quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Pastor pede orações pela cura de sua esposa que luta contra o câncer, para afastar o sofrimento que suas filhas têm vivido

Pastor pede orações pela cura de sua esposa que luta contra o câncer, para afastar o sofrimento que suas filhas têm vivido
A luta de sua esposa contra o câncer levou um pastor do Texas, nos Estados Unidos, a pedir ajuda dos fiéis de sua igreja para orar para que viesse sobre ela um milagre que afastasse a doença e o sofrimento de suas filhas diante da doença da mãe.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel A esposa de J. Josh Smith, pastor da Igreja Batista de MacArthur Blvd, luta há alguns meses contra um câncer em sua cavidade torácica e terá que passar por uma cirurgia complicada.

Ao pedir por orações em sua congregação, o pastor afirma que chegou a hesitar em orar pela cura de sua esposa, com medo de o milagre não acontecer, por isso ele pede ajuda dos fiéis de sua igreja e afirma que se apoia, acima de qualquer hesitação, em sua fé em Deus e na união da igreja.

- Nós queremos ver um milagre. Um milagre verdadeiro. Um que seja enviado dos céus, como um sopro na mente, com o inexplicável e sobrenatural trabalho de Deus. Eu não tenho medo de dizer isso. Eu nem tenho medo que você saiba disso. Mas, estranhamente eu tenho medo de orar por isso e pedir para você se juntar em oração por isso – afirmou o pastor.

De acordo com o The Christian Post, Smith explicou que a esposa terá de passar por uma cirurgia robótica, que substitui uma biópsia simples para remover completamente o tumor, que tem o tamanho de uma noz. Ele afirma ainda que suas esperanças são de que a próxima tomografia mostre uma redução, se possível de100% pela da glória de Deus, da proliferação da célula cancerígena, e espera que o milagre ocorrerá “para o espanto de todos os médicos”.

Queremos pedir a Deus para fazer algo milagroso. Sinto que eu seria desobediente se eu não orasse dessa forma e pedisse que o Senhor se juntasse a nós – finaliza Smith.
Por Dan Martins, para o Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário