sexta-feira, 26 de abril de 2019

Presidente Bolsonaro vai ao Gideões Missionários; evento começa amanhã

Em 2018, durante o congresso, ele recebeu oração em seu abdômen, local onde levou uma facada meses depois no atentado que quase ceifou sua vida.



Pastor orou pelo abdome de Bolsonaro em abril Foto: Reprodução/ Instagram

37ª edição do Congresso dos Gideões Missionários da Última Hora (GMHU) está marcada pra começar no próximo sábado. Segundo a prefeitura de Camboriú, no dia 3 de maio, o presidente Bolsonaro e o governador Carlos Moisés (ambos do PSL) vão a Camboriú participar do evento.
Neste domingo, a equipe de segurança do presidente estará em  Camboriú pra testar o  trajeto pro presidente entre o Pavilhão dos GMHU e o ginásio municipal de esportes, os dois pontos de encontro dos fiéis.
É a segunda vez de Bolsonaro nos Gideões. A primeira foi em 2018, quando ainda era um possível candidato a presidência. Em 2018, durante o congresso, ele recebeu oração em seu abdômen, local onde levou uma facada meses depois no atentado que quase ceifou sua vida.
– Capitão Bolsonaro, no dia 29 de abril, no Gideões, tivemos o sentimento de orar pelo seu abdome. Seria coincidência ou providência divina? – escreveu o pastor Reuel Bernardino na época.
A tradicional cerimônia da entrega da Chaves da cidade, feita pelo prefeito ao presidente do GMHU, está marcada pras 19h deste sábado, no Pavilhão do Gideões. A abertura oficial será no dia 2 de maio.
O pastor e deputado Marcos Feliciano também é presença confirmada no evento nos dias 4 e 5 de maio.
O pastor Hueslen Santos, vice-presidente do Gideões Missionários, acredita que o congresso irá receber mais de 100 mil pessoas. São 100 palestrantes brasileiros e estrangeiros e 500 cantores confirmados.
Durante todos os dias, de sábado a 6 de maio, a programação do evento acontecerá no Pavilhão do GMHU e no ginásio municipal de esportes Governador Irineu Bornhausen, no centro de Camboriú.
(Com informações de Portais de Camboriú)

Nenhum comentário:

Postar um comentário