terça-feira, 9 de outubro de 2018

Pastor e parte de sua família morrem em acidente de carro


Apenas o filho mais novo, de 6 anos, sobreviveu e pediu ajuda na estrada




Pastor, sua esposa e o filho mais velho morreram no acidente Foto: Arquivo Pessoal




Nesta terça-feira (9), integrantes de uma mesma família foram encontrados mortos na BR-050, em Minas Gerais. Eles estavam desaparecidos desde o último domingo, quando apenas o filho mais novo, de 6 anos, sobreviveu e foi visto na rodovia pedindo ajuda.
As vítimas foram identificadas como Alessandro Monare, de 37 anos, Belkis da Silva Miguel Monare, 35, e Samuel da Silva Miguel Monare, 8. O chefe da família, Alessandro, era pastor da Igreja Batista Vista Alegre, em Campinas, há seis anos.

Os membros prepararam uma homenagem à família. Amigos e parentes se reuniram na igreja nesta manhã e afirmaram estar chocados com a notícia.
A viagem da família tinha acontecido em função do aniversário de Belkis, celebrado na última sexta-feira. Em entrevista a um portal de notícias a irmã mais nova dela, Berenice Miguel Landim da Cruz, contou que a família voltava da viagem feita a Rio Quente, em Goiás, no domingo por volta das 8h30. A previsão era que eles chegassem em Campinas na parte da tarde, visto que Alessandro ainda queria votar. Ele também teria um culto na igreja às 20h.


Vítimas só foram encontradas nesta terça-feira Foto: Arquivo Pessoal

Já o garoto de 6 anos foi socorrido e levado para o Pronto Socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). O estado de saúde dele permanece estável.
– Tem um propósito na vida do Benjamin, ele foi o sobrevivente. A gente crê que a nossa vida é passageira. É dolorido, mas a gente tem que confiar e Deus, porque ele é quem sabe. Que Deus nos ajude a cuidar do Benjamin agora – declarou Berenice.
Fonte pleno news
https://pleno.news/brasil/cidades/pastor-e-parte-de-sua-familia-morrem-em-acidente-de-carro.html

Segundo o G1 
Testemunhas
Um casal que transitava pela BR-050 disse ter testemunhado o acidente que matou a família de Campinas no domingo. Uma mulher afirmou que seguia no sentido contrário e viu dois veículos capotarem por volta de 10h de domingo no mesmo lugar onde o carro das vítimas se acidentou.
"Nós estávamos indo para Araguari para as votações e no momento do acidente nós vimos os dois carros capotarem, um dos carros meu marido viu claramente que capotou pro lado do mato. Eu vi o outro carro, um veículo claro provavelmente de cor branca. Ele só não capotou em cima do nosso carro porque ele parou naquela vala que divide as duas pistas no sentindo contrário", contou a mulher que preferiu não se identificar.

Após o acidente, a testemunha disse que chegou a acionar o socorro e que ficou em choque quando viu a divulgação do caso pela imprensa.

"O ato que nós tivemos na hora do acidente foi continuar, parar na sede da MGO [concessionária que administra a rodovia], pois era perto o local do acidente. Nós paramos buzinando, fazendo muito barulho para chamar atenção e um dos funcionários da MGO apareceu, questionou onde era o local do acidente e disse que podíamos ficar tranquilos que ia avisar a sede e prestar o socorro”, explicou.
A MGO Rodovias disse que está colaborando com a perícia da Policia Civil e com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para que sejam apuradas as causas do acidente e se houve o envolvimento de outros veículos.


FONTE G

Nenhum comentário:

Postar um comentário