segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Assam: Garota de 4 anos é “sacrificada” por feiticeiro para encontrar celular perdido

Um
feiticeiro supostamente decapitou uma menina de quatro anos de idade em Assam e
a ofereceu como sacrifício, com o objetivo de encontrar um celular perdido. O caso aconteceu na Índia.
Ver as imagens
Ultimamente, quando se fala em caça às bruxas e superstição, é comum falar de Assam.
A garota,
que estava desaparecida desde 24 de outubro, foi encontrada desmembrada na
tarde de segunda-feira. Sua cabeça e braços decepados foram encontrados em uma
floresta próxima à sua casa em Ratanpur, distrito de Assam.
 A
polícia diz que não havia sinais de agressão sexual na vítima. Ela supostamente
foi torturada e decapitada pelo feiticeiro, que acreditava que o sacrifício o
levaria a recuperar o celular perdido de uma bruxa Hanuman Bhumij.
Embora o
principal acusado, Abdul Jalil, esteja foragido, seu assistente Ariful Ali, foi
preso junto com Hanuman Bhumij. Os moradores os capturaram horas depois que a
garota desapareceu. No entanto, eles ainda não confessaram participação no
crime. 
“Bhumij
abordou o feiticeiro com o objetivo de recuperar seu celular. Estamos
investigando as alegações de que a menina foi raptada e sacrificada com a
esperança de recuperar o aparelho”, disse Prasanta Phukan, chefe de polícia de
Paloma ao Hindustan Times. Continue lendo aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário