quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Tradutor da Bíblia é espancado até a morte em Camarões e esposa tem braço cortado

Angus Abraham Fung estava entre sete pessoas supostamente mortas durante um ataque realizado no último domingo

O tradutor da Bíblia Angus Fung (R) posa para uma foto com o Presidente da Tearfund Canadá Wayne Johnson (E) em Wum, Camarões. | Alex Nicholls
Um tradutor da Bíblia em Camarões foi massacrado até a morte na manhã de domingo (25) durante um ataque durante a noite, enquanto o braço de sua esposa foi cortado, de acordo com uma fonte do ministério
Angus Abraham Fung estava entre sete pessoas supostamente mortas durante um ataque realizado por suspeitos pastores Fulani em algum momento durante as primeiras horas da manhã de domingo na cidade de Wum.
Localizado na região anglófona de Camarões, onde os separatistas lutam pela independência, Wum está entre as várias localidades onde jovens da comunidade nômade fulani estão sendo encorajados por atores do governo a realizar ataques contra as comunidades agrícolas locais que apoiam os rebeldes separatistas, disse Tembon.
“Eles foram às casas e tiraram o povo”, explicou Tembon. “Eles atacaram durante a noite e ninguém estava esperando. Eles simplesmente foram para a casa, tiraram-nos e os mataram. ”
Tembon disse que não foi informado sobre quantas pessoas foram feridas no ataque, mas apenas que a esposa de Fung, Eveline Fung, teve seu braço cortado e está recebendo uma transfusão de sangue em um hospital local. 
Quanto ao tradutor da Bíblia, Tembon foi informado de que Fung foi cortado à morte com um facão.
“Eu não sei o que motivou o ataque. Eles acabaram de chegar e mataram pessoas em casa ”, acrescentou Tembon, afirmando que a maioria das vítimas eram homens mais velhos. 
Fung tinha mais de 60 anos e serviu durante anos com a Wycliffe Bible Translators, trabalhando em uma tradução do Novo Testamento na língua Aghem, um projeto que foi concluído em 2016. 
“Ele foi um dos principais líderes comunitários de toda a tribo e fez parte dos serviços de tradução e também coordenou os esforços de alfabetização”, explicou Tembon. “Então, ele foi uma grande parte do trabalho de alfabetização porque sua linguagem nunca havia sido escrita antes. Então, ele foi quem coordenou e ensinou a língua. Tantas pessoas agora podem ler e escrever o idioma como resultado do trabalho de Angus. ”
Embora a tradução do Novo Testamento para o idioma Aghem tenha sido completada e mais de 3.000 cópias tenham sido publicadas, Tembon disse que a distribuição não aconteceu por causa da guerra na região. 

VEM O 30º CONGRESSO INTERNACIONAL DE MISSÕES 2019

domingo, 25 de agosto de 2019

Jovem é declarada morta, mas ressuscita e conta relato impressionante do céu

Era para ser apenas mais um momento de diversão com os amigos da igreja, após um culto na presença de Deus, quando por causa de uma brincadeira de mau gosto a jovem Steffani Besc terminou afogada. O fim da sua história, no entanto, impressiona a todos que ouvem o seu testemunho.
Atualmente com 53 anos, Besc revelou que resolveu contar o seu testemunho apenas 10 anos atrás, porque durante boa parte da sua vida ela achou que ninguém acreditaria em seu relato. No entanto, a multiplicação de casos de pessoas que passaram por situações semelhantes, chamadas pela ciência de “experiência de quase morte” (EQM), fez com que ela tivesse a coragem de se pronunciar.
Besc estava na cidade de Dodge City, em Kansas, nos Estados Unidos, em julho de 1979, quando tudo aconteceu. Ela e mais oito amigos saíram de um culto e foram para uma piscina em uma cidade próxima, Jetmore.
Na época com 13 anos, a jovem Besc estava sentada na borda da piscina com uma amiga, quando outro colega empurrou às duas para dentro da água. Todavia, Besc bateu com a sua cabeça em uma quina de concreto da piscina, ficando inconsciente.
A jovem estava em um clube e a piscina estava cheia de pessoas brincando na água. Também havia muito cloro e por isso a água estava turva. Ao desmaiar, o corpo de Besc afundou e ao tocar ralo da piscina, ficou preso no fundo.
Os amigos de Besc perderam a tenção pelo intenso movimento na piscina.  “As crianças estavam brincando, então parecia que alguém estava nadando no fundo da piscina. Ninguém prestou atenção”, contou ela.
Até os amigos da jovem Besc se darem conta da sua falta, ela ficou por meia hora afogada no fundo da piscina. Ela só foi resgatada quando um jovem que estava por perto, filho do delegado local, mergulhou para tentar encontrá-la. “Eu estava na posição fetal, presa no dreno do fundo. Ele conseguiu me levantar e me trazer para a superfície”, disse ela.
Ao ser levada para o hospital mais próximo, os médicos já haviam sido informados que ela estava morta por afogamento. “Eles acharam que eu estava morta. Não havia nada que eles pudessem fazer”, contou ela.

Visão do céu

Durante o tempo em que ficou “morta”, a jovem Besc teve uma experiência sobrenatural.  “Eu tive uma experiência com o Senhor e literalmente vi meu espírito deixar meu corpo e vi meu corpo natural no fundo da piscina”, disse ela.
Besc contou que se percebeu saindo do corpo, caminhando pela piscina e em seguida indo em direção ao alto, para uma região celestial. “Eu estava nos portões do céu e houve uma batalha pela minha vida”, disse ela.
“Eu ouvi Satanás dizer: ‘ela vem comigo’. Eu ouvi o Senhor dizer: ‘ela não vai’. Isso aconteceu três vezes”, disse ela, lembrando de quando Jesus surgiu dizendo: “Ainda não é a hora dela e, quando for, ela estará comigo”.
Logo após essa experiência, Besc abriu os olhos e se viu já no hospital. Os médicos constataram que havia água em seus pulmões e ficaram surpresos pelo fato dela ter simplesmente ressuscitado.
“Não temos uma explicação. A única coisa que podemos dizer é que vamos chamar isso de milagre”, disseram os profissionais, segundo o testemunho de Besc, que desde então ela vem contando para inspirar outras vidas.
“Me disseram que as pessoas precisam saber que Deus faz milagres todos os dias. Não é apenas uma história. Ele realmente ressuscita os mortos”, conclui ela, segundo o God Reports.

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Culto de ação de Graças pela vida Pr. Magnus 19 de agosto 2019 veja fotos.


A Igreja Assembleia de Deus Gideões Missionários,Canguçu RS. Na pessoas de seus membros em comunhão realizaram na liderança do Pr. Jaci Bandeira uma linda homenagem ao Pr. Antonio Magnus Dias (Pastor local) que esteve de aniversario dia 19 de agosto de
 
2019.

A festividade foi realizada nesta terça 20 de Agosto 2019. as 19 horas, Com a presença do Pr. Adão Madeira Pr. Presidente que também recebeu os comprimento pela passagem de seu aniversario que ocorrera dia 07 de Setembro 2019. 

Se fizeram presentes Pastores do Interior de Canguçu/RS. Pastor Emir Ribeiro Florida , Pr. Daniel Borges Faxinal e Pb. Dilamar Quintana e Pr. Filho Santana da Boa Vista.

Ainda tivemos a honrosa visita de Dauto Tavares A D, Jornalista Jardel de Oliveira da Radio Liberdade, secretario Paulo Peres representando o prefeito Vinicius Pegoraro, e  Cássio Motta
o qual foi Prefeito de Canguçu por oito anos.

Após os momentos de gratidão a Deus todos foram convidado para o salão térreo da Igreja onde foram servidos.


 Eu Pr. Antonio Magnus agradeço a presença de todos e muito especial a equipe que nos servirão com muito carinho.

a demais fotos estarei em breve postando no face ou aqui no blog aguarde.