segunda-feira, 26 de maio de 2014

Lamentável! Conselho de Psicologia decide cassar registro de psicóloga de Marisa Lobo por sua fé cristã

Na última sexta feira (16), a psicóloga Marisa Lobo foi julgada pelo Conselho de Ética do Conselho Regional de Psicologia (CRP) do Paraná devido a um processo iniciado há dois anos que teve como motivação sua expressão pública de fé nas redes sociais.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
A decisão do conselho na audiência foi pela cassação do registro profissional de Marisa Lobo. O relator do processo votou também pela censura pública, uma punição na qual é levada ao conhecimento geral, por meio de publicação na impressa oficial, que o profissional teria transgredido os princípios de sua profissão definidos pelo conselho regulamentador.
De acordo com a psicóloga, ainda cabe recurso à decisão, que pode ser levada ao Conselho Federal de Psicologia (CFP), e até mesmo à justiça comum, caso seja necessário. Marisa Lobo informou também que seu advogado já está trabalhando no recurso e ressalta que durante o processo houve erros jurídicos, falta de respeito e humilhação.
Ao comentar sobre o caso, Marisa Lobo citou casos semelhantes, como o da também psicóloga
Rozangela Justino, que sofreu censura pública acusada de oferecer tratamentos contra a homossexualidade, e luta desde 2007 na justiça contra a decisão. Ela comentou também sobre a recente tentativa de cassação do registro de psicólogo do pastor Silas Malafaia, que foi entendido pelo Ministério Público como um caso de perseguição religiosa.

Reações de apoio

A decisão do CRP motivou uma série de reações a favor da psicóloga. Foram diversas as manifestações ao seu favor, entre elas a da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que tipificou a decisão do CRP como arbitrária.
Em Curitiba, um grupo de cristãos saiu às ruas no último sábado em manifestação contra o CRM durante a Marcha para Jesus da cidade. Portando faixas com dizeres como #TodosContraPerseguiçãoReligiosa, os manifestantes protestavam contra a cassação do registro de Marisa Lobo.
As reações se espalharam também pelas redes sociais, onde seguidores da psicóloga no Twitter criticaram a decisão afirmando, entre outras coisas, se tratar de “um crime contra a Constituição Brasileira”. Foram levantados também questionamentos se profissionais de outras confissões religiosas também teriam seu registro cassado por manifestar sua fé publicamente

Evangélicos Br @Evangelicos_Br
Olha aí @marisa_lobo,site de pscologia espírita. Vão cassar também ? http://ow.ly/x8JHC
 
maria valtenice @mariavaltenice
@Evangelicos_Br @marisa_lobo Hipocritas !Cometeram um crime contra a Constituiçao Brasileira .Mas,estamos com voce Marisa,sera feita justiça

Nenhum comentário:

Postar um comentário