sábado, 3 de outubro de 2015

Fim dos tempos Jovem mata mãe e padrasto e come parte dos corpos na Argentina

Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.
 Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.
 Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências; 2 Timóteo 3:1-6 (Foto: Reprodução)(Foto: Reprodução)
Um crime brutal chocou a cidade de Pilar, na Argentina. Um rapaz foi preso após confessar ter matado sua mãe e o padrasto, contando com ajuda de sua meia-irmã, que também é sua namorada. Ainda depois do crime, ele teria praticado canibalismo com parte dos cadáveres das vítimas. 

De acordo com o jornal local “Diario 21”, Leandro Yamil Acosta, de 25, matou os pais a tiros motivado por vingança. 

Segundo ele, seus irmãos gêmeos mais novos sofriam abusos do casal recentemente e eles mesmos já teriam sofrido nas mãos da mãe e do padrasto. 

Karen Klein, a meia-irmã e namorada do acusado, tem 22 e foi presa por ajudar o rapaz a ajudar a limpar a cena do crime. 

“Leandro me contou que praticou canibalismo, comeu partes dos corpos. Disse que foram tranquilos os assassinatos, que foram quase 'orgásmicos' para ele", disse a defesa do rapaz, Mónica Chirivin, em entrevista ao “Diario 21”.

A polícia descobriu o crime após encontrar pedaços de uma pelve feminina e de uma coluna vertebral dentro de um balda no terraço da casa da família. As autoridades também investigam o paradeiro de sacos de lixo onde os dois teriam colocado os restos dos corpos. 

Por 
https://br.noticias.yahoo.com/jovem-mata-m%C3%A3e-e-padrasto-e-come-parte-dos-corpos-na-argentina-171802671.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário