terça-feira, 1 de setembro de 2015

Malafaia critica “ativismo contra evangélicos” em Babilônia e chama autor de “otário”

Malafaia critica “ativismo contra evangélicos” em Babilônia e chama autor de “otário”
Babilônia foi a novela das 21h00 produzida pela Globo com a pior audiência da história da emissora, no ano das comemorações dos 50 anos de sua fundação. Mas por outro lado, foi uma das mais polêmicas e comentadas nas redes sociais. No último sábado, o pastor Silas Malafaia voltou a comentar os temas abordados pelo folhetim.
O líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC), que desde o começo criticou a apologia à homossexualidade feita pelos autores da novela e o ataque generalizado aos evangélicos, comentou a apelação da novela no último capítulo, exibido no dia anterior.
“Dizem que nós evangélicos somos preconceituosos, porque defendemos nossos princípios. E o autor da novela Babilônia? Um palhaço preconceituoso […] fez um verdadeiro ativismo ideológico contra os evangélicos. Quer transferir sua incompetência para nós, OTÁRIO!”, disparou o pastor.
Malafaia destacou que “opinião não é homofobia. Opinião não é crime”, e que aqueles que discordam dele o fazem por ter preferência pela imposição de ideias: “Os esquerdopatas, libertinos, ativistas gays, não suportam o contraditório. Estamos na democracia. A pior novela da Globo dos últimos tempos. A rejeição da sociedade para o absurdo da leviandade. Podem nos atacar, não muda nada para nós”, escreveu, acrescentando gargalhadas.

A pior novela da globo dos últimos tempos.A rejeição da sociedade para o absurdo da leviandade.Podem nos atacar,ñ muda nada para nós.SÓ KKKK

O pastor afirmou que “nunca” os evangélicos dependeram da Globo, e por isso, tinham liberdade para criticar as produções da emissora: “Nunca precisamos do apoio da Globo, nem das suas novelas, para a igreja evangélica crescer. Não adianta chorar, vão ter que nos aturar”.

As palavras usadas pelo pastor, tidas como agressivas por parte de seus seguidores no Twitter, foram defendidas por ele: “Os que nos atacam chamo de otários, medíocres e ridículos. Qual o problema? São palavras duras, mas não são palavrões. Não gosta? Cai fora”, sugeriu.
Após isso, o pastor concluiu suas afirmações sobre Babilônia retransmitindo um tweet de uma seguidora: “Já fez mais de 1 ano que tirei as novelas da Globo da minha família… Não tem nada que preste, nem perco meu tempo”.


Nenhum comentário:

Postar um comentário