quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Ateu, taxista se encontra com Jesus após agredir a esposa e sofrer gravíssimo acidente


1
Um ateu descobriu a existência de Deus após sofrer um grave acidente de trânsito que lhe custou o olho esquerdo e quase tirou sua vida. A experiência de quase morte o fez compreender a fé e rever valores morais.
O homem, identificado como Sapru, 48 anos, é um taxista que era ateu e não respeitava sua esposa, cristã. Um dia, após se embriagar e agredi-la, ele saiu para dirigir e, em alta velocidade, colidiu com um caminhão após perder o controle do veículo.
“Meu olho esquerdo ficou totalmente destruído. Eu vi o rosto da morte”, disse ele, segundo informações do GodReports. No hospital, sua esposa o visitou, na companhia de missionários, e intercedeu por sua vida.
Sapru conta que se lembra da visita de sua esposa, segurando a Bíblia e clamando a Deus em voz alta, momentos antes de sua cirurgia de emergência. O então ateu vivenciou uma experiência de quase-morte, e nisso, sua forma de enxergar a fé mudou.
“A minha alma vagou para conseguir um lugar no céu. Os anjos não me permitiram entrar lá e eu fui empurrado para o inferno”, relatou. Na sequência, quando estava a caminho do inferno, Jesus o abordou. “Vá, seja salvo e batizado, viva para mim e para sua família”, disse o Salvador.
O taxista acredita que a intercessão de sua esposa e dos missionários alcançou a misericórdia de Deus, que o permitiu uma segunda chance. Depois do encontro com Jesus, ele disse ter sentido sua alma voltar ao corpo na mesa de cirurgia, onde o Filho de Deus deu um último recado: “É melhor entrar na vida com um só olho do que, tendo os dois olhos, ser lançado no fogo do inferno. Que isso seja para testemunhar sobre mim”.
Sapru perdeu um dos olhos no acidente
Sapru perdeu um dos olhos no acidente
Quando acordou, Sapru foi informado que os cirurgiões decidiram pela retirada de seu olho esquerdo, pois os danos causados pelo acidente eram irreparáveis.
Hoje, Sapru – já convertido ao Evangelho – diz que sente-se bem, “porque o Senhor quer que eu esteja com Ele no céu, mesmo sem um olho”. Seu testemunho alcançou o chefe, que também se converteu.
Sua esposa e os dois filhos veem nele um novo homem: “Estou muito feliz em vê-los alegres no Senhor por causa da minha conversão e minhas atividades no ministério”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário