segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Obama pede liberdade do pastor Saeed Abedini ao novo presidente iraniano

Obama pede liberdade do pastor Saeed Abedini ao novo presidente iranianoO presidente dos Estados Unidos (EUA), Barack Obama, pediu a liberdade do pastor Saeed Abedini, de 33 anos, ao novo presidente iraniano Hassan Rouhani, sucessor de Mahmoud Ahmadinejad, na última sexta-feira (27). A conversa telefônica entre as duas autoridades durou aproximadamente 15 minutos e Obama teria mencionado ainda outros dois americanos detidos.
As informações foram confirmadas pelo Centro Americano para Lei e Justiça (ACLJ) [sigla em inglês: American Center for Law and Justice], que representa a luta da família do religioso, desde os primeiros dias da sua prisão, em 2012.
“Esta é a notícia mais animadora que ouvi, desde que Saeed foi preso há um ano. Estou muito grata ao presidente Obama por levantar-se para Saeed e para os outros americanos que são mantidos em cativeiros no Irã”, comentou a esposa de Abedini, Naghmeh Abedini.
Ela completou sua fala de forma bem esperançosa: “Isso realmente é uma resposta às orações. Insisto ao presidente Rouhani, como tenho feito ao longo desta semana, para liberar Saeed, para que ele possa voltar para a nossa casa e nossa família nos Estados Unidos. Nos últimos dias, o Irã libertou 80 presos detidos por causa de suas crenças. Espero podermos acrescentar Saeed a essa lista muito em breve”.
Esta foi a primeira conversa entre os líderes dos dois países em mais de três décadas e também a primeira vez que o presidente americano abordou o caso de Abedini, apesar dos diversos pedidos (envolvendo mais de 100 mil pessoas).
Abedini foi preso e torturado por não negar sua fé em Cristo. Ele é um ex-muçulmano que se converteu ao Cristianismo em 2000. Em 2004, se casou com Naghmeh, uma cidadã americana. Nos anos 2000, os Abedinis estabeleceram cerca de 100 igrejas em 30 cidades iranianas, trabalhando com mais de 2 mil membros.
No início deste ano, durante o governo radical de Mahmoud Ahmadinejad, ele foi condenado há oito anos de prisão. com informações christian post

domingo, 29 de setembro de 2013

Oração evita tragédia durante tentativa de assalto a lanchonete; “Eu nunca vi nada como isso antes”, afirmou policial

Oração evita tragédia durante tentativa de assalto a lanchonete; “Eu nunca vi nada como isso antes”, afirmou policial
Na última semana um suposto assaltante entrou em uma loja do McDonalds em Fort Worth, nos Estados Unidos, e tentou disparar uma arma contra os clientes e funcionários do local. Câmeras de segurança mostraram que ele puxa o gatilho por pelo menos cinco vezes, mas a arma não disparou.
Ao sair da lanchonete ele tentou disparar novamente, e a arma funcionou normalmente, mas ninguém ficou ferido. Voltando para dentro da loja ele tentou disparar novamente, e a arma travou de novo, voltando a funcionar quando ele caminhou para fora do restaurante novamente.
O suspeito, identificado como Jestin Anthony Joseph, foi preso instantes depois por um grupo de policiais, que ficaram perplexos com o acontecido. A mãe de Jestin afirma que a arma travou porque ela estava orando pelo filho, que ela acredita sofrer de um transtorno mental.
- Na noite passada, eu disse a Deus para cuidar do Jestin, e é isso que eu acredito que aconteceu – contou a mãe do rapaz, que não quis se identificar.
- A única coisa que posso dizer é que aquele não era meu filho. Ele não estava em seu juízo perfeito – completou.
De acordo com a polícia, havia cerca de 15 pessoas no local no momento do incidente. O suspeito fugiu e foi preso pouco tempo depois. O sargento Joe Loughman disse que não consegue explicar o porquê de a arma não ter disparado dentro do restaurante.
- Eu nunca vi nada como isso antes. (…). Parece que ele está puxando o gatilho, mas a arma não dispara – afirmou o sargento, sobre o vídeo gravado pelas câmeras de segurança do estabelecimento.
De acordo com o WND Faith, testemunhas relatam que o rapaz estava murmurando algo na hora que tentou efetuar os disparos. À polícia, Jestin afirmou que estava ouvindo vozes dentro de sua cabeça no momento do incidente.
Mesmo sem uma explicação para o aparente milagre, o desfecho do caso causou um sentimento de gratidão nos envolvidos, que agradeceram pelo fato de o incidente não ter terminado em tragédia.
- Somos extremamente gratos que ninguém ficou ferido durante a situação que ocorreu em nossa propriedade terça-feira. A segurança de nossos clientes e funcionários é extremamente importante, e estamos cooperando plenamente com o Departamento de Polícia de Fort Worth em sua investigação em curso. – declarou o McDonalds dos EUA, em um comunicado.
Por Dan Martins, para o Gospel+

Pastor é assassinado a tiros enquanto orava durante culto em Igreja nos EUA



Pastor é assassinado a tiros enquanto orava durante culto em Igreja nos EUA
Pastor é assassinado a tiros enquanto orava durante culto em Igreja nos EUA

Pastor é assassinado a tiros enquanto orava durante culto em Igreja nos EUA

Pastor é assassinado a tiros enquanto ministrava um culto em uma igreja de Louisiana nos EUA, na sexta-feira (27), segundo informações do G1, o pastor foi morto enquanto orava.

De acordo com informações da agência de notícias Associated Press. O pastor Ronald J. Harris foi atingido por dois tiros e morreu no local.

Um homem confessou o crime e foi detido, informou a polícia neste sábado (28). Mais de 6
Woodrow Karey - Homem que confessou o crime
Woodrow Karey – Homem
que confessou o crime.
0 pessoas participavam do culto, inclusive a esposa do pastor. O caso aconteceu em Lake Charles, na Louisiana, na Tabernacle of Praise Worship Center.

Segundo testemunhas, o homem entrou na igreja enquanto o pastor orava, se aproximou dele e disparou um tiro. Ronald J. Harris caiu no chão e o homem atirou novamente. Woodrow Karey, de 53 anos, fugiu do local, mas ligou para a polícia confessando o crime logo depois.

Ele não tem antecedentes criminais.

Até a noite deste sábado, os policiais não tinham indícios de ligação entre o suspeito e o pastor, nem hipóteses sobre o motivo do ataque.

Com informações: G1

sábado, 28 de setembro de 2013

Arca de Noé é encontrada na Turquia



De acordo com a imprensa turca, cientistas turcos e chineses encontraram a Arca de Noé no monte Ararat.


Segundo o pesquisador chinês Yang Ving Cing, eles encontraram em uma altitude de 4 mil m no monte que fica no leste da Turquia, na fronteira com o Irã.

"Não é 100% seguro que seja a arca, porém pensamos que é 99,9%", disse Cing à uma agência de notícias. Ele faz parte de uma organização internacional dedicada à busca pela arca.

Ele também pediu que o governo turco proteja a zona para poder iniciar as escavações o quanto antes. Além disso, ele afirmou que pediu à Unesco que coloque o local na sua lista de patrimônio da humanidade.




com informações do Terra/guiame
Fonte:Mensagem Edificante para alma

http://josiel-dias.blogspot.com.br/2013/09/na-turquia-cientistas-encontram-o-que.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+MensagemParaAlma+(mensagem+edificante+para+alma)

Jornalista afirma que imprensa brasileira trata cristãos como “maioria desprezível” e ignora massacre de fiéis no mundo; Assista

Jornalista afirma que imprensa brasileira trata cristãos como “maioria desprezível” e ignora massacre de fiéis no mundo; Assista
A postura da imprensa nacional a respeito dos massacres cometidos ao redor do mundo contra cristãos foi tema de uma crônica do jornalista Paulo Eduardo Martins.
Segundo Martins, a mídia brasileira tem interesse em defender as “minorias oprimidas”, e trata os cristãos como uma “maioria desprezível”.
Em 2012, mais de 100 mil cristãos foram assassinados em todo o mundo por questões de perseguição religiosa, de acordo com informações do Centro de Liberdade Religiosa na Itália.
Paulo Eduardo Martins afirmou ainda que a postura da mídia é “um reflexo inconsciente de uma postura ideológica anticristã, que domina os meios intelectualizados”. Em sua crítica, o jornalista ressaltou ainda que “os valores cristãos são obstáculos para que os socialistas implantem suas ideias mirabolantes e façam possível o tal ‘outro mundo’”.
A desvalorização do cristianismo na mídia seria, na opinião de Martins, uma ação implementada para atender interesses de grupos políticos: “Por isso, essa gente precisa destruir os valores do cristianismo, pra poder inserir seus novos valores no lugar. Daí, a perseguição aos cristãos não comove, não choca. Qualquer coisa que enfraqueça o cristianismo é potencializada, é usada como uma ferramenta de destruição, seja ela outra religião, movimentos que afrontam valores, ou mesmo movimentos de desmoralização, como vimos na visita do papa ao Brasil”, exemplificou.
“Retratado como retrógrado ou opressor, o cristão está constrangido. Defender cristão virou coisa brega. As próprias instituições cristãs caem nesse jogo, e denunciam timidamente essa perseguição. E a tendência é que a matança só venha a aumentar. A saída para os cristãos é entender que são vítimas de uma estratégia e reagir, pois com a consciência, coragem, com a sabedoria cristã, não há ideia, não há espada, não há foice e martelo que tenha força suficiente para derrubar uma cruz”, resumiu.
Assista ao comentário de Paulo Eduardo Martins no telejornal SBT Paraná:
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Criatura bizarra assusta moradores de cidade na Venezuela; veja vídeo

Venezuela escutou barulho estranho no quintal de casa, e se deparou com o corpo da criatura sendo devoradora por abutres


Moradores apelidaram a criatura de "O Chupacabra de Los Castores" 


A imagem de uma criatura bizarra supostamente encontrada na cidade de San Antonio de Los Altos, na Venezuela, se espalhou pela internet e provoca medo nos moradores da região. Em entrevista ao site Canal de Notícia, o venezuelano Ramón Morales disse que descobriu a criatura no dia 8 de setembro, quando ouviu um barulho no jardim de sua casa no bairro Los Castores.

Ao chegar no local, ele tomou um susto ao se deparar com um animal completamente diferente de tudo que ele já tinha visto, sendo devorado por um bando de abutres. 

O venezuelano tirou uma foto e compartilhou a descoberta no Facebook. Apelidado por moradores da região como O Chupacabra de Los Castores, amostras do tecido da criatura foram colhidas para a realização de testes de DNA. Segundo o site do Estado de Minas, as autoridades locais acreditam que há possibilidade de o animal ser uma espécie de gambá em decomposição.

No entanto, as opiniões se dividem. Além destas teorias, algumas pessoas acreditam que a criatura poderia ser um ser extraterrestre.  Imagens do animal foram postadas em um vídeo no dia 13 de setembro, assista abaixo: 
VEJA O VÍDEO COM IMAGENS DO SUPOSTO "CHUPACABRA"

FONTE CORREIO

Ex-Atriz Pornô Dá Uma Mensagem Para Os Homens: Parem De Ver Pornografia Ou Vocês Destruirão Suas Vidas

Jennifer Case deixou a indústria do sexo três anos atrás pela graça de Deus, diz ela, e a mensagem dela para os homens é muito clara: “Há uma pessoa real do outro lado das imagens que você está vendo, e você está destruindo a vida dela e a vida dos filhos dela”.
Numa entrevista para “The Porn Effect” (O Efeito Pornô), Case testifica de sua própria experiência pessoal acerca dos malefícios que a indústria pornográfica provoca nas mulheres envolvidas. Ela diz que ficou traumatizada, oprimida e abusada, e ficou viciada em drogas e precisava de dinheiro da pornografia para continuar tendo condições de comprá-las. Fisicamente ela tinha de lidar com doenças sexualmente transmissíveis: “Tive tantas infecções diferentes o tempo inteiro. Deixei Hollywood porque fiquei muito doente de clamídia. Meu abdome doía tanto que tive de voltar para casa”, disse ela.
A indústria pornográfica é alimentada pelos seus consumidores — eles e seu dinheiro impulsionam o destrutivo negócio — e daí dá para se atribuir os danos feitos a essas mulheres aos consumidores bem como produtores. Contudo, a ex-atriz pornô não guarda amargura contra os homens pela vida passada dela. Ela possui um discernimento profundo da natureza viciadora da pornografia e diz que compreende que só com a ajuda de Deus os homens conseguem sair do vício, assim como foi com a ajuda de Deus que ela deixou essa indústria.
“Homens, Deus ama vocês! Eu amo vocês também e sempre orarei por todos vocês, para que as cadeias sejam quebradas”, diz ela. “Você é escravo da pornografia tanto quanto qualquer atriz pornô. Se você está vendo pornografia ou está viciado à pornografia, você está tentando encher um vazio dentro de você que só Deus pode preencher. Toda vez que você olha pornografia, você está aumentando o vazio, e você destruirá sua vida”.
Ela diz que a pornografia é “maligna” e “é uma droga, veneno e mentira”.
“Se você pensa que poderá guardá-la no escuro, Deus a tirará para fora, para a luz, para deter você e curar você”.
Num apelo muito franco, Case concluiu a entrevista dizendo: “Essas mulheres são preciosas e merecem ser amadas exatamente como vocês merecem. Há uma pessoa real do outro lado das imagens que você está vendo, e você está destruindo a vida dela e a vida dos filhos dela. Em toda pornografia existe a filha de alguém. E se fosse a sua filhinha? Você pode realmente estar ajudando na morte de alguém! Atores e atrizes pornôs morrem o tempo todo de AIDS, overdoses de drogas, suicídios, etc. Por favor, parem de olhar pornografia”.
Veja a entrevista completa aqui.
Fonte: Julio Severo / Portal Padom

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Waguinho alerta: podem entrar na ADUD para forjar flagrantes

Os fiéis temem que pessoas entrem na igreja com drogas e armas para acusar os membros e o pastor Marcos Pereira
Waguinho alerta: podem entrar na ADUD para forjar flagrantesWaguinho alerta: podem entrar na ADUD para forjar flagrantes
Os fiéis da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD) estão usando as redes sociais para mostrar apoio ao pastor Marcos Pereira, que foi condenado a 17 anos de prisão por estupro. Entre os vídeos já lançados pelos membros, encontramos um feito pelo cantor Waguinho que há dez anos se converteu na ADUD e passou a trabalhar ao lado de Pereira indo a presídios e comunidades carentes para evangelizar e recuperar criminosos e dependentes químicos.
No vídeo, o cantor atesta que confia na inocência de seu líder e que sabe da sua conduta. “Há dez anos eu estou lado a lado com ele, fazendo esse trabalho de recuperação de drogados. Já vi passar milhares de pessoas aqui nesta instituição”, disse ele.
Waguinho lembra que na sede da ADUD também funciona o casa de recuperação Vida Renovada, locais públicos que recebem diariamente dezenas e até centenas de pessoas, o que facilitaria uma armação para tentar incriminar não só o líder da ADUD, que já está preso, como os demais membros e a vice-liderança.
O músico acredita que a situação é espiritual e que os acusadores de Marcos Pereira um dia serão alcançados por Deus, mas enquanto isso não acontece, ele pede ajuda aos cristãos do país para que orem por eles.
“A qualquer momento podemos ter aqui alguém tentando colocar uma arma ou algum tipo de droga aqui dentro para fazer mais uma acusação leviana contra esta igreja, contra os membros dessa igreja, contra as famílias dessa igreja e contra o nosso pastor”.
Assista:



quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Pastor Marco Feliciano diz que há mais de 900 projetos de lei no Congresso “que ameaçam a família e a igreja” no Brasil

Pastor Marco Feliciano diz que há mais de 900 projetos de lei no Congresso “que ameaçam a família e a igreja” no Brasil
O pastor Marco Feliciano (PSC-SP) concedeu uma extensa entrevista falando sobre as questões que o colocaram sob os holofotes nacionais durante o primeiro semestre deste ano.
Eleito presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados, Feliciano tornou-se alvo primário dos ativistas gays e militantes de partidos de esquerda que compõem o grupo de apoio ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT), a quem ajudou eleger.
A entrevista foi concedida ao blogueiro e ativista Julio Severo, e Feliciano falou sobre os mais diversos temas.
Segundo o pastor e deputado federal, a oposição ferrenha a ele por parte dos partidos de esquerda se dá por sua atuação como parlamentar desde que assumiu o mandato, e não apenas por sua postura como presidente da CDHM.
“As esquerdas brasileiras odeiam a tudo e a todos que servirem de bloqueio aos seus nefastos projetos progressistas. Desde que fui eleito em 2010, honrando os votos do meu segmento cristão, me dobrei diante dos temas que me eram interessantes e para minha surpresa encontrei quase 200 projetos que transformavam gays em uma super-raça. Hoje num pente fino bem apurado, descobri tramitando pela Câmara dos Deputados mais de 900 projetos que ferem a família tradicional, as igrejas e a liberdade de expressão. Tornei-me uma espécie de ‘guarda-costas’ da família. Bem antes da CDHM eu já havia, por exemplo, pedido o impeachment de um ministro do STF por ter antecipado o voto sobre o aborto dos bebês anencéfalos. Fiz isso junto com o já falecido Dom Bergonzini, bispo de São Paulo. Fui também autor de um PDC de plebiscito sobre o casamento homossexual. Tive várias batalhas em comissões e no plenário quando o assunto era orientação sexual, e desde então me transformaram em inimigo público. Quando meu nome foi indicado para CDHM, a oposição surtou. Afinal, não era um deputado numa mísera comissão sem expressão. Era o deputado conservador, alguém basicamente de direita assumindo uma comissão criada exclusivamente pela e para a esquerda”, disse Feliciano.
No meio evangélico, o pastor da Assembleia de Deus Catedral do Avivamento recebeu críticas de diversos líderes, que discordavam do teor de suas opiniões teológicas e posturas políticas. Julio Severo questionou Feliciano especificamente sobre as críticas emitidas contra ele pelo pastor Ariovaldo Ramos, atualmente pastor auxiliar da Igreja Batista de Água Branca (IBAB).
“Um belo dia recebi uma ligação de alguém ligado ao Ariovaldo, dizendo que ele queria me ouvir antes de se pronunciar. Confesso, nunca antes havia ouvido falar dele. Segui a ordem bíblica: ‘segui a paz com todos’. Fui ao encontro desse senhor que me recebeu com vários outros senhores que compunham a diretoria da Aliança Evangélica. Por mais de uma hora dei minhas explicações, denunciei como as coisas funcionavam em Brasília, falei das centenas de projetos que ameaçavam a liberdade de culto e a destruição da família tradicional, etc. Contudo, fui questionado como eu me comportaria diante das reivindicações dos índios, dos pobres, questões sociais, e então percebi que estes senhores, amigos do peito do governo esquerdista, nada se preocupavam com as minhas preocupações. Eram apenas ativistas, preocupados em não provocar uma ‘guerra’ santa, me aconselhando a não ser intolerante, me doutrinando sobre o perfeito governo de Lula e os bons relacionamentos com o Ministro da Casa Civil Gilberto de Carvalho. Um dos meus assessores que me acompanhava, me confidenciou: esse cidadão (Ariovaldo) não é dos nossos… Dias depois vi que essa palavra se cumprindo: Ariovaldo e os outros já haviam assinado um documento público contra mim, antes da reunião, e depois dela não deram uma nota sequer”, queixou-se o pastor Marco Feliciano.
Perseguição pessoal
Feliciano ressaltou que, durante o ápice de sua exposição na mídia devido à repercussão de suas falas contra a homossexualidade e os ativistas gays, ele e sua família sofreram perseguições e agressões verbais, e as filiais de sua igreja tornaram-se alvos fixos da militância homossexual.
“[Sofri] perseguição, ameaças de morte, ataques físicos e humilhações públicas. Minha esposa contraiu uma doença psicossomática da qual ainda não se recuperou. Minhas filhas menores (10 e 11 anos) precisaram de apoio psicológico, pois em um culto os ativistas gays subiram sobre o meu carro, expondo seus órgãos sexuais, aos gritos, xingamentos, cusparadas, enquanto minhas crianças estavam no carro, aos gritos e prantos. Eu emagreci 10 quilos, pois não conseguia me alimentar nem dormir. A mídia foi cruel, editando mensagens que preguei há mais de 15 anos atrás e todos dias estampavam em seus jornais e TV. A mídia social foi terrível. Criaram perfis fakes no Facebook. Por causa disso, a Xuxa me chamou de monstro. Eu ia processá-la, mas aí li a citação dela, e vi que ela citava algo que eu nunca havia dito. Procurei e encontrei um perfil fake com mais de 100 frases racistas supostamente ditas por mim. As igrejas se amedrontaram e não tiro a razão em alguns casos. Fiquei 4 meses sem poder pregar. Tenho um ministério de igrejas com pouco mais de 5 anos de trabalho. Os ativistas gays depredaram nossos templos e fizeram campanha na porta de algumas igrejas proibindo as pessoas de entrarem. Em algumas cidades pequenas a tormenta foi tão grande que os membros não tinham mais coragem de ir à igreja, porque ao chegarem lá encontravam os ativistas gays fumando, se drogando, bebendo e dançando seminus. Fechamos algumas congregações. E até hoje fazem terrorismo. Descobrem onde vou estar pregando e pela mídia social ameaçam ir com milhares de pessoas para frente das igrejas com trios-elétricos”, relatou o pastor.
Marco Feliciano diz ainda que a interferência em sua vida pessoal ainda não foi interrompida, a exemplo do protesto feito por militantes dentro de um avião em pleno voo, e que sua filha mais velhateve que mudar de país para continuar estudando.
“Hoje, raramente ando em locais públicos. Quando o faço, se alguém me chama pelo nome, ou se aproxima abruptamente, meu coração dispara, pois não sei o que vai acontecer e qual será a intenção da pessoa. Por isso não vou mais a restaurantes, shoppings, e quando vou me descaracterizo para tentar passar despercebido [...] A minha filha primogênita, 18 anos, teve que trancar sua matricula escolar aqui no Brasil, pois o sobrenome Feliciano pesou. Tive que mandá-la para fora do Brasil. Hoje ela está nos EUA estudando”, lamentou.
Homossexualidade
Apesar da oposição ferrenha a ele, Feliciano não mudou seu discurso sobre a homossexualidade, e reforçou sua visão enquanto deputado e pastor: “[A homossexualidade] é um fenômeno comportamental que está longe de ser compreendido. É um assunto que precisa ser estudado, mas a militância gay mundial fez com que psicólogos abandonassem o assunto e dessem por encerrado. O que é lamentável e por que não dizer criminoso. Transformaram em ‘moda’, e quem irá pagar por isso serão as próximas gerações. O comportamento gay traz transtornos, angústias, tristezas e desespero. Sinto muito por eles”.
A atuação dos militantes homossexuais ameaça, segundo Feliciano, diretamente o direito à crença e culto. Segundo o deputado, o projeto “PLC 122 é o cadeado que lacrará para sempre a liberdade de expressão e castigará fortemente a igreja cristã verdadeira”.
A proposta do kit gay nas escolas públicas também foi comentada por Feliciano: “Sou contra e pago um alto preço por isso. A assim chamada ‘nova estrutura familiar’ é desonesta, macabra, pútrida, desgraçada e implacável! Pais cuidem de seus filhos”, alertou.
Para Feliciano, “é claro” que a revolta da militância gay contra sua permanência à Frente da CDHM tem a ver com a perda de recursos destinados ao movimento gay: “E também com a perda da visibilidade na própria Câmara dos Deputados. Embora este ano eles apareceram mais na mídia, o que deveria ser bom pra eles, foi um verdadeiro tiro no pé. As pessoas estão acordando e percebendo o que eles fazem de fato”.
Política
“Em 2010 estávamos entre a cruz e o punhal. De um lado, no segundo turno, estava o PSDB e José Serra, que assumiu publicamente que era a favor do aborto. Do outro, Dilma, que assinou um documento público dizendo que era contra o aborto e que em seu governo não o aprovaria. O que você faria? Eu escolhi o menos pior, o candidato que tinha um documento físico que poderia ser usado para cobrar a promessa feita. Apoiei Dilma. Arrependi-me. Para esta esquerda que aí governa, valores só existem quando é dinheiro”, disparou o pastor Marco Feliciano, sem revelar qual caminho tomará nas próximas eleições em termos de apoio aos candidatos a presidente.
Candidatura à presidência
O deputado e virtual candidato a senador em 2014 comentou a postura da ex-senadora Marina Silva, evangélica que luta para registrar a Rede Sustentabilidade como partido, e também falou sobre o porquê não se candidatará à presidência da República nas próximas eleições.
“Eu também me decepcionei com a nossa ‘irmã’ Marina. Marina é tão de esquerda que o próprio PT não foi radical o suficiente pra ela. Vejam os que estão ao lado dela na construção da Rede e entenderão o que falo. Se hoje um partido com tempo de TV me desse a legenda, eu me candidataria sem medo. Se não for dessa vez, quem sabe na próxima. Estou em oração. Tenho muito que aprender. Tenho 40 anos de idade e iniciando minha vida política, lembrando que nunca fui nem vereador. Tenho convicção de que não estou 100% preparado, mas para isso existem assessorias, ministérios, etc. É um sonho. Vamos sonhar. Sonhemos com o dia em que ao ouvir a Voz do Brasil, o jornalista dirá: Com a palavra sua excelência o presidente da Republica Federativa do Brasil, e o presidente iniciará seu discurso assim: Eu cumprimento os compatriotas brasileiros com a paz do Senhor!”, comentou.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Menino De 4 Anos, Desafia Terroristas No Quênia Para Proteger A Mãe

Sem consciência do perigo ao qual exposto, Elliot Prior, um menino britânico de apenas quatro anos, quis proteger a sua mãe, Amber, ferida em uma perna, e Amelie, sua irmã 6.
ex1
Então, quando ele viu que um dos terroristas se aproximava, interpôs e disse que era “um homem muito mau.”.
Por incrível que pareça, apesar de todo horror que havia ocasionado, ele teve pena da criança e de sua  família. Ele pediu desculpas e deu umas barras de chocolate para Mars. “Nós não somos monstros”, disse o homem.
Esse incidente ocorreu durante os tiroteios em um shopping em Nairobi, entre o comando da Al Shabab e as forças de segurança.
ex2
A família britânica, disse que tinha ido comprar leite no supermercado, localizado dentro do Nakumatt Westgate Shopping Center, quando foram surpreendidos pelo tiroteio. Rapidamente, se esconderam atrás de um balcão, mas os terroristas os encontraram, e começaram a disparar e feriram Amber em uma das pernas.
Horas mais tarde, os deixaram escapar. “Tiveram muita sorte. Os terroristas disseram, no supermercado, que se alguns dos responsáveis pela criança estivesse vivo poderia sair. Na mesma hora Âmbar se levantou e disse ‘sim’“, contou Alex Coutts, tio de Elliot.
ex-3

Pastores Batistas e Assembleiano se abraçam, e no Ginásio o povo dança no Espírito. (assista vídeo )

O  24º congresso de Missões dos Gideões/RS. foi marcado por muitos momentos impactante, e por desafio da obra missionária, mensagem poderosas que os congressista não esquecerão tão sedo.

J a postei neste Blog o desafio missionário de Camboja, pois acredito que a Igreja de Cristo precisa atender o IDE de Jesus, ouvindo o clamor das almas perdidas.


Porem eu não poderia  deixar de registrar neste Blog, um momento muito especial, no final da manha Missionária, quando Pr. Sandro Fontoura entrega uma mensagem profética ao Pastor do Ceará, encerra a mensagem, e Canta Marcelo Dias Fabiana, então o ginásio foi tomado por uma Gloria de Deus, não visível, mas veja o que aconteceu.

                            Assista o Vídeo


quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Dr Kermit Gosnel: um dos maiores realizadores de aborto no mundo afirma ser “espiritualmente inocente” e leitor da Bíblia

Dr Kermit Gosnel: um dos maiores realizadores de aborto no mundo afirma ser “espiritualmente inocente” e leitor da Bíblia
O ex-médico Kermit Gosnell, recém-condenado nos Estados Unidos a três penas de prisão perpétua por ter assassinado três bebês cortando suas medulas espinhais, concedeu recentemente uma entrevista na qual afirma ser “espiritualmente inocente” dos crimes pelos quais foi condenado e acusando a igreja católica por sua condenação.
Na prisão, Gosnell afirma usar se tempo livre para ler a Bíblia, se exercitar e aperfeiçoar seu espanhol.
Falando pela primeira vez desde seu julgamento, em maio, que o considerou culpado de assassinato em primeiro grau de três recém-nascidos e pelo homicídio involuntário de um de seus pacientes, Gosnell concedeu entrevista ao repórter Steve Volt, da Filadélfia Magazine. Durante a entrevista ele afirmou que, embora acreditar que o aborto não é ideal, é um “pecado maior” entregar uma criança para um mundo empobrecido, onde não existem condições ideais para recebê-la.
- Eu considerava estar em uma guerra contra a pobreza, e me sinto confortável com as coisas que eu fiz e as decisões que tomei – afirmou o ex-médico, que se classifica como “um soldado em uma guerra contra a pobreza”, e diz que apenas “em um mundo ideal” o aborto não seria necessário.
De acordo com relato do WDN, Gosnell, de 72 anos de idade, administrava uma clínica de aborto na Filadélfia intitulada “Centro Médico da Mulher”, local que foi apelidado de “Casa dos Horrores” depois que agentes do FBI invadiram suas instalações, em 2010, à procura de evidências de tráfico de medicamentos controlados. Porém, o que encontraram foi sangue no chão, cheiro de urina e freezers cheios de sacos com restos mortais dos bebês.
O apelido “Casa dos Horrores” foi dado à clinica pelo promotor do Estado que cuidou do caso. Segundo ele foram encontrados restos de 45 fetos dentro da clínica, classificada como imunda, além de equipamentos cirúrgicos insalubres e até mesmo pés de alguns dos fetos armazenados em frascos.
Ao longo do julgamento, ex-funcionários e ex-pacientes da clínica de abortos de Gosnell relataram os horrores vistos e vividos no local. Ashley Baldwin foi uma das pessoas a contar sobre o que acontecia na clínica. Ex-funcionária de Gosnell ela afirma que o ex-médico cortou o pescoço de muitos bebês que poderiam ter vivido. Outro funcionário afirmou que era um procedimento padrão cortar a coluna vertebral em todos os casos.
Marie Smith, uma das pacientes de Gosnell, conta que quase morreu em decorrência de um aborto mal feito.
- Ele [Gosnell] deixou um braço e uma perna dentro de mim. Eu quase morri. Eu achava que sabia o que estava fazendo, mas eu acho que eu estava errada – afirmou Smith.
Após a entrevista, o repórter Steve Volk disse o ex-abortista é “inteligente” e “carismático” e afirma que ele não é um “monstro”.
- Ele acredita ser inocente… neste sentido espiritual maior. Ele acredita que estava realizando um serviço para as pessoas e que era um soldado em guerra com a pobreza – afirmou o jornalista, relatando ainda que Gosnell “se vê como tendo realizado uma função nobre na sociedade”.
Sobre sua condenação, Gosnell afirma que sua pena foi agravada por convicções religiosas.
- Você sabia que Seth [Williams, promotor da Filadélfia] era coroinha? Você sabia da forte presença católica na divisão de homicídios? – argumentou.
Por Dan Martins, para o Gospel+

Missionária brasileira comenta situação atual na Síria

Muitos não apoiam Bashar al-Assad e também não estão satisfeitos com a ação dos rebeldes
Missionária brasileira comenta situação atual na SíriaMissionária brasileira comenta situação atual na Síria
Raquel Elana, 40 anos, é uma missionária brasileira que está há seis meses na Jordânia ajudando refugiados que deixaram a Síria, país vizinho, tentando fugir da guerra civil que já deixou mais de 100 mil mortos.
Ela tem atuado no maior campo de refugiados, são 120 mil sírios que encontraram abrigo em Zaatari. “Eu atendia cerca de cem famílias por mês, fornecendo cestas básicas, remédios e conforto espiritual”, disse ela ao Portas Abertas.
Muitas ONGs e instituições assistencialistas prestam apoio aos campos de refugiados da Jordânia, mas a quantidade de pessoas acaba impedindo que todas sejam atendidas. “Dentro do campo há várias organizações não governamentais, mas, mesmo com a ajuda, muitos saem de lá porque vivem sem ter o que comer ou o que vestir”, disse a missionária.
A ONU (Organização das Nações Unidas) diz que pelo menos 30% dos mais de dois milhões de sírios estão se refugiando em campos, encontrando uma vida bem difícil nos países vizinhos.
A Jordânia, assim como a Síria, é um país predominantemente muçulmano, Raquel explica que ali ela está como voluntária e não como missionária. “Eles pensam que nosso objetivo é a conversão, o que não é verdade”, esclarece.
Sírios e jordanianos aprenderam a viver com o medo, mas nenhum deles querem a guerra, pelo contrário, boa parte não apoia Bashar al-Assad, porém evita receber ajuda dos rebeldes. A missionária brasileira diz que muitos dos refugiados estão depressivos. “O povo chora muito pela destruição da Síria. Estão revoltados com os dois lados”.

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Pastores presos por causa da fé ganham dezenas de muçulmanos para Cristo

Pastor Jamal levou 28 a Cristo na cadeia; com Abedini foram 30.
por Jarbas Aragão
Pastores presos por causa da fé ganham dezenas de muçulmanos para CristoPresos por causa da fé ganham dezenas de muçulmanos para Cristo
Após um final de semana marcado pelo conflito entre muçulmanos e cristãos que deixou dezenas de mortos no Quênia e no Paquistão, surgem notícias distintas vindas do Irã.
A esposa do pastor Saeed Abedini, que está há 12 meses em uma penitenciária no Irã por causa de sua fé, divulgou que o marido permanece pregando sobre Jesus Cristo na prisão.
Naghmeh Abedini falou aos estudantes da Universidade Evangélica Liberty sobre o sofrimento de sua família. Contou que, apesar de ser torturado e ouvir que se não voltar ao islamismo será morto, seu marido já levou 30 pessoas a Cristo. Ele está em Evin, considerada uma das piores prisões do mundo.
Dia 26 de setembro ele completa um ano de prisão e uma nova campanha de oração em favor do pastor Saeed está sendo realizada por ministérios de todo o mundo. Hassan Houhani, o novo presidente do Irã, tomou posse no mês passado. Ele tem se mostrado mais moderado que seu antecessor. Esta semana ele fará sua primeira viagem aos Estados Unidos para falar na assembleia geral das Nações Unidas. O Centro Americano para Lei e Justiça divulgou um comunicado que essa é a melhor hora para o governo Obama “falar, exortar o Irã a libertar o pastor Saeed”.
Um dos motivos dessa confiança é o caso de Ali Abdi Hamzah, também conhecido como “Pastor Jamal”. Ele recebeu um perdão presidencial inédito. Quem divulgou a notícia foi Terry Law, missionário americano que trabalha com a igreja perseguida através do seu ministério, Compaixão Mundial.
“Isso nunca aconteceu antes. É a primeira vez que o perdão é concedido a um muçulmano que se converteu ao cristianismo e passou a pregar a fé cristã a outros muçulmanos”, comemora.
Ao total, foram 21 meses de prisão. Em julho de 2011 ele foi condenado a cinco anos de prisão no Iraque, acusado de ser um espião do Irã. Na verdade, o pastor estava distribuindo alimentos às pessoas necessitadas e pregando o evangelho nos campos de refugiados de guerra.
“Desde 2010 ele trabalhava conosco no Curdistão. Ficou detido por 14 meses sem acusação formal. Durante esse período, tentamos desesperadamente tirá-lo da cadeia”, conta Law.
Os curdos são um povo sem Estado, que vivem na região entre o norte do Iraque, o sul da Turquia e noroeste do Irã. Embora não tenham o reconhecimento dos outros países, possuem um governo paralelo. De maioria muçulmana, não permitem a mudança de religião.
O pastor Jamal estava doente. Foi detectado um tumor e ele precisava de tratamento. Agora solto, ele poderá receber acompanhamento médico. Ao sair da prisão, Jamal divulgou que levou 28 prisioneiros a Jesus Cristo. O governo dos EUA, juntamente com Terry Law negociaram sua libertação com Karim Sanjari, ministro do Interior da região curda. O atual presidente do Curdistão, Massoud Barzani é de origem iraniana. Ele assinou o perdão oficial, e por isso Jamal foi liberto da prisão após quase dois anos. Com informações de Protestante Digital e Charisma News.

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Pastor chileno relata destruição após tornado em Taquarituba

'Parecia que tinham bombardeado tudo', contou Ricardo Ossandon.
Fenômeno climático no interior de SP matou 2 pessoas e feriu mais de 60.

Cauê Fabiano Do G1, em São Paulo


Tornado deixou rastro de destruição em Taquarituba (SP) (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)Tornado deixou rastro de destruição em Taquarituba, SP (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)

O pastor chileno Ricardo Ossandon, de 51 anos, foi uma das testemunhas do tornado que atingiu a cidade de Taquarituba, no interior de São Paulo, na tarde do último domingo (22). De acordo com informações do Corpo de Bombeiros de Avaré, foram confirmados 2 mortos, um adolescente e um motorista de ônibus, e mais de 60 feridos.

“Foi terrível, destruiu muita coisa. Casas, telhados, silos onde se armazena milho, cereais”, contou Ricardo por telefone ao G1, lembrando que estava acompanhado de alguns fiéis assim que o fenômeno ocorreu, a cerca de 1 km de distância.

“Vimos que a coisa estava fora dos padrões e começamos a orar. O vento atingiu onde estávamos, mas o epicentro (sic) da coisa foi a 1 km de distância. Parecia que tinham bombardeado tudo”, contou o pastor.
Ossandon relatou também que conhece quatro famílias que foram muito prejudicadas pelo fenômeno.

“Conheço uma moça que caiu a casa inteira, outra a parede caiu em cima do carro, outro o telhado saiu e o João de Matos”, pontuou o senhor, relembrando que este último escapou por pouco ao se refugiar em um barraco, localizado próximo a um posto de gasolina que foi totalmente destruído elo tornado.

“João mora a uns 100 m do posto. Como na casa dele tem um barracão, ele estava lá na hora e começou a estourar os vidros, e então ele se trancou no banheiro. Quando saiu, estava tudo destruído”, contou o Ricardo, informando também que a mulher de João, Pâmela de Matos, teve o rosto machucado em consequência do fenômeno.

Apesar de toda a destruição, o pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular garantiu que não ficou muito assustado com o fenômeno, já que tinha experiências com terremotos em sua terra natal. “Não me assustei muito porque no Chile tem muito terremoto, já passei por dois lá”, relembrou Ossandon, destacando que teme mais os tremores de terra do que o vento forte. “O tornado não me assustou porque ele tem um caminho a percorrer, e o terremoto está em todo lugar. Fiquei tranquilo”, apontou o senhor.

Mesmo com a comunicação parcialmente restabelecida na cidade, com exceção dos celulares que não funcionam corretamente, o pastor afirma que o local mais atingido pelo tornado ainda não possui energia elétrica, e que os bombeiros estão trabalhando na limpeza da área, permitindo apenas a entrada de moradores da rua. “Acredito que vai demorar”, disse Ossandon.

Resgate aos feridos

Segundo a polícia, um esquema especial  foi montado no hospital da cidade para atender as vítimas, inclusive com o auxílio de médicos da região.

O Corpo de Bombeiros não soube informar para onde as pessoas desalojadas serão encaminhadas. Não há ainda o número total de pessoas que ficarão fora de casa por conta da destruição.

Segundo a Somar Meteorologia, o temporal que atingiu a região foi resultado de uma frente fria que veio do Sul do país e trouxe nuvens carregadas à região.
Força do vento fez com que caminhão virasse durante tornado (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)Força do vento fez com que caminhão virasse durante tornado (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)
Terminal rodovíario de Taquarituba ficou completamente destruído após o femômeno no último domingo (22), que deixou mortos e mais de 60 feridos (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)Terminal rodovíario de Taquarituba ficou completamente destruído após o femômeno no último domingo (22), que deixou mortos e mais de 60 feridos (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)
Fenômeno assustou moradores da pequena cidade no interior de São Paulo (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)Fenômeno assustou moradores da pequena cidade no interior de São Paulo (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)
Árvores foram arrancadas e casas foram destruídas após a passagem do tornado em Taquarituba (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)Árvores foram arrancadas e casas foram destruídas após a passagem do tornado em Taquarituba (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)
Cobertura metálica é vista presa em poste. Pastor afirma que região mais afetada ainda não possui energia elétrica (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)Cobertura metálica é vista presa em poste. Pastor afirma que região mais afetada ainda não possui energia elétrica (Foto: Ricardo Ossandon/Igreja do Evangelho Quadrangular)

Fonte: G1