sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Cantora Eveniy Branga, Julio Cesar, Canção e louvor Ariély bonatty filhas do Rei e Oseias Costa


Assista oito vídeos mais tocado no meu canal do you tub,  Cantora Eveniy Branga, Julio Cesar, Canção e louvor Ariély bonatty filhas do Rei e Oseias Costa

Igrejas são acusadas de representar “ameaças à segurança”

                     Promessa do presidente do Egito foi em vão


Este ano, Abdel Fattah Al-Sisi tornou-se o primeiro presidente na história do Egito a entrar em uma igreja cristã na comemoração do Natal. Ele visitou a Catedral de São Marcos, principal igreja do Cairo, dia 7 de janeiro – data do natal no calendário Copta, grupo cristão mais numeroso do país.

Na ocasião, o líder egípcio pediu perdão aos cristãos pelo recente histórico de perseguição. Também se comprometeu a reconstruir dezenas de igrejas e instituições cristãs destruídas nos últimos anos em ataques motivados pelo extremismo religioso.

Mesmo sendo muçulmano, fez um discurso contundente contra o radicalismo, onde afirmou que “Deus nos criou diferentes, na religião, forma, cor, língua, hábito e tradição”.

A notícia foi divulgada e muito comemorada pela mídia cristã. Após a chamada Primavera Árabe, ficou constatado um aumento da violência contra os cristãos. Pelo menos 65 igrejas, escolas e conventos foram incendiados, saqueados ou destruídos, afirmou a Missão Portas Abertas.

Contudo, o Instituto Gatestone que monitora as ações de grupos extremistas muçulmanos, está denunciando que, na prática, as coisas não mudaram no Egito e dificilmente mudarão.

Esta semana é o aniversário de um ano da decapitação de 21 cristãos egípcios pelo Estado Islâmico (EI) na Líbia. Quando o presidente Al-Sisi concordou em construir uma igreja memorial na aldeia de Al-Our – onde viviam 13 dos 21 que morreram em fevereiro de 2015 – ocorreu um protesto violento de radicais muçulmanos.

Eles anunciaram que jamais permitiriam que uma igreja fosse construída ali. Eles gritavam, “O Egito é islâmico!”. Para mostrar sua força, atacaram uma igreja copta com coquetéis molotov e pedras.

Carros foram incendiados, incluindo um que pertence à família de um cristão decapitado pelo EI. Várias pessoas ficaram seriamente feridas. O governo do Egito não tomou nenhuma providência.
Em 1º de fevereiro, Tharwat Bukhit, um cristão que faz parte do Parlamento do Egito, anunciou que existem “aproximadamente 50 igrejas no Egito fechadas por razões de segurança.”

O fato é que sempre que os cristãos tentam restaurar, renovar ou reconstruir uma igreja, são acusados de contrariar a lei islâmica [sharia]. Para os muçulmanos, ela vale mais que a Constituição, que prevê liberdade religiosa.

Quando os muçulmanos radicais se revoltam, como aconteceu em Al-Our, as autoridades locais (muçulmanas) concluem que a única forma de evitar mais atos de violência é proibir a igreja de funcionar, pois ela passa a representar uma “ameaça à segurança”.

Esse tipo de situação ocorre repetidamente em todo o Egito. O exemplo mais recente foi na cidade de Swada, onde uma igreja que estava em construção foi quase totalmente destruída por um grupo de 400 muçulmanos. Após o ataque, a igreja foi fechada pelos mesmos funcionários que haviam concedido as licenças necessárias para a sua construção. Tudo em nome da “segurança”. Os 3.000 cristãos da cidade, cerca de 35% da população, ficaram sem local para cultuar.

 Por Jarbas Aragão em Gospel Prime

Perseguição a cristãos na Nigéria tem resultado na conversão de muçulmanos, diz Portas Abertas

Sob intensa perseguição religiosa, o Evangelho está se expandindo na Nigéria, e o relato mais comum entre os muçulmanos do país que se entregam a Jesus Cristo é que a decisão por seguir ao Filho de Deus foi tomada após sonhar com Ele.

Em uma crise severa, a Nigéria vê o Boko Haram pôr em prática seu plano de exterminar o cristianismo da região, tornando o país um território muçulmano, um califado. No entanto, missionários testemunham que toda a investida dos extremistas contra o cristianismo só tem feito aumentar o número de novos convertidos ao Evangelho.

Segundo informações do Christian Today, um relatório da Missão Portas Abertas divulgado na última quarta-feira, 24 de fevereiro, aponta que em 2015 4.028 cristãos foram mortos no país, um aumento significativo, afinal, ao longo dos nove anos anteriores (2006 a 2014), esse número foi de 11,5 mil.

A perseguição tem forçado uma migração em massa de cristãos do norte do país, em busca de locais mais seguros, distante da violência. No entanto, os que decidem resistir e ficar, estão experimentando um grande avivamento, pois tem crescido o número de muçulmanos que procuram as igrejas para aceitarem a Jesus.

“Muitos dos muçulmanos querem se tornar cristãos, mas eles têm medo de serem mortos ou pressionados por colegas muçulmanos”, relatou um cristão nigeriano.
Mesmo com a experiência de ver muçulmanos se convertendo ao Evangelho, os cristãos locais esperam que o governo e a Organização das Nações Unidas (ONU) encontrem uma solução definitiva para as ações terroristas do Boko Haram.

“É preciso haver uma resposta adequada para acabar com a violência e restabelecer uma situação de paz no norte da Nigéria, onde muçulmanos e cristãos possam viver juntos, exercer os seus direitos e ter igual acesso à educação, ao trabalho e à liberdade de adoração”, concluiu o relatório.

 Publicado por Tiago Chagas em Gospel mais

Condenada a indenizar conselheiros do CRP, Marisa Lobo recorre: “Deus há de me dar graça”

A psicóloga Marisa Lobo, ativista pró-vida e pró-família, foi condenada pelo 11º Juizado Cível Especial de Curitiba (PR) a indenizar membros do Conselho Regional de Psicologia (CRP) do estado que haviam participado do julgamento do processo de cassação de seu registro profissional.

Marisa Lobo havia sido intimidada a parar de fazer referências à sua fé nas redes sociais, mas não se dobrou à imposição do CRP-PR e um processo de cassação de seu registro foi aberto, com o julgamento, em maio de 2014, sendo desfavorável a ela.

A decisão do CRP acusava a psicóloga de “apoiar a cura gay” e “promover proselitismo religioso”, o que seria contra o estatuto da entidade. Marisa recorreu ao Conselho Federal de Psicologia (CFP) e teve a cassação de seu registro anulada.

Durante o período de apelação, dentre inúmeras entrevistas, Marisa Lobo afirmou em participação no programa Vejam Só, da RIT TV, em fevereiro de 2014, que o julgamento estaria “armado”. Os seis integrantes do CRP-PR que participaram do julgamento moveram um processo contra a psicóloga, pedindo indenização por danos morais, segundo informações do jornal Gazeta do Povo.

Em sua defesa, Marisa disse que não teve a intenção de ofender pessoalmente os colegas de profissão, já que não teve contato pessoal com eles. “Eu nunca os vi, não sabia o nome deles, não sabia quem eram os conselheiros do meu julgamento, pois eu não estava presente no mesmo. Eu também nunca citei o nome deles, mas o juiz aqui de Curitiba entendeu dessa forma”, afirmou.

O juiz Gaspar Luiz Mattos de Araújo Filho sentenciou Marisa Lobo a pagar R$ 5 mil a cada um dos integrantes do CRP-PR que participaram de seu julgamento, totalizando em R$ 30 mil o valor total.
A decisão, em primeira instância, é passível de recurso, e a psicóloga acredita que poderá ter seus argumentos melhor apreciados: “Eu apelei, é claro. Estou aguardando decisão do juiz. Me sinto injustiçada, mas estamos vivendo este momento, no qual eu posso ser humilhada, por revistas, jornais, pessoas, mas se eu abrir minha boca para me defender, sou punida”.
Se necessário, Marisa afirmou que pretende ir à última instância: “Ainda tem o Supremo [Tribunal Federal], e é lá que pretendo chegar. Deus há de me dar graça, fé e condições para corrigir esta injustiça. Eu falei do CRP e não dos conselheiros. Quem for contra a ditadura entenda o que está acontecendo comigo. Eu não ofendi nenhuma pessoa”.

Assista a entrevista de Marisa Lobo ao programa Vejam Só, da RIT TV, que resultou em sua condenação: AQUI

 Publicado por Tiago Chagas em Gospel mais

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Goiandira (GO) convoca jejum por decreto contra a Dengue

O decreto nº 026/2016 clamava a população e líderes religiosos para "clamar a Deus por livramento e misericórdia" em jejum de 6h a 12h
Contra a dengue, vale tudo, certo? Pelo menos é o que pensa o  prefeito de Goiandira, cidade a 300 Km de Brasília, Erick Marcus (PTB). Em decreto publicado no dia 19 de fevereiro institui o "Dia de Jejum Municipal" contra a dengue.
O decreto nº 026/2016 clamava a população e líderes religiosos para "clamar a Deus por livramento e misericórdia" em jejum de 6h a 12h contra a infestação da dengue na comunidade no dia 22 de fevereiro.
O prefeito, que é evangélico, disse a um blog de Goiânia que a iniciativa teve apoio de grande parte dos mais de 5 mil habitantes da cidade. Segundo o site do jornal O Popular, Erick disse que foram notificados 600 casos de dengue em Goiandira.
Veja a íntegra do documento:

A cenoura, o ovo e o café







Uma garota queixou-se ao pai, sobre a vida e como as coisas estavam difíceis para ela. Já não sabia o que havia de fazer – estava cansada de lutar e de combater. Parecia-lhe que assim que um problema estava resolvido, um outro surgia.

Então, o pai levou-a até a cozinha.

Encheu três pequenas panelas com água e pô-las ao fogo.

Assim que a água começou a ferver, numa panela colocou cenouras, noutra, ovos e, na terceira, pó de café.

Deixou que tudo fervesse, sem dizer uma palavra.

A filha esperou impacientemente, imaginando o que dali iria resultar.

Minutos depois, ele apagou o fogo.
Pegou nas cenouras, nos ovos e no café, colocando-os em recipientes separados.

Virou-se para a filha e perguntou:
– Querida, o que estás a ver?
– Cenouras, ovos e café – respondeu ela.

Ele pediu-lhe para provar as cenouras. Ela obedeceu e notou que as cenouras estavam macias.

Ele, então, pediu-lhe que pegasse um ovo e o quebrasse. Ela obedeceu e, depois de retirar a casca, verificou que o ovo endurecera com a fervura.

Finalmente, ele lhe pediu que tomasse um gole do café. Ela sorriu ao sentir o aroma delicioso e então perguntou:

– O que é que isto significa, pai?

– Cada um destes – a cenoura, o ovo e o café – enfrentou a mesma adversidade, a água a ferver, mas cada um reagiu de maneira diferente. A cenoura, outrora crua e rígida, amoleceu e tornou-se frágil. Os ovos, antes frágeis, mesmo com a casca protegendo o interior, tornaram-se firmes e mais resistentes. Já o pó de café é incomparável: depois de colocado na na água fervente, ele mudou a própria água.

Após profundo silêncio, o pai prosseguiu:

– Qual deles és tu? Quando a adversidade bate à tua porta, como respondes?

És a cenoura, o ovo ou o pó de café? És como a cenoura, parecendo firme e forte, mas, com a dor e a adversidade, murcha e torna-se frágil, perdendo a sua força? Ou será que és como o ovo, começando maleável, mas, depois de sofrer alguma pressão da vida, torna-se duro? A sua “casca” até parece a mesma, mas por dentro, está duro. Será que és como o pó de café? Transformas o meio que te aflige, alteras o que causa dor e ofereces algo melhor e mais gostoso do que havia antes da adversidade?

E você, como lida com a adversidade?… cenoura, ovo ou café?
 

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Grande Culto ao ar livre neste Domingo 14 horas encruzilhada dos Grilos município de Canguçu/RS.

Este local foi realizado um culto em 2015 e muitas pessoas se fizeram presente, e a Equipe de Evangelismo convida a todos para neste Domingo 14 horas comparecer para mais uma vez para adorar a Deus.

Loca encruzilhada dos grilos 4º distrito de Canguçu/RS.

Realização Equipe de Evangelismo novas de alegria de Canguçu/RS.


veja aqui matéria do ultimo culto na na encruzilhada dos Grilos

Pr. Adão Madeira presidente intencional de Missões Gideões RS foi recebido e reconhecido na Tribo Atché como cidadão da Tribo Atché no Paraguai veja fotos.


Recente mente Pastor Adão Madeira presidente intencional de Missões Gideões RS. realizou mais uma viagem Missionária a tribo indígena Atchê no Paraguai, onde se encontra a maior Igreja dos Gideões Missionário naquele pais, atualmente a Igreja ali Pastoreada pelo Missionário Alvim conta com aproximadamente 600 membros em comunhão.

A viagem foi realizada em janeiro de 2016 onde acompanhou  Pastor Adão Madeira o Pastor Silvio André e Rogério Oliveira.

 Pr. Adão Madeira foi recebido e reconhecido na Tribo Atché como cidadão da Tribo isto pelo Importante trabalho realizado junto aquela Tribo veja fotos do momento em que o Pr Adao é recebido ao chegar na Igreja.
Este é o Ancião da Tribo com 124 anos
Veja mais matéria desta viagem missionária aqui

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Dilma se reúne com líderes evangélicos para pedir engajamento no combate ao zika vírus

Dilma se reúne com líderes evangélicos para pedir engajamento no combate ao zika vírus
A então candidata Dilma Rousseff e o bispo Manoel Ferreira, em 2014
A presidente Dilma Rousseff (PT) se reuniu na tarde de ontem, 18 de janeiro, com lideranças evangélicas no Palácio do Planalto para tratar do combate ao aedes aegypti e o vírus zika.
Na reunião, a presidente se concentrou em pedir ajuda aos pastores para que a população se una no combate ao mosquito que transmite dengue, chicungunya e zika, de acordo com a jornalista Mariana Alvim, de O Globo.
“O assunto [da reunião] não passa — ao menos diretamente — pela articulação com congressistas ou coisa parecida. O objetivo é arregimentar forças para o combate às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Na semana passada, Dilma se reuniu com católicos, com o mesmo objetivo”,sintetizou Alvim.
Paulo Teixeira, colunista do Gospel+ e editor do Holofote, comentou a reunião da presidente com as lideranças evangélicas: “Certamente Dilma não tratou sobre o aborto. Dilma só não pede opinião dos evangélicos para tratar de assunto como aborto e questões que fazem apologia LGBT”, opinou, lembrando que entidades sociais, com apoio dos partidos de esquerda, trabalham para levar ao Supremo Tribunal Federal uma ação que resulte na liberação do aborto em casos de microcefalia. O vírus zika é apontado como responsável pelo surto de gestações em que o bebê tem um desenvolvimento craniano menor do que o necessário.

Pastor quer debater o aborto

O pastor Joel Zeferino, presidente da Aliança Batista do Brasil, defendeu um debate mais amplo sobre o aborto nos casos de microcefalia.
Em entrevista concedida ao Correio Braziliense, o pastor – que se reuniu com Dilma semanas atrás – disse que há espaço para admitir o aborto em alguns casos, e que as decisões devem partir, prioritariamente, das mulheres.
“Nós não temos uma posição em torno do aborto. Entendemos que tem que ser uma questão debatida com a sociedade, mas não dá para ignorar o assunto e é preciso empoderar as mulheres nessa discussão”, disse.
A psicóloga Marisa Lobo, colunista do Gospel+ e ativista pró-vida, criticou a postura do pastor: “Eu acho saudável até mesmo pedir para que as mulheres não engravidem nesse momento, porque você só está pedindo para adiar um projeto de ser mãe. Agora, um pastor que considera a legalização do aborto diante da infecção pelo zika vírus em mulheres gestantes – o que não dá a certeza que isso vá desenvolver microcefalia no bebê – é vergonhoso”, afirmou, em entrevista ao portal Guia-me.
 Publicado por Tiago Chagas em Gospel mais

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Culto Evangelístico na Florida 3º de Canguçu foi bênção veja fotos

Foi realizado na Florida município de Canguçu/RS .na residência de Luizmar e Solange Bandeira um culto Evangelístico, onde Deus abençoou poderosamente, e almas se renderam aos pés de Jesus.

Esteve pregando a palavra de Deus o evangelista Nelsinho de Canguçu e o missionário Ademir Antonio de Encruzilhada do Sul/RS.

No louvor Cantor Zigomar Marque e conjunto local





terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Assista vídeo e veja fotos do 9º aniversario da Equipe de Evangelismo Novas de Alegria

Equipe novas de alegria realizou nos dias 13 e 14 de 2016 se 9º aniverçario e contou com a participação do Cantor Zigomarr Marques Canguçu/RS. cantora Fabiane Souza e Pastor Saulo Souza de Capão da Canoa/RS.

Todas reuniões foram Marcada Pela presença de Deus, e todos que ali compareceram saíram  sentindo-se abençoados pois foi grande a unção de Deus naquele lugar.

A equipe agradeceu a presença de todos que ali estiveram durante as festividades e agradece ao nobre vereador Fininho que esteve presente no encerramento, e foi feito menção de agradecimento ao Pastor loca,l Pr. Antonio Magnus pelo apoio prestado.