quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Arqueólogos descobrem sinagoga em Israel que pode ter sido visitada por Jesus

Arqueólogos descobrem sinagoga em Israel que pode ter sido visitada por Jesus
Em uma escavação feita em Israel um grupo de arqueólogos encontrou uma sinagoga que, segundo eles, Jesus pode ter visitado. A descoberta foi feita nas escavações em uma aldeia chamada Magdala, a casa de Maria Madalena, onde os estudiosos têm feito uma série de descobertas importantes.
- Ela morava aqui e ela conheceu Jesus aqui e seguiu-o. Sim, esse é o lugar – explicou Arfan Najar, arqueólogo-chefe em Magdala, ao falar sobre a origem do nome da aldeia
Najar, que supervisiona as escavações no local, afirmou ainda que a cidade esteve por todo o tempo escondida por “uma pequena camada de poeira”. Segundo ele, descobrir o local “foi quase como tocar a superfície e ver o muro, esperando-nos por dois mil anos que a víssemos”.
Entre as descobertas mais contundentes feitas no local estão um artefato que recebeu o nome de “Rocha Magdala”, tida pelos especialistas como a descoberta mais importante em décadas, e também a sinagoga, que data do tempo de Jesus e pode ter sido visitada por ele, segundo os especialistas. Segundo a CBN, os arqueólogos afirmam que essa é a primeira descoberta na Galileia.
- Uma expressão que aparece muitas vezes no Evangelho. ‘Jesus foi para a Galileia, pregando em suas sinagogas’. Esta é a sinagoga mais próxima de Cafarnaum, onde ele morava. Por isso, é provável que ele tenha vindo aqui muitas vezes – afirmou o diretor-geral do Centro de Magdala, padre Solano.
Para os visitantes do local, é como se a Bíblia estivesse “tomando vida” diante de seus olhos.
- Para mim, toda a história do Evangelho criou vida aqui. Nunca mais serei a mesma – comentou Jane, uma peregrina australiana.
Por Dan M
- Para mim, toda a história do Evangelho criou vida aqui. Nunca mais serei a mesma – comentou Jane, uma peregrina australiana.
Por Dan Martins, para o Gospel+
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário