sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Lei proíbe gays de adotarem crianças

A Corte Constitucional da Colômbia negou nesta quarta-feira (18) a possibilidade de adoção para casais de pessoas do mesmo sexo, mas manteve a opção de permiti-la quando a criança é filho biológico de um dos dois.
A decisão do tribunal foi imediatamente questionada pelos grupos de defesa dos direitos dos homossexuais.
Antes da decisão, o presidente da Conferência Episcopal da Colômbia, monsenhor Luis Augusto Castro, tinha afirmado que "se pode fazer experiências com ratos, mas não com crianças", ao defender que a Igreja se opõe à adoção de menores por parte de casais do mesmo sexo.

Os casais do mesmo sexo só podem adotar quando a solicitação recaia sobre o filho biológico de seu companheiro ou companheira permanente", esclareceu o tribunal através do Twitter.
Continue lendo aqui  

 Fonte! em defesa da fé

2 comentários:

  1. Parabéns a Colombia, bom seria que o mesmo acontecesse por aqui nobre pr Antonio Magnus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rudiber que Deus abençoe a nossa querida e abençoada nação

      Excluir