sábado, 17 de dezembro de 2016

Convenção da Assembleia de Deus no Paraná rejeita categoricamente o modelo de células


O modelo de células adotado por algumas igrejas neopentecostais foi rejeitado pela Convenção das Igrejas Evangélicas Assembleia de Deus no Estado do Paraná (CIADEP) por não se alinhar com as tradições da denominação.
Uma nota divulgada pela entidade paranaense explicitou a rejeição de forma “irrevogável e irretratável” ao modelo de células adotado pelas igrejas dos movimentos conhecidos como G12 ou M12.
A postura conservadora da Convenção foi resultado de discussões acontecidas em assembleias onde o debate sobre o assunto foi amplo e aberto. A decisão de rejeitar o modelo de células foi elogiada pelo pastor Geremias do Couto nas redes sociais: “Excelente posicionamento”.
O temor dos assembleianos é que esse modelo avance e a prática centenária, de cultos nos lares, evangelismo nas ruas e cruzadas evangelísticas seja abandonado.
Na nota, a Convenção diz que não adotará método celular e não autoriza que qualquer campo eclesiástico a ela filiado o adote, ou qualquer um de seus similares, por acreditar que esse modelo desorganiza os fundamentos éticos e doutrinários das Assembleias de Deus e fere seus padrões institucionais e confessionais.
Confira a íntegra da nota divulgada na última semana:
ciadep-modelo-de-celulas

Nenhum comentário:

Postar um comentário