quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Pastor ex-homossexual move ação contra Rede Globo por causa do “beijo gay” na novela Amor à Vida

Pastor ex-homossexual move ação contra Rede Globo por causa do “beijo gay” na novela Amor à Vida
A exibição de um beijo entre um casal homossexual no último episódio da novela Amor à Vida, da Rede Globo, tem alimentado uma série de discussões sobre a influência da TV na sociedade e, principalmente, motivando diversas críticas por parte de grupos religiosos.
Entre os que se apresentaram com críticas contra a emissora está o pastor Sargento Isidório, que é deputado estadual (PSC) na Bahia e entrou com uma ação na justiça contra a Rede Globo pelo conteúdo que a emissora vem apresentando em suas novelas.
Se apresentando como “ex-gay e ex-drogado”, o parlamentar afirma que os conteúdos transmitidos pela emissora em suas novelas, “de maneira tendenciosa, atentam contra os bons costumes, com a finalidade de promiscuir e assim destruir as famílias tradicionais cristãs católicas, evangélicas e demais segmentos da sociedade”.
O documento, que foi apresentado por Isidório na Assembleia Legislativa da Bahia, lista como conteúdo impróprio “as insistentes cenas de sexo, beijos entre homossexuais, traições conjugais, homicídios, tentativas de homicídios, assédio moral, humilhação, dentre muitas outras, que são exibidas de forma imprópria em rede aberta de televisão”.
- Venho demonstrar, em nome das Famílias Cristãs do nosso Estado e de nossa Nação, meu repúdio a cenas que estimulam, de maneira acintosa, a violência, e buscam destruir conceitos éticos, morais e religiosos das famílias brasileiras e da sociedade – destacou o parlamentar, em um comentário publicado em sua página no Facebook.
- Precisamos ter cuidado com o que entra nas nossas casas. A Rede Globo é um veículo de grande influência. Não podemos ficar calados, quando percebemos os deslizes de formação que podem ter as nossas crianças assistindo a essa programação nada educativa – completou o Deputado.
Outro religioso com passado ligado ao homossexualismo a criticar a emissora foi o pastor Joide Miranda, conhecido por ter vivido por cerca de 20 anos na prática do homossexualismo e por agora pregar contra a conduta, que ele afirma que pode ser desaprendida. Em um vídeo publicado no Youtube, o pastor argumenta contra o homossexualismo afirmando que “natural é o que Deus fez, macho e fêmea para constituir família”. Entre seus suas críticas, ele afirma que dois homens e duas mulheres não podem dar continuidade a uma geração e que a homossexualidade é a desconstrução da família.
Assista ao vídeo de Joide Miranda:

Nenhum comentário:

Postar um comentário