terça-feira, 4 de outubro de 2016

Líder de aldeia ressuscita após oração de missionários e toda a comunidade se converte ao Evangelho


O trabalho missionário alcançou uma aldeia de um país no sudeste da Ásia com a demonstração do que é o Evangelho na teoria e na prática, após um homem que estava morto voltar à vida após a oração dos cristãos.
O testemunho foi contado por David Platt, presidente da Junta de Missões Mundiais do Seminário Batista do Sul, durante uma entrevista concedida no último mês em Nashville, Tennessee (EUA).
O relato do homem que voltou à vida começa com a história de um aldeão que havia se convertido ao Evangelho meses antes, depois de ter sido alcançado pelos missionários batistas. Ele passou a compartilhar a mensagem de Jesus Cristo com os amigos, e um dia, resolveu ir a um povoado “que era totalmente não alcançado pelo evangelho”.
Platt contou à agência Baptist Press que os habitantes do povoado foram receptivos aos missionários, desfazendo-se de amuletos, ídolos e outras peças associadas ao ocultismo. Porém, durante a estadia dos missionários, o líder da aldeia faleceu.
Supersticiosos, os moradores do povoado passaram a acreditar que sua conversão ao Evangelho havia enfurecido espíritos malignos que seriam autoridades espirituais da região, e passaram a pedir que seus objetos fossem devolvidos.
Diante dessa situação, os missionários se viram obrigados a irem ao local onde estava o corpo do líder da aldeia, e oraram pedindo “que Deus mostrasse a Sua misericórdia para com as pessoas naquele povoado, que Deus mostrasse a Sua glória e Seu amor para que aquelas pessoas O vissem”, relatou Platt.
Enquanto eles oravam, o homem tossiu algumas vezes e voltou a respirar. Os moradores do povoado ficaram atônitos com o ocorrido, e os missionários aproveitaram para intensificar a ação evangelística.
“Então, eles compartilharam a mensagem do Evangelho, e nos dias seguintes, as pessoas começaram a entregar suas vidas a Cristo e aquela aldeia começou a queimar seus ídolos”, narrou o presidente da Junta de Missões Mundiais. “Deus com certeza escolheu um momento oportuno para que Sua mensagem fosse compartilhada”, acrescentou.
“Há algumas coisas que eu não sei, mas aqui está o que eu sei: temos a boa mensagem de um Deus que venceu a morte, que tem o poder para dizer aos mortos ‘volte à vida’. Então, irmãos e irmãs, vamos trabalhar juntos para vermos os milhares e milhares de batistas proclamando as Boas Novas até os confins da terra”, concluiu o líder missionário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário