sábado, 4 de novembro de 2017

Com 112 anos, Irmã Madalena vitoria de Jesus moradora mais velha de Hortolândia cuida com carinho do vestido escolhido para quando 'Deus chamar'

"Vou com Jesus  para o céu", avisa Madalena, evangélica fervorosa nascida em 25 de dezembro de 1904. Por Fernando Evans, G1 Campinas e região


Conforme o G1 aos 112 anos, a moradora mais velha de Hortolândia (SP) é uma mulher muito religiosa. Entre os afazeres diários de dona Madalena Vitória de Jesus, ouvir a palavra de Deus é obrigatório. 
Evangélica há mais de quatro décadas, ela apoia-se na fé para dizer que encontrará o "Criador" assim que partir. E tem até um vestido branco escolhido para usar no momento em que "Deus chamar. 

Criada na roça, no interior de Minas Gerais, Madalena nunca casou ou teve filhos. Segunda entre quatro irmãos, ela dis que teve um amor na juventude, o Geraldo, nome que pesca em uma das viagens pela memória de tantos anos vividos. "Não casei porque não deu certo de casar.

Ela relata que antes de se converter e virar "crente ela dis que experimentou alguns  prazeres da vida, como baile. Fumava e bebia pinga. Diversões que ficaram em um passado muito, muito distante. 
Morando com uma sobrinha em Hortolândia, atualmente dedica-se às palavras de Deus. Frequenta a igreja em algumas oportunidades, mas com o privilégio que a idade lhe traz, recebe as visitas dos irmãos para orar na varanda de casa. "

Quem não é batizado, ô, vai pro [inferno].. [...] É um fogo que nunca acaba!", diz, rindo. 

Nascida em 25 de dezembro de 1904, dona Madalena é lúcida. Anda sem ajuda, mas a audição já não é como de alguns anos atrás. O G1 conta que a Irmã Madalena com 112 anos cuida de seus pertences fotos no quarto com cama, poltrona, armário e uma mesinha. E tem um zelo muito grande com suas coisas. 

 Algumas noites ela vai deitar acreditando que irá encontrar o Criador. Então se prepara como fosse a ultima noite, porem acorda no outro dia reclamando que ainda não foi ver Deus", relata Viviane Ramos, de 33 anos. 


 Fonte G1 Por Fernando Evans, G1 Campinas e região


Nenhum comentário:

Postar um comentário