sexta-feira, 25 de abril de 2014

Eduardo Campos afirma ser contra a legalização do aborto

 
Posição do ex-governador de Pernambuco agrada Silas Malafaia que pode ajudá-lo a conquistar o voto evangélico


Eduardo Campos afirma ser contra a legalização do aborto

O pré-candidato à Presidência da República Eduardo Campos (PSB), ex-governador de Pernambuco, esteve na cidade de Aparecida, interior de São Paulo, neste último domingo (20) para participar das celebrações da missa de Páscoa.


Diante de milhares de católicos o político afirmou que é contra o aborto, tema que muito interessa aos cristãos, católicos e evangélicos, e que nas eleições de 2010 foi muito debatido pelos candidatos.


“Como cidadão acho que minha posição e a de todos. Não conheço ninguém que seja a favor do aborto”, disse ele quando foi questionado a respeito da liberação da prática.


De acordo com a reportagem do jornal “O Estado de São Paulo”, Campos ficou constrangido ao falar sobre o assunto diante do cardeal dom Raymundo Damaceno, responsável pelo Santuário de Aparecida.


Na visão dele, que tem Marina Silva como candidata a vice, a lei brasileira sobre o aborto não precisa ser alterada. “A legislação brasileira já é adequada. Ela já prevê as circunstâncias e os casos e eu não vejo razão para que se altere exatamente a legislação que o Brasil já tem”, afirmou.


Essa foi a primeira vez que Eduardo Campos participou de uma missa no Santuário de Aparecida e pode se assentar em uma área reservada para autoridades no altar onde também estava o pré-candidato ao governo do Estado de São Paulo pelo PT Alexandre Padilha.


Apesar de a declaração ser interpretada como uma tentativa de se aproximar do público religioso, o ex-governador não quis falar sobre as eleições presidenciais com os jornalistas.


“Hoje é dia de Páscoa. Vamos ter o ano todo para conversar sobre isso”, disse ele que depois da missa se reuniu na casa do arcebispo para um café acompanhado de sua família.


Malafaia aprova posição de Campos



De acordo com o jornalista Lauro Jardim, da Veja, o pastor Silas Malafaia estaria cada vez mais interessado em apoiar a candidatura de Eduardo Campos.


Com essa declaração de não ser a favor do aborto o pré-candidato conquistou ainda mais a confiança do líder evangélico. Ao lado de Marina Silva, Campos espera conquistar boa parte dos votos dos evangélicos, principalmente entre os pentecostais, já que Marina e Malafaia fazem parte da igreja Assembleia de Deus, a maior denominação do país, segundo o IBGE.


porLeiliane Roberta Lopes em gospel prime


http://noticias.gospelprime.com.br/eduardo-campos-contra-legalizacao-aborto/?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A%20gospelprime%20%28Gospel%20Prime%29

Nenhum comentário:

Postar um comentário