sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Doente terminal de câncer, evangélico grava vídeo de despedida para sua filha e diz: “Seu pai amava ao Senhor”; Assista

Doente terminal de câncer, evangélico grava vídeo de despedida para sua filha e diz: “Seu pai amava ao Senhor”; Assista
Um homem que lutava contra um câncer raro desde os 24 anos de idade, e já havia sido desenganado pelos médicos, gravou um vídeo de despedida para sua filha, Austin, de sete meses, e disse: “Seu pai amou ao Senhor”.


Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Nick Magnotti se submeteu ao tratamento do câncer de apêndice enquanto pôde. Quando os médicos notaram que a quimioterapia já não estava surtindo efeito, e que os tumores estavam se espalhando por seu corpo, Nick resolveu interromper o tratamento e aproveitar os dias que restavam ao lado de sua família.


No vídeo, Nick diz à filha que “todas as pessoas morrem”, porém ele é uma pessoa abençoada por poder se despedir dela. A bebê Austin é filha de Nick de seu relacionamento com Alyssa, com quem se casou em 2008 na Lakeside Community Church, pastoreada por Eric Spanglor.


Ainda no vídeo de despedida, Nick diz acreditar que sua filha alcançará grandes feitos através de Deus, e diz à ela que seu gesto tinha a intenção de levar um exemplo às outras pessoas, e assim, contribuir para que elas encontrassem a Deus.


Com aparência serena, Nick diz em sua gravação que como cristão, não temia a morte, pois sabia que ela significava a ida para um lugar melhor. Em janeiro de 2014, Nick faleceu aos 27 anos, deixando Alyssa viúva e Austin órfã de pai, mas ambas com uma história exemplar de fé e confiança em Deus.


Assista:







Por Tiago Chagas, para o Gospel+

2 comentários:

  1. Glória a Deus, um salvo entrou no reino dos céus, como somos tão ingratos com a vida que nos foi dada, não reconhecemos muitas vezes o valor que ela tem, que Deus conforte o coração da esposa que ficou e de sua pequena Austin.

    ResponderExcluir
  2. É muito triste!
    Eu já ter passando uma experiência dessa!
    Eu passei uma situação difícil, o meu filho mais velho de 14 anos partiu de minha vida em 2012.
    Não está sendo fácil superar a dor, mas eu agradeço a Deus, porque eu sei que ele foi salvo, pois ele era um servo de Deus, ajudava a ganhar jovens pra Jesus.
    Eu desejo que Deus abençoe a família de Nick, pois ele está com o Pai Eterno, assim como o meu filho está com Deus também.
    Um forte abraço a equipe, Gideão!
    Fique com Deus e até mais!

    ResponderExcluir