sábado, 1 de outubro de 2016

Policial multa motorista por alta velocidade e, ao descobrir motivo da pressa, ora por ele


Um relato tocante do gesto de um policial tem percorrido as redes sociais e inspirado pessoas sobre o que é compaixão. Um motorista, abordado na estrada por excesso de velocidade, terminou recebendo uma oração do oficial.
A história de Mark Ross é formada de sentimentos extremos. Ele havia recebido a notícia do falecimento de sua irmã e estava se deslocando até o local do acidente de trânsito que tinha resultado na tragédia.
Um policial, notando a alta velocidade com que Mark trafegava na estrada, o parou e o multou: “Às 3h da madrugada eu recebi um telefonema informando que minha irmã tinha sido morta em um acidente de carro, devido a algum jovem punk. Eu não havia dormido ainda, então imediatamente peguei o carro e fui para a estrada. Obviamente eu corri, tentando ir para Detroit e fui multado por excesso de velocidade”, relatou.
No entanto, enquanto ele contava ao policial sobre o que se tratava sua pressa, houve uma reviravolta: “Eu fui parado em Ohio. Eu sabia que estava indo para a cadeia devido a uma ordem da delegacia. Mas, um policial chamado Wayne se recusou a me levar por causa da distância. Eu expliquei ao oficial que minha irmã tinha morrido e que eu precisava chegar à minha mãe o mais cedo possível. Eu comecei a chorar e ele viu a sinceridade em meu choro. Então, ele começou a orar por mim e pela minha família. Ele se ofereceu para me levar até Detroit, porque haviam rebocado meu carro”, contou.
A história de Mark Ross foi compartilhada pela página Love What Matters (“ame o que importa”, em tradução livre), e alcançou mais de 106 mil pessoas, que reagiram ao relato. Dessas, mais de 11 mil compartilharam com os amigos. “Todo mundo sabe o quanto eu não gosto de policiais, mas estou verdadeiramente agradecido por esse cara. Ele me deu esperança”, concluiu Mark.
O relato, em um momento de tensões raciais nos Estados Unidos, devido à morte de negros em ações policiais, traz alento à sociedade norte-americana e inspira a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário