terça-feira, 8 de julho de 2014

Rio Uruguai, vaca fica pendurada em poste em São Borja


Animal foi encontrado na localidade de Rincão de Mercedes, no RS.
Nível do rio chegou a 17,3 metros na última semana.



                                      Carla Simon Do G1 RS

Animal foi parar em cima de um poste após cheia do Rio Uruguai em São Borja, no Rio Grande do Sul (Foto: Flávio Robalo/Arquivo Pessoal)Vaca foi parar em cima de poste após cheia do Rio Uruguai, no RS (Foto: Flávio Robalo/Arquivo pessoal)
Um funcionário de uma agropecuária de São Borja, a mais de 600 quilômetros de Porto Alegre, levou um susto ao se deparar com uma cena inusitada na segunda-feira (7). Por conta da cheia do Rio Uruguai, uma vaca ficou presa em um poste após ter sido arrastada pela força da água. A imagem foi registrada na localidade de Rincão de Mercedes. Cerca de 800 pessoas estão fora de suas casas no muncípio, sendo 600 desalojadas e 200 desabrigadas, segundo a Defesa Civil.
O morador Aldo Heck, dono de uma agropecuária em São Borja, diz que levou um susto quando viu a foto que mostra o animal em cima do poste. Segundo Heck, não se sabe ainda a quem pertencia a vaca, que foi encontrada já morta. "Levei um susto, não sei de quem era", disse o morador ao G1.
Nesta terça-feira (8), o Rio Uruguai está 10 metros acima do nível normal, segundo a Defesa Civil. Na segunda, quando foi tirada a foto, chegou a 12 metros. O máximo que o rio atingiu nos últimos dias foi 17,3 metros acima do normal.
O número de municípios afetados pelas chuvas e cheias nos últimos dias no Rio Grande do Sul subiu para 146, segundo boletim divulgado às 11h desta terça pela Defesa Civil. Destes, 122 decretaram situação de emergência. Já o número de pessoas fora de casa passou de 20.436 para 19.325 nesta manhã.
No total, o estado tem 17.797 habitantes desalojados, que foram para casas de amigos ou familiares, e 1.528 desabrigados, levados para ginásios ou abrigos pelo poder público. As cidades de Iraí e Barra do Guarita continuam em situação de calamidade pública.
O município de Itaqui, na Fronteira Oeste, ainda é o mais atingido, com 10.127 pessoas desalojadas e 672 desabrigadas. Uruguaiana, na mesma região, é o segundo município mais afetado, com 5.836 desalojados e 236 desabrigados.
Após cheia do Rio Uruguai, vaca foi parar em um poste em São Borja, no Rio Grande do Sul (Foto: Flávio Robalo/Arquivo Pessoal)Animal estava morto quando foi encontrado em cima de poste no RS (Foto: Flávio Robalo/Arquivo pessoal)

Morador levou um susto ao ver a vaca em cima de um poste em São Borja (Foto: Flávio Robalo/Arquivo Pessoal)Morador levou susto ao ver a vaca em cima do poste em São Borja, RS (Foto: Flávio Robalo/Arquivo pessoal)
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário