sexta-feira, 10 de julho de 2015

Homem constrói igreja feita de árvores

O neozelandês Barry Cox, 64 anos, vive na cidade de Shannon e concluiu a pouco um projeto único. No quintal de sua casa ele construiu uma igreja feita com árvores.
Foram quatro anos cultivando as plantas em seu imenso jardim. As mudas cresceram sobre uma estrutura de metal.
O agora jardineiro em tempo integral, conta que a ideia surgiu após ele ter viajado para diversas partes do mundo e observado o design de diversas igrejas. Decidiu criar algo “diferente”. Nasceu assim a Igreja da Árvore – Tree Church, no original. Ela é composta de seis tipos diferentes de árvores.
Cristão, Barry vem de uma família muito religiosa e quando pequeno pensou em ser um sacerdote quando crescesse. Disse que sempre se interessou pelas estruturas dos templos. Também sempre gostou da natureza. Ao entrar na terceira idade, decidiu unir suas duas paixões.
Depois de plantar mais de 4000 árvores em sua fazenda de gado leiteiro, ele dedicou-se a usar o imenso jardim de sua propriedade para seu projeto eco-espiritual.
Igreja de Árvore
Templo feito com árvores.
Profundo conhecedor de plantas, acelerou o paisagismo de sua propriedade, dando-lhe a aparência de um projeto que demoraria 20 anos para ficar pronto. Mas, usando técnicas de poda e de fertilização, ele só precisou de quatro!
Ela conta que em abril de 2011 saiu pela porta de trás da casa e olhando para o amplo gramado, pensou: ‘Esse espaço precisa de uma igreja’. Depois de montar uma estrutura de ferro para dar sustentação, iniciou o plantio.
O telhado foi feito com uma espécie que tem bastante flexibilidade e cuja folhagem permitisse a entrada do sol, caso contrário mataria a grama do “piso” da igreja. As paredes são formadas por uma árvore mais resistente e que possuem uma “cor de pedra”. Outras árvores foram usadas na decoração em volta do templo e para acrescentar “detalhes” numa perfeita harmonia de cores.
Interior do templo.
Interior do templo.
A estrutura da igreja acomoda cem pessoas sentadas e ele já cedeu para que fossem realizados casamentos. Também aluga para diferentes tipos de eventos. A cada seis semanas apara pessoalmente as folhas das árvores. Relata ainda que, por ser detalhista, refez várias vezes o projeto até que “tudo estivesse na posição correta”.
Aos poucos, a Igreja da Árvore foi ficando conhecida na região e ele começou a agendar visitas em grupos.
“Acho que os jardineiros e os apaixonados por árvores são pessoas generosas que simplesmente querem partilhar e desfrutar com outras pessoas de seus interesses afins. Os visitantes têm dito que acham da Igreja da Árvore relaxante e que as suas preocupações desaparecem. Acho esse tipo de feedback imensamente gratificante”, comemora Barry. Com informações de Stuff 
Veja vídeo aqui
Tradução Jarbas Aragão em gospel Prime

Nenhum comentário:

Postar um comentário