma hora sem respirar. Em junho foi pai pela segunda vez e não teve nenhuma sequela séria.
O doutor Parnia acredita que, daqui a algum tempo, a recuperação total após várias horas sem batimentos cardíacos será algo possível. Ele explica que as células do nosso corpo tem duração diferente após a morte. Ou seja, nas primeiras 24 horas são as do cérebro, depois as células de gordura.  Células da pele e dos ossos duram até quatro dias. Ou seja, parece que morremos em prestações.
Segundo o livro, os números surpreendentes de pessoas que tiveram as chamadas experiências de quase morte relatam que é possível lembrar do que aconteceu minutos ou até horas após serem dados como mortos. Embora eles tenham voltado à vida espontaneamente, para os médicos esse é um fator determinante na percepção de que a vida vai além dos sinais vitais. Com informações RT e Daily Mail.
Fonte; Gospel Prime



terça-feira, 26 de março de 2013

Governo derruba igreja protestante na Indonésia

Tudo foi ao chão. A igreja foi demolida pouco antes das três horas da tarde", disse o líder cristão Torang Simanjuntak ao Jakarta Post.

Indonesia Church down.jpg

Apesar dos protestos de cristãos, funcionários do governo local em Bekasi (Indonésia) demoliram uma igreja protestante após a congregação ter sido proibida, na semana anterior, de realizar cultos em seu prédio. Funcionários citaram a falta de uma "licença de construção", exigida por lei. Na realidade, muitas igrejas operam sem estas licenças, que são quase impossíveis de se obter. Justamente por esse motivo, grupos islâmicos radicais usam a legislação como pretexto para exigir o fechamento de igrejas cristãs. As poucas igrejas que obtiveram a licença, só conseguiram após pagar grandes somas ao governo.

Membros da congregação compareceram ao local na manhã de quinta-feira, na tentativa de impedir a demolição da igreja. Quando agentes da ordem pública chegaram, os cristãos realizavam um culto de oração, esperando que a demolição não acontecesse.

Uma escavadeira avançou de encontro ao prédio às onze horas da manhã. Membros da igreja choravam, enquanto alguns tentaram impedir que o trator se aproximasse. Quando as paredes da igreja começaram a cair, muitos cristãos ainda não podiam acreditar no que estavam vendo. Conversaram com os oficiais, pedindo-lhes para cancelar a demolição, mas não obtiveram nenhum sucesso.

Vários policiais de Bekasi foram mobilizados a fim de acalmar os membros da congregação. Anciãos da igreja também tentaram pacificar o processo. Simanjuntak afirmou que a demolição foi ilegal. "O governador de Bekasi deveria ter nos dado a ordem de demolição primeiro, nós nunca recebemos qualquer carta alertando sobre isso", disse ele.

A igreja tem lutado para obter uma licença de construção, já que foi construída em 1999 e a lei passou a valer em 2006. "Em breve, vamos abrir um processo contra a administração política de Bekasi", informou Torang, acrescentando que os cristãos ainda mantêm seus cultos, perto da igreja demolida.

FonteThe Jakarta Post
TraduçãoAna Luíza Vastag

URGENTE;Ore pelo Uzbequistão!

16º colocado na Classificação de países por perseguição, no Uzbequistão cristãos têm suas casas invadidas e materiais referentes ao cristianismo são confiscados. Muitos líderes são interrogados e agredidos pela polícia. Ainda assim, a Igreja continua a crescer

Mulheres Uzbequistão.jpg
Recentemente, uma cristã casou-se com um homem muçulmano, que está muito perto de aceitar a Cristo. Alguns dias atrás, parentes do marido, com medo que ele se convertesse ao cristianismo, procuraram o Mulá (líder muçulmano) local, e foram até a casa da família, para pressionar seu filho a se divorciar, ameaçando agredi-los se não se separassem. O jovem marido respondeu que não abandonaria sua esposa. Isso enfureceu ainda mais seus pais e o Mulá, que prometeram que o casal seria punido. Ore por proteção para essa nova família, para que o marido entregue sua vida a Jesus e ambos fiquem firmes e sejam luz em seu vilarejo.

Ore também por nosso irmão Musa. Ele entregou sua filha, cristã, para se casar com um muçulmano que se converteu ao cristianismo pouco após o casamento. O acontecido gerou indignação entre os familiares do jovem, que foram até a casa de Musa para agredi-lo com paus. Ao ouvir o barulho, a família acordou e não permitiu que os agressores entrassem na residência. Depois disso, as ameaças continuaram, e Musa precisou enviar sua filha e genro para a Rússia. Os familiares do jovem não aceitaram a mudança e ainda procuram ferir Musa de qualquer maneira. Ore por sua segurança.
FontePortas Abertas Internacional
TraduçãoDeborah Stafussi

NOTA DE FALECIMENTO - OSVALDO NASCIMENTO - 23.03.2013


NOTA DE FALECIMENTO - OSVALDO NASCIMENTO - 23.03.2013

Osvaldo Nascimento 1946 - 2013

Foto: Última participação de Osvaldo Nascimento na AD Cubatão em Dezembro/2012.

CANTOR OSVALDO NASCIMENTO PROMOVIDO ÀS MANSÕES CELESTIAIS


Lamentavelmente o povo de Deus perdeu no último sábado, 23.03.2013, um de seus maiores e pioneiros interpretes, OSVALDO NASCIMENTO.

O cantor começou sua carreira nos anos 70, tendo gravado 42 trabalhos, Lançou canções que marcaram as Igrejas nos anos 70/80 tais como; Passa por aqui Senhor, Mãos Ensaguentadas de Jesus, Eu quero ver, Sofrer por Jesus, Sua Majestade, Fogo do Senhor e outras dezenas de canções.

Passou pelas gravadoras mais respeitadas da época: Crow, Bandeira branca, Bom Pastor, Doce Harmonia, Louvores do Coração, Som Evangélico e outras. Abriu sua própria gravadora, primeiro na Avenida Liberdade, transferindo-a depois para a conhecida Rua  Conde de Sarzedas em São Paulo,

OSVALDO NASCIMENTO fez uma linda parceria com os maestros Alirio Misael e Melk Carvalhedo, com os quais gravou mais de 250 cantores, Lançou nomes que gravaram por ele pela primeira vez, tais como Vanilda Bordiere, Eduardo Silva, Wagner Roberto e tantos outros, Produziu também Joel e Jonas,(Deus dos campeões / Estou Contigo / Palavras / Maior Alegria) Nicolete (A Fonte), Ozeias De Paula (Paz e Comunhão), Jorge Biná, Ziran Araújo, Niltinho, Moisé Borguete,Triunfo, Saulo Nogueira e outras centenas.

Osvaldo também investiu na carreira musical de suas três filhas; Adriana Nascimento, Andrea Nascimento e Alessandra Nascimento, Todas tiveram boa aceitação vendendo milhares de lps e cds na época.

Osvaldo Nascimento,depois entrou num período difícil, tendo passado por turbulências financeiras, Sua gravadora fechou, vendeu seus bons títulos a outras gravadoras e começou a comercializar Bíblias, harpas e reproduzir alguns materiais,

A partir de então passou a ser visto em alguns eventos pelas portas das Igrejas e ginásios com seu material, Seus últimos dias foi como pastor e relançando seus trabalhos.

Fica nossa gratidão a Deus por essa vida, Registrmaos nosso sentimento à família. Foi um grande colaborador da obra de Deus em Cubatão, mormente da Assembleia de Deus.

Osvaldo Nascimento  faleceu na noite deste sábado, aos 67 anos, vitima de uma parada cardíaca. Seu velório foi neste domingo e o enterro nesta segunda. Estiveram presentes à cerimônia importantes nomes da música evangélica amigos e familiares. Seu corpo foi sepultado em Osasco-SP.



Minha fonte

Pastor Saeed Abedini, preso no Irã, escreve nova carta e relata espancamentos e torturas: “Não reconheci meu rosto”

Pastor Saeed Abedini, preso no Irã, escreve nova carta e relata espancamentos e torturas: “Não reconheci meu rosto”
O pastor iraniano Saeed Abedini, preso ao visitar seu país e condenado a oito anos de prisão sob acusação de espionagem e comprometimento da segurança nacional do Irã, escreveu uma terceira carta à sua família, revelou o Centro Americano para Lei e Justiça (ACLJ, na sigla em inglês).
Nesta carta, Saeed afirmou que após as torturas e espancamentos a que vem sendo submetido, não se reconhece mais: “Eu pude ver meu rosto no espelho de um elevador que me levaria para o hospital da prisão. E olhando para o reflexo de uma pessoa que estava atrás de mim, eu disse olá, sem me dar conta que era o meu próprio rosto refletido desfigurado”, escreveu Abedini.
O pastor é iraniano naturalizado norte-americano, e estaria trabalhando na implantação de igrejas no país muçulmano antes de sua prisão.
A carta foi escrita para sua família usando pedaços de jornal, informou o site Mundo Cristiano. Nela, o pastor demonstrou preocupação com sua esposa e filhos, e descreveu o estado de seu rosto: “Meu cabelo estava raspado. meus olhos estavam inchados, um inchaço fazendo com que ele ficasse três vezes maior que o normal e o meu rosto também bastante inchado”.
Desde sua prisão, a ACLJ vem pedindo que o governo norte-americano intervenha na situação. Após a divulgação desta terceira carta, a entidade voltou a pedir ao secretário de Estado do país que volte a pressionar o governo iraniano pela libertação do pastor, que é cidadão norte-americano, porém o Departamento de Estado não tem se pronunciado sobre o caso.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Dia do Fico: Pastor Marco Feliciano permanece na Presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara

Dia do Fico: Pastor Marco Feliciano permanece na Presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara
Na tarde dessa terça feira (26), a liderança do PSC decidiu que irá manter a indicação de Marco Feliciano à presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara. O pastor Everaldo Pereira, vice-presidente do PSC, anunciou a decisão após uma reunião de deputados do PSC com a executiva nacional do partido sobre o tema.
- Informamos aos senhores e senhoras que o PSC não abre mão da indicação feita pelo partido. Feliciano é um deputado ficha limpa, tendo então todas as prerrogativas de estar na Comissão de Direitos Humanos e Minorias – anunciou Pereira, ao declarar o apoio do partido à permanência do deputado no cargo.
Pereira leu uma nota de três páginas na qual o PSC relata o seu histórico de alianças com o PT, desde 1989 até a eleição da presidente Dilma Rousseff.
- Mesmo diante das declarações de que ela não sabia se acreditava em Deus e que não era contra o aborto, o PSC apoiou a presidente Dilma, sem discriminá-la por pensar diferente de nós – ressaltou, sobre o apoio à candidatura da presidente.
Na nota, o partido afirma também que entende que o deputado não é “nem racista nem homofóbico”, e fez questão de destacar que respeita os outros partidos e exige respeito em seus posicionamentos e decisões.
- Nós do PSC entendemos que ele não é racista e nem homofóbico. Pode até ter havido declarações inconvenientes, mas o deputado Feliciano já se desculpou pelas afirmações e qualquer um pode deslizar nas palavras – disse o vice-presidente do partido ao ler a nota.
- Respeitosamente, quero pedir que as lideranças dos partidos nesta Casa respeitem a indicação do PSC e peçam a seus militantes que protestem de maneira respeitosa. Não fazemos ameaças, mas se fosse preciso convocar 100, 200, 300, 500 ou mais militantes que pensam como nós, também convocaríamos, mas o PSC é pela paz e harmonia. Queremos o entendimento – completou Pereira.
Depois da leitura da nota, Everaldo afirmou que não responderia a perguntas. Feliciano deixou a reunião, sem falar com a imprensa. Ao chegar para a reunião, questionado se era o “dia do fico” respondeu apenas: “é só olhar para o meu rosto”. Na saída, mesmo com o respaldo do partido, saiu escoltado por seguranças e por pastores que se manifestaram de forma favorável a ele.
De acordo com o jornal O Globo, parlamentares contrários à permanência do pastor na presidência da comissão já estão articulando formas alternativas de retirá-lo do cargo. De acordo com a publicação, a estratégia dos opositores de Feliciano o esvaziamento da comissão, retirando membros de outros partidos, de forma a enfraquecê-la.
André Moura, líder do partido na Câmara, e que chegou a cogitar a troca de Feliciano, afirmou que a decisão foi conduzida pela executiva do partido e tomada em comum acordo com a bancada. Ele afirmou que agora irá comunicar a decisão ao presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).
Por Dan Martins, para o Gospel+

Novas informações importantes sobre o incêndio na boate Kiss, segundo Laudo.


Novas informações importantes sobre o incêndio na boate Kiss, segundo Laudo.
Novas informações importantes sobre o incêndio na boate Kiss, segundo Laudo.
Novas informações importantes sobre o
incêndio na boate Kiss, segundo Laudo.
Segundo laudo do Departamento de Criminalística, que faz parte do inquérito da Polícia Civil sobre a tragédia ocorrida na boate Kiss, em Santa Maria, no dia 27 de Janeiro, novos dados foram revelados sobre os momentos antecedentes ao incêndio. No documento que contém 161 páginas, um dado importante, por exemplo, é que a temperatura causada pelas faíscas do sinalizador disparado na ocasião chegou a 1.267 °C.

Temperaturas entre 271°C e 378°C já seriam suficientes para incendiar a espuma que fazia o isolamento acústico da Boate, segundo a perícia. Segundo o delegado Sandro Meinerz “Certamente, o toque dessas centelhas com a espuma foi decisivo para todo esse acontecimento”.

A fumaça tomou conta da casa noturna e os integrantes da banda que tocavam na noite, sem sucesso, tentaram apagar as chamas com um extintor. Alguns vídeos gravados por aparelhos de celular de pessoas que estavam na boate mostram o momento em que o incêndio começou.

Segundo o inquérito da Polícia Civil que mostra um ofício do Ministério Público reforçando as suspeitas de que o prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer, foi omisso na situação, e que está entre as 28 pessoas responsabilizadas pela tragédia. O documento do dia 6 de setembro de 2011 indica que o MP pediu informações ao prefeito sobre a documentação da boate Kiss. Na resposta, 15 dias depois, o secretário de Proteção Ambiental admitiu que o alvará da casa noturna estava vencido.

A assessoria do prefeito de Santa Maria afirmou que é de responsabilidade da chefia de gabinete o despacho de ofícios que chegam até o executivo e que o material citado então pela polícia foi encaminhado à secretaria de proteção ambiental.

Outra informação importante é que antes da tragédia, a banda Projeto Pantana, de Elissandro Spohr, iria gravar um clipe na Kiss. Um vídeo, que está em poder da polícia, mostra cenas em que o grupo usa fogos de artifício e nas imagens, as chamas quase atingem o teto da casa. o que confirma a tese de que shows pirotécnicos eram frequentes no local.

De acordo com a polícia, uma apresentação semelhante a registrada no vídeo foi realizada no dia da tragédia. Em depoimento ao Fantástico uma semana após a tragédia, Elissandro garantiu que fogos jamais haviam sido utilizados dentro da Kiss, nem mesmo pela banda Gurizada Fandangueira.

Jader Marques, advogado de Kiko, afirmou que o clipe foi gravado fora do horário de funcionamento da boate, com equipamento específico e presença de profissionais especializados para lidar com a situação. (Com informações g1.globo.com).


Relembre o caso aqui: Incêndio Boate Kiss

http://www.amigodecristo.com/2013/03/chama-de-sinalizador-foi-a-1-200c-antes-incendio-na-boate-kiss-segundo-laudo.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+AmigoDeCristo+%28Amigo+De+Cristo%29&utm_content=Yahoo%21+Mail

segunda-feira, 25 de março de 2013

Professor manda alunos pisarem sobre o nome de Jesus; Jovem se recusa e é suspenso

Professor manda alunos pisarem sobre o nome de Jesus; Jovem se recusa e é suspenso
Um professor universitário sugeriu a seus alunos que escrevessem o nome “Jesus” num pedaço de papel e pisassem sobre ele, como parte de um exercício sobre debates durante uma aula de Comunicação Intercultural.
Entretanto, um dos alunos se recusou a fazer o que havia sido pedido pelo professor e foi suspenso pela direção da Florida Atlantic University.
O estudante que se recusou a pisar no nome de Jesus é um mórmon, e disse que se sentiu desrespeitado: “Eu não vou ficar sentado em uma classe para ter meus direitos religiosos profanados, e como eu estou sendo punido, vejo realmente dessa forma”, disse Ryan Rotela.
Já o professor Deandre Poole alegou que estava tentando ensinar aos alunos uma “lição de debate”, e que isso seria uma forma de forçar os alunos a enxergarem outras perspectivas.
A diretora da universidade afirmou à Fox News que “como em qualquer lição acadêmica, o exercício foi feito para incentivar os alunos a ver as questões a partir de muitas perspectivas, em relação direta com os objetivos do curso”, e que “apesar de, por vezes, os temas discutidos podem ser sensíveis, um ambiente universitário é um espaço para diálogo e debate”, afirmou Noemi Marin.
Suspenso, Rotela no entanto se mantém criticando a iniciativa: “Eu disse para o professor: ‘com todo o respeito à sua autoridade como professor, eu não acredito que o que você nos disse para fazer seja apropriado. Eu acredito que foi pouco profissional e eu estava profundamente ofendido com o que você me disse para fazer’”, revelou o estudante.
A universidade e o professor Poole defendem-se ainda citando que o exercício é proposto pelo material didático usado nas aulas, e faz parte do livro “Comunicação Intercultural: Uma Abordagem Contextual. Edição 5″, que trata o exercício como o princípio de uma discussão: “Peça aos alunos para se levantar e colocar o papel no chão, na frente deles com o nome Jesus para cima. Peça aos alunos para pensar sobre isso por um momento. Depois de um breve período de silêncio instrua-os para a etapa no papel. Maioria hesitará. Pergunte por que eles não podem pisar no papel e discuta a importância dos símbolos na cultura”, diz o texto.
Paul Kengor, diretor executivo do Centro para a Visão e Valores afirmou que essa lição é um exemplo direto de como a sociedade secular tem o cristianismo como um alvo: “Estes são os novos discípulos seculares da ‘diversidade’ e ‘tolerância’- jargões vazios que fazem os liberais e progressistas se sentirem bem, enquanto eles muitas vezes se recusam a tolerar e às vezes até tomar de assalto as crenças cristãs tradicionais e conservadoras”, criticou.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+