sábado, 16 de maio de 2015

Silas Malafaia volta a criticar Fachin e acusa senadores de fazerem “teatro” em sabatina; Assista

Silas Malafaia volta a criticar Fachin e acusa senadores de fazerem “teatro” em sabatina; Assista
O pastor Silas Malafaia classificou como “teatro” a audiência da Comissão de Constituição e Justiça do Senado que sabatinou o advogado Luiz Edson Fachin, indicado pela presidente da República para ser o novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).
Em um novo vídeo com críticas contundentes ao advogado gaúcho, considerado comunista para muitos formadores de opinião, Malafaia afirmou que a indicação é uma jogada política do PT para implantar sua ideologia também no STF.
“O que está em jogo é que querem ideologizar o Supremo Tribunal Federal. Senhores, o que é uma pessoa, o que é um homem? Aquilo que ele fala e aquilo que ele escreve. Eu queria ver um cara desse ser indicado para a Suprema Corte de qualquer país da Europa, na América, no Canadá. Ele prefaciou o livro de um aluno dele que defende a poligamia. Gente, isso é uma afronta”, disse o pastor.
Malafaia questionou os parlamentares de partidos aliados e de oposição ao PT sobre a situação: “Esse camarada tem o que é pior de reacionário, de ideologia desses esquerdopatas. Senhores senadores… Eu queria apelar. Senadores do PMDB, PSDB, PSB, DEM, PR, PROS, PTB, PP […] Como é que os senadores dessas agremiações vão se dobrar e votar em alguém que atende os interesses ideológicos do PT? Que vergonha!”.
Para o pastor, Fachin demonstrou não ter caráter, pois “vende quase a mãe para querer ser do Supremo Tribunal Federal”, e apontou: “Nega o que fala e o que defende. É uma vergonha, gente”.
O pastor, que já havia destacado as posições de Fachin a favor do fim da propriedade privada, a criação da paternidade impositiva e do direito às amantes a receber pensão, cobrou dos políticos eleitos pelo voto popular uma posição contrária à indicação de seu nome ao STF.
“Eu queria lembrar os senhores senadores: vocês dependem do voto do povo. Tem evangélico, católico, espírita, ateu indignado com essas questões. Terça-feira [19 de maio], senhores senadores, em favor do Brasil, em favor de um Supremo Tribunal isento de ideologias esquerdopatas, diga não ao doutor Fachin”, afirmou.


Publicado por Tiago Chagas em gospel mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário