domingo, 6 de novembro de 2016

Em programa de TV, jovem afirma estar grávida do menino Jesus

Uma jovem chamou a atenção do mundo ao afirmar que está grávida e que sua gestação carrega o menino Jesus. A declaração, inusitada, foi feita em um programa de TV.

 A gestante, de apenas 19 anos de idade, foi identificada apenas como Haley e afirmou ao programa de TV Dr. Phil Show, dos Estados Unidos, que carrega o Messias.

 O ponto mais inusitado de toda a história é que ela foi submetida a vários testes e todos apontaram para o fato de que ela não está grávida, de acordo com informações do blog Page Not Found, do jornal O Globo.

 “A americana ignora os resultados e garante sentir ‘Jesus’ dando chutes na sua barriga”, informou o jornalista Fernando Moreira. Os amigos e parentes da jovem, que frequentam a mesma igreja, dizem não acreditar na narrativa de Haley.

 “Estava dormindo numa noite e o bebê mexeu com as mãos e os pés dentro da minha barriga. Posso sentir a cabeça aqui, bem abaixo do umbigo”, afirmou a jovem supostamente grávida, no programa de TV.

 A mãe de Haley, chamada Kristi, ficou constrangida durante a entrevista ao programa de TV, e disse lamentar que tudo isso esteja acontecendo, pois ela teme que sua filha esteja vivendo uma fantasia alimentada por ilusões ou tenha se tornado uma “mentirosa compulsiva”, que é característica de quem sofre de mitomania.

 Mitomania 

 De acordo com o Wikipedia, a mitomania – ou mentira compulsiva – é um transtorno psicológico caracterizado por contar mentiras compulsivamente, sem benefícios externos e geralmente restritos a assuntos específicos (como família ou amigos) apresentando-se de maneira bem vista socialmente.

 Em casos considerados mais graves podem incluir uma enorme diversidade de assuntos e a própria pessoa tem dificuldade em lembrar o que é verdade e o que é invenção. O mitomaníaco pode estar parcialmente ciente de estar contando mentiras, mas há compulsão, o que deixa o indivíduo sem controle da situação.

 Gravidez psicológica 

 O caso de Haley, no entanto, pode ser pseudociese, conhecida popularmente como “gravidez psicológica”. Essa é uma síndrome rara que leva a mulher, que não está grávida, a acreditar que está esperando um bebê.

 A pseudociose leva o corpo a apresentar sintomas típicos de uma gravidez, incluindo ausência de menstruação e aumento do volume abdominal.

Por Tiago Chagas EM GOSPEL MAIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário